FAPESP Logo

Fitoterápicos padronizados como alvo para o tratamento de doenças crônicas

Pesquisador responsável:

Wagner Vilegas

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente, SP, Brasil
Pesquisadores principais:

Clélia Akiko Hiruma Lima

Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Processo: 09/52237-9
Vigência: 01 de abril de 2011 - 31 de março de 2016
Bolsa(s) vinculada(s):15/21479-8 - Padronização dos extratos vegetais de Mimosa spp. no desenvolvimento de fitomedicamentos, BP.PD
14/23951-3 - Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: Rhizophora mangle, BP.MS
14/26247-5 - Estudo da composição química da polpa e fibra do fruto de Cocos Nucifera (Arecaceae), BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 13/06188-1 - Arrabidaea spp: estudos para viabilizar o desenvolvimento de fitomedicamentos, BP.PD
13/10708-0 - Investigação dos mecanismos de ação do extrato bruto de Bauhinia holophylla em fígado, músculo esquelético e tecido adiposo em modelo de diabetes tipo 1 induzidos por estreptozotocina, BP.DR
13/19102-8 - Extratos vegetais padronizados para o tratamento de doenças crônicas: Mimosa spp, BP.IC
12/18760-9 - Extratos vegetais padronizados para o tratamento de doenças crônicas: Mimosa spp, BP.DR
12/23605-2 - Investigação dos mecanismos de ação hipoglicemiante do extrato bruto de Myrcia bella em fígado, músculo esquelético e tecido adiposo em modelo de diabetes tipo 1 por estreptozotocina, BP.DR
12/22140-6 - Ação moduladora do Solanum lycocarpum sobre a carcinogênese de cólon e fígado em ratos wistar, BP.PD
12/50333-3 - Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: estudos químicos biomonitorado e padronizado de Petroselinum crispum (mill.)nyman(apiaceae), BP.PD
12/05305-1 - Determinação da atividade antiulcerogênica de Crotalaria pallida Aiden (Fabaceae), BP.IC
12/01996-0 - Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: propriedades citotóxicas, mutagênicas, protetoras e modulação da expressão gênica, BP.PD
11/15801-3 - Efeito gastroprotetor, avaliação de mecanismos de ação antiulcerogênica e cicatrizante do extrato e partições de folhas e frutos de Solanum paniculatum, BP.MS
11/50847-4 - Caracterização da droga vegetal Pfaffia paniculata como adaptógena e antiinflamatória intestinal, BP.PD
11/08880-4 - Extratos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: Serjania marginata Casar, BP.DR
11/09980-2 - Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: controle de qualidade farmacognóstico, microbiológico e estudo farmacológico de plantas medicinais do cerrado brasileiro, BP.PD
10/12901-4 - Avaliação da ação hipoglicemiante do extrato de Bauhinia holophylla em camundongos diabéticos induzidos por estreptozotocina, BP.MS
11/03355-9 - Avaliação da atividade hipoglicemiante do extrato de Myrcia bella em camundongos diabéticos induzidos por streptozotocina, BP.MS
11/06529-8 - Estudo fitoquímico e farmacológico dos frutos de Solanum paniculatum (Solanaceae), BP.IC
10/09740-9 - Extratos vegetais padronizados para uso em doenças crônicas: Solanum paniculatum (Solanaceae), BP.PD
09/17877-7 - Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: Arrabidaea spp, BP.DR - menos bolsas vinculadas
Publicação FAPESP sobre o auxílio:http://media.fapesp.br/bv/uploads/publicacoes/pasta_biota_54.pdf
Assunto(s):

