Busca avançada

Relação entre acoplamento celular e microRNAs no desenvolvimento, adaptação e degeneração do sistema nervoso

Processo: 14/16711-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2015 - 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Alexandre Hiroaki Kihara
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC). Universidade Federal do ABC (UFABC). Santo André, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/12814-0 - Avaliação da atividade eletrofisiológica in vivo do hipocampo de ratos após manipulação farmacológica de canais de junções comunicantes, BP.TT
15/10897-3 - Padronização de Western blots para IP3Rs, proteínas de peso molecular elevado, BP.TT
15/05307-2 - Quantificação de proteínas da inflamação, receptores do tipo Toll, após trauma agudo da retina, BP.TT
Assunto(s):Degeneração neural  Ciclo celular  MicroRNAs  Aptâmeros de nucleotídeos  Células-tronco neurais  Diferenciação neuronal 

Resumo

MicroRNAs (miRNA) são RNAs não codificantes (ncRNA) de curta extensão que regulam a tradução de proteínas. Estas moléculas são compostas por cerca de 20 nucleotídeos e quando se alinham com RNAs mensageiros (RNAm) alvos diminuem a tradução por diversos mecanismos. Assim, os miRNAs desempenham importante função na regulação do transcriptoma em diversos tecidos, incluindo o sistema nervoso. Por outro lado, a complexidade do sistema nervoso está relacionada não apenas com a programação e atividade de neurônios individuais, mas com os padrões de comunicação estabelecidos entre estes. Além das conhecidas sinapses químicas, a sinalização no sistema nervoso pode ocorrer pelo acoplamento direto entre células via canais de junção comunicantes (JC). Esses canais permitem a passagem de moléculas de até 1 KDa e são formados por subunidades proteicas denominadas conexinas (Cx). Uma possibilidade ainda pouco explorada de comunicação celular é a troca de material genético entre células. Relatos recentes na literatura descreveram que algumas classes de ncRNAs poderiam mediar esta comunicação, como RNA circulares (cRNA) e miRNAs, moléculas que poderiam ser transferidas por exossomos, ou mesmo via plasma, líquido cefalorraquidiano ou colostro. Outro mecanismo pouco estudado de comunicação no sistema nervoso seria a passagem de miRNAs por JCs. Neste contexto, estamos interessados em determinar aspectos relacionados com a biologia de miRNAs no desenvolvimento, adaptação e degeneração do sistema nervoso, incluindo i) regulação de miRNAs específicos; ii) controle da síntese e estabilidade/degradação de ncRNAs; iii) possível regulação do transcriptoma pela migração intercelular destas moléculas. Utilizaremos técnicas de biologia molecular e celular, combinadas com injeções intracelulares e registros eletrofisiológicos. Este Projeto conta com o apoio da Dra. Jean X. Jiang (Harvard University / University of Texas Health Science Center), Dr. Thomas De Marse e Dra. Brandi Ormerod (University of Florida at Gainesville), Sten Rüdiger (Humboldt University) e de grupos sediados na Universidade de São Paulo, UFMG e INPE, além de pós-doutorandos, e alunos de pós-graduação e graduação engajados com a presente proposta. Finalmente, é importante ressaltar que o apoio dado a este projeto atenderá diversos grupos de pesquisa de nossa instituição, uma vez que os laboratórios de pesquisa da UFABC são instalações multiusuários. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Zika prejudica migração de neurônios para o córtex, sugere estudo  

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
IKEBARA, JULIANE MIDORI; TAKADA, SILVIA HONDA; CARDOSO, DEBORA STERZECK; MORALLES DIAS, NATALIA MYUKI; VICENTE DE CAMPOS, BEATRIZ CROSSIOL; SANCHES BRETHERICK, TALITHA AMANDA; VILAR HIGA, GUILHERME SHIGUETO; AYRES FERRAZ, MARIANA SACRINI; KIHARA, ALEXANDRE HIROAKI. Functional Role of Intracellular Calcium Receptor Inositol 1,4,5-Trisphosphate Type 1 in Rat Hippocampus after Neonatal Anoxia. PLoS One, v. 12, n. 1 JAN 10 2017. Citações Web of Science: 0.
PASCHON, VERA; TAKADA, SILVIA HONDA; IKEBARA, JULIANE MIDORI; SOUSA, ERICA; RAEISOSSADATI, REZA; ULRICH, HENNING; KIHARA, ALEXANDRE HIROAKI. Interplay Between Exosomes, microRNAs and Toll-Like Receptors in Brain Disorders. Molecular Neurobiology, v. 53, n. 3, p. 2016-2028, APR 2016. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.