Busca avançada

MicroRNAs, vesículas extracelulares e células tronco: papel fisiológico, fisiopatológico e potencialidade terapêutica em doenças renais

Processo: 15/23345-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Mirian Aparecida Boim
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Ita Pfeferman Heilberg ; Nestor Schor
Pesq. associados:Fernanda Teixeira Borges ; Nestor Schor ; Niels Olsen Saraiva Câmara
Bolsa(s) vinculada(s):17/12122-4 - MicroRNAs, vesículas extracelulares e células tronco: papel fisiológico, fisiopatológico e potencialidade terapêutica em doenças renais, BP.TT
17/00250-8 - Caracterização de microvesículas e exossomos derivados de células mesangiais estimuladas por glicose e avaliação de seu possível papel na comunicação celular, BP.PD
Assunto(s):Exossomos  Vesículas extracelulares  Interação celular  Rim  Nefrologia  Células-tronco  MicroRNAs 

Resumo

Medicina regenerativa, define um novo conceito relacionado à estratégias capazes de reconstruir tecidos danificados ou acelerar os processos de reparo tecidual após injúria. A reconstrução e o reparo tecidual, no entanto, constituem um dos maiores desafios da pesquisa biomédica atual uma vez que os mecanismos celulares que fundamentam a regeneração dos tecidos são ainda pouco entendidos e em grande parte desconhecidos. As células tronco multipotentes, embora tenham potencial terapêutico regenerativo, exercem seus efeitos através de atividade parácrina e sua plasticidade ainda não foi comprovada in vivo. Neste contexto, os microRNAs originários de células tronco emergem como candidatos potenciais envolvidos na regeneração tecidual, principalmente pela sua capacidade de modular a atividade de um grande número de genes, inclusive aqueles responsáveis pela reparação tecidual1. Os microRNAs são encontrados nos fluidos corporais incluindo o sangue e a urina2, onde circulam principalmente dentro de vesículas extracelulares (microvesículas e exossomos)3. A função biológica dos microRNAs vai, no entanto, muito além dos processos regenerativos estando também relacionada a diversos mecanismos fisiológicos e fisiopatológicos como a comunicação célula-célula, interação entre microambientes até comunicação entre tecidos e sistemas do organismo. Além de microRNAs, as vesículas extracelulares derivadas ou não de células tronco carregam informações que são transmitidas à outras células4 e portanto a expressão desregulada ou aberrante destes pequenos RNAs tem papel significativo na fisiopatogênese de diversas doenças incluindo as renais. Assim, este projeto temático tem como objetivo central avaliar diferentes papeis de microRNAs e de vesículas extracelulares, derivadas ou não de células tronco, em mecanismos fisiológicos, fisiopatológicos e regenerativos do rim. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Nefrologia Experimental com Bolsa da FAPESP  
Pós-Doutorado em Nefrologia com Bolsa da FAPESP 
Pós-doutorado em Nefrologia Experimental com Bolsa da FAPESP