Busca avançada

Abordagem molecular e funcional no câncer gástrico da população brasileira

Processo: 16/25562-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de setembro de 2017 - 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Marilia de Arruda Cardoso Smith
Beneficiário:
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Carolina de Oliveira Gigek ; Danielle Queiroz Calcagno ; Elizabeth Suchi Chen ; Fernanda Wisnieski ; Mariana Ferreira Leal ; Rommel Mario Rodríguez Burbano ; Spencer Luiz Marques Payão
Assunto(s):Oncogenética 

Resumo

O câncer gástrico é a terceira causa de morte por câncer no mundo, apesar da redução na sua incidência mundial. O diagnóstico tardio, em geral, ocorre devido à ausência de sintomas ou à presença de sintomas não específicos nos estágios iniciais da doença. Nesse caso, as opções terapêuticas disponíveis não são eficientes, resultando em altas taxas de morbidade e mortalidade. O estudo contínuo de novas estratégias para o diagnóstico precoce e identificação de novos alvos terapêuticos é de grande interesse. Nosso grupo de pesquisa vem desenvolvendo estudos em neoplasias gástricas há quase 15 anos, nos quais foram identificadas diferentes alterações cromossômicas, gênicas, proteicas e epigenéticas. O objetivo deste projeto é aprofundar e ampliar nossos estudos anteriores que apresentaram resultados promissores