Medicamentos fitoterápicos

Produtos naturais

Plantas medicinais

Doença crônica

Resumo
O aumento da expectativa de vida tem elevado a demanda por medicamentos úteis no tratamento de doenças crônicas, especialmente aquelas que afetam o trato digestório (úlceras gástricas e duodenais, colite ulcerativa e doença de Crohn), diabetes, câncer e as demais doenças inflamatórias. O uso de fitoterápicos padronizados com eficácia e segurança determinadas tem apresentando resultados surpreendentes. No Brasil, há deficiências na correta caracterização química das matérias-primas, assim como na avaliação das atividades farmacológicas e toxicológicas desses materiais, etapas essenciais para assegurar eficácia e segurança dos fitoterápicos. Recentemente, o Ministério da Saúde lançou uma lista com 71 plantas para o desenvolvimento de fitoterápicos, no entanto, ressalta que as espécies vegetais da lista ainda não são suficientes para suprir as necessidades de planos governamentais de saúde, inclusive dentro da Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Conforme apontado por assessoria externa ao nosso projeto anterior, a abordagem químico-farmacológica integrada ‘contribui para o desenvolvimento de novas drogas, fato importante para a diminuição da dependência nacional à importação de fármacos e medicamentos’. Assim, este projeto propõe padronizar novos fitoterápicos para tratar doenças crônicas na população brasileira: doenças gastrintestinais (úlceras, colites, doença inflamatória intestinal), inflamação, dores crônicas, câncer e diabetes. Extratos serão preparados de acordo com normas farmacopêicas e avaliados sob aspectos farmacológicos (úlceras, câncer, diarréia, inflamação, diabetes, imunomodulação) e toxicológicos (toxicidade aguda e crônica, genotoxicidade). Os extratos mais promissores serão padronizados de acordo com normas internacionais. O trabalho será transdisciplinar, com participantes de vários campi da UNESP (Instituto de Química de Araraquara, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara, Instituto de Biociências de Botucatu, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Botucatu, Faculdade de Ciências de Assis, Faculdade de Ciências de Bauruda Universidade Estadual de Campinas, Universidade Estadual de Londrina, Universidade Federal de Santa Catarina e Universidade Federal de Alfenas), consolidando uma rede químico-farmacológica de estudos de plantas medicinais brasileiras. Nosso grupo de pesquisa sempre foi centrado no estudo químico-farmacológico de plantas com potencial atividade biológica. Os estudos compreendem o isolamento e identificação das substâncias presentes nos extratos vegetais, acompanhado de ensaios farmacológicos biomonitorados. Esse intercâmbio gerou o estudo de centenas de extratos vegetais de várias espécies brasileiras, com grande volume de resultados e expressiva formação de recursos humanos, todos registrados nos respectivos Curriculum Lattes. Já foram isolados e identificados lactonas sesquiterpênicas, alcalóides, flavonóides, catequinas, taninos, terpenóides, ácidos fenólicos, naftopironas, glicolipídeos e saponinas, vários com comprovada atividade antiulcerogênica, antiofídica, cicatrizante e antiinflamatória. Uma patente foi requerida junto a uma indústria farmacêutica nacional (INPI-PI0401592-4). Portanto, o engajamento de uma equipe multidisciplinar e interinstitucional favorece a ampla disseminação de conhecimento e o completo estudo integrado da planta medicinal bem como favorece a otimização dos recursos financeiros e fundamentalmente contribui para que o país obtenha avanços tecnológicos e científicos próprios para uma maior autonomia na área de medicamentos. (AU)
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Novos remédios para velhas doenças

