FAPESP Logo

Conteúdo relacionado

    Shading impacts by coastal infrastructure on biological communities from subtropical rocky shores

    Processo: 16/19457-9
    Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
    Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 31 de maio de 2017
    Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
    Pesquisador responsável:Ronaldo Adriano Christofoletti
    Beneficiário:
    Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos, SP, Brasil
    Vinculado ao auxílio:11/50317-5 - Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada, AP.BTA.TEM
    Assunto(s):

    Ecologia marinha

    Ecologia de ecossistemas

    Resumo
    1. O sombreamento artificial tem sido destacado como um importante distúrbio antrópico, afetando a produtividade primária e organização das comunidades. Entretanto, estudos sobre sombreamento têm negligenciado a perspectiva de impacto ambiental. 2. Comparamos a estrutura da comunidade em costões rochosos subtropicais em habitats sombreados por construções humanas com habitats não sombreados. Em seguida, iniciamos um experimento de campo para avaliar os efeitos do sombreamento na comunidade macrobentônica, biomassa de biofilme e recrutamento larval. 3. O sombreamento afetou consistentemente a comunidade biológica do entremarés rochoso. A biomassa e cobertura de macroalgas e o tamanho da maioria dos pastadores sedentários foram menores no habitat sombreado. Similarmente, a comunidade do mesolitoral também foi afetada pelo sombreamento, mas não em todos os locais. 4. O sombreamento manipulativo levou a uma perda total de macroalgas na franja do infralitoral e não houve substituição da comunidade dentro do período de 220 dias. No mesolitoral, ostras aumentaram em abundância na condição sombreada, enquanto que cracas se tornaram menos abundantes. O recrutamento larval também foi afetado, com ostras e cracas recrutando mais em habitats sombreados. 5. Síntese e aplicações. Nós demonstramos impactos claros do sombreamento artificial em padrões e processos que regulam a biodiversidade em costões rochosos e, portanto, consequências para o funcionamento dos ecossistemas costeiros. Nós discutimos que o sombreamento gerado pela infraestrutura urbana costeira, como a proposta pela expansão portuária na nossa área de estudo no sudeste do Brasil, é potencialmente subestimado. Nosso trabalho destaca a importância da avaliação cuidadosa das estruturas artificiais a fim de promover o desenvolvimento sustentável das áreas costeiras. Nesse sentido, nós não recomendamos a proposta de expansão do porto de São Sebastião através da construção de uma estrutura suspensa, uma vez que o sombreamento afetará negativamente a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas na Baía do Araçá e áreas adjacentes. (AU)

    CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
    cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP