Pesquisa avançada

Avaliação da dosagem alcoólica em amostras de sangue obtidas durante exames necroscópicos realizados no centro de medicina legal da FMRP - USP

Processo: 00/13987-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas
Vigência: 01 de fevereiro de 2002 - 31 de maio de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Carmen Cinira Santos Martin
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Instituição parceira: Secretaria da Segurança Pública (São Paulo - Estado). Superintendência da Polícia Técnico-Científica. Núcleo de Perícias Médico Legais de Ribeirão Preto (NPML - RP)
Assunto(s):Medicina legal  Causas de morte  Violência (criminologia)  Alcoolismo  Sangue 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_141_118_119.pdf

Resumo

O abuso de álcool representa um sério problema de saúde pública. No âmbito civil, altera a saúde, desencadeando enfermidades e muitas vezes levando à morte pelo agravamento de condições patológicas prévias ou em decorrência de sua interação com medicamentos. No âmbito criminal, aquele que o ingere, fica a mercê de produzir agravos a outrem e ser o provocador da morte. Nos países desenvolvidos, a relação entre o consumo de álcool e morte violenta tem motivado vários estudos. No Brasil, trabalho pioneiro realizado na capital do estado e financiado pela FAPESP (D’Andréa Greve, J. M. – Álcool e drogas em vítimas de causas externas. Projeto citado em Revista Pesquisa FAPESP, setembro/2000), quantificou essa relação em vítimas de diversas modalidades de violência. Pretendemos realizar um estudo inédito na região, envolvendo o Serviço de Verificação de Óbitos do Interior (SVOI) e o Núcleo de Pericias Médico-Legais de Ribeirão Preto (NPML-RP), no qual serão determinadas dosagens alcoólicas em amostras de sangue, obtidas durante exames necroscópicos realizados no Centro de Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto para esclarecimento da causa mortis. As amostras de sangue serão analisadas no Laboratório de Toxicologia do Centro de Medicina Legal financiado pela FAPESP (proc. 99/11923-3), utilizando as técnicas de headspace e cromatografia em fase gasosa. Devido ao elevado índice de violência nesta região, e conhecendo-se a relação entre o uso de álcool e o ato violento, amplamente propagado pela literatura, tais dosagens se revestem de grande interesse científico e social. (AU)