Publicações científicas (11)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO, DIEGO LUIS; CILIAO, HELOISA LIZOTTI; LEAL SPECIAN, ANA FLAVIA; SERPELONI, JULIANA MARA; DE SOUZA, MARILESIA FERREIRA; PEREIRA TANGERINA, MARCELO MARUCCI; VILEGAS, WAGNER; BOLDRIN, PAULA KARINA; RESENDE, FLAVIA APARECIDA; VARANDA, ELIANA APARECIDA; MARTINEZ-LOPEZ, WILNER; SANNOMIYA, MIRIAM; SYLLOS COLUS, ILCE MARA. Chemical and biological characterisation of Machaerium hirtum (Vell.) Stellfeld: absence of cytotoxicity and mutagenicity and possible chemopreventive potential. MUTAGENESIS, v. 31, n. 2, p. 147-160, MAR 2016. Citações Web of Science: 0.
SERPELONI, JULIANA MARA; LEAL SPECIAN, ANA FLAVIA; RIBEIRO, DIEGO LUIS; TUTTIS, KATIUSKA; VILEGAS, WAGNER; MARTINEZ-LOPEZ, WILNER; DOKKEDAL, ANNE LIGIA; SALDANHA, LUIZ LEONARDO; DE SYLLOS COLUS, ILCE MARA; VARANDA, ELIANA APARECIDA. Antimutagenicity and induction of antioxidant defense by flavonoid rich extract of Myrcia bella Cambess. in normal and tumor gastric cells. Journal of Ethnopharmacology, v. 176, p. 345-355, DEC 24 2015. Citações Web of Science: 0.
FRANCO, D. M.; SALDANHA, L. L.; SILVA, E. M.; NOGUEIRA, F. T. S.; DOKKEDAL, A. L.; SANTOS, C.; ROLIM DE ALMEIDA, L. F. Effects of leaf extracts of Myrcia guianensis (Aubl.) DC. on growth and gene expression during root development of Sorghum bicolor (L.) Moench. ALLELOPATHY JOURNAL, v. 35, n. 2, p. 237-248, APR 2015. Citações Web of Science: 2.
HEREDIA-VIEIRA, SILVIA C.; SIMONET, ANA M.; VILEGAS, WAGNER; MACIAS, FRANCISCO A. Unusual C,O-Fused Glycosylapigenins from Serjania marginata Leaves. Journal of Natural Products, v. 78, n. 1, p. 77-84, JAN 2015. Citações Web of Science: 2.
M.E. GALLON; B.S.P. BARROS; M.A. SILVA; S.H.M. DIAS; G. ALVES-DA-SILVA. Determinação dos parâmetros anatômicos, físico-químico e fitoquímicos das folhas de Solanum lycocarpum A. St.- Hill. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 17, n. 4, p. 937-944, 2015.
BONIFACIO, BRUNA VIDAL; DOS SANTOS RAMOS, MATHEUS APARECIDO; DA SILVA, PATRICIA BENTO; SILVEIRA NEGRI, KAMILA MARIA; LOPES, ERICA DE OLIVEIRA; DE SOUZA, LEONARDO PEREZ; VILEGAS, WAGNER; PAVAN, FERNANDO ROGERIO; CHORILLI, MARLUS; BAUAB, TAIS MARIA. Nanostructured lipid system as a strategy to improve the anti-Candida albicans activity of Astronium sp.. INTERNATIONAL JOURNAL OF NANOMEDICINE, v. 10, p. 5081-5092, 2015. Citações Web of Science: 2.
ROZZA, A. L.; CESAR, D. A. S.; PIERONI, L. G.; SALDANHA, L. L.; DOKKEDAL, A. L.; DE-FARIA, F. M.; SOUZA-BRITO, A. R. M.; VILEGAS, W.; TAKAHIRA, R. K.; PELLIZZON, C. H. Antiulcerogenic Activity and Toxicity of Bauhinia holophylla Hydroalcoholic Extract. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 2015. Citações Web of Science: 0.
BASTING, ROSANNA T.; NISHIJIMA, CATARINE M.; LOPES, JULIANA A.; SANTOS, RAQUEL C.; PERICO, LARISSA LUCENA; LAUFER, STEFAN; BAUER, SILKE; COSTA, MIRIAM F.; SANTOS, LOURDES C.; ROCHA, LUCIA R. M.; VILEGAS, WAGNER; SANTOS, ADAIR R. S.; DOS SANTOS, CATARINA; HIRUMA-LIMA, CLELIA A. Antinociceptive, anti-inflammatory and gastroprotective effects of a hydroalcoholic extract from the leaves of Eugenia punicifolia (Kunth) DC. in rodents. Journal of Ethnopharmacology, v. 157, p. 257-267, NOV 18 2014. Citações Web of Science: 1.
DA ROCHA, CLAUDIA QUINTINO; QUEIROZ, EMERSON FERREIRA; MEIRA, CASSIO SANTANA; MAGALHAES MOREIRA, DIOGO RODRIGO; PEREIRA SOARES, MILENA BOTELHO; MARCOURT, LAURENCE; VILEGAS, WAGNER; WOLFENDER, JEAN-LUC. Dimeric Flavonoids from Arrabidaea brachypoda and Assessment of Their Anti-Trypanosoma cruzi Activity. Journal of Natural Products, v. 77, n. 6, p. 1345-1350, JUN 2014. Citações Web of Science: 4.
MININEL, FRANCISCO JOSE; LEONARDO JUNIOR, CARLOS SERGIO; ESPANHA, LIVIA GREGHI; RESENDE, FLAVIA APARECIDA; VARANDA, ELIANA APARECIDA; FUJIMURA LEITE, CLARICE QUEICO; VILEGAS, WAGNER; DOS SANTOS, LOURDES CAMPANER. Characterization and Quantification of Compounds in the Hydroalcoholic Extract of the Leaves from Terminalia catappa Linn. (Combretaceae) and Their Mutagenic Activity. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 2014. Citações Web of Science: 0.
SALDANHA, LUIZ L.; VILEGAS, WAGNER; DOKKEDAL, ANNE L. Characterization of Flavonoids and Phenolic Acids in Myrcia bella Cambess. Using FIA-ESI-IT-MSn and HPLC-PAD-ESI-IT-MS Combined with NMR. Molecules, v. 18, n. 7, p. 8402-8416, JUL 2013. Citações Web of Science: 14.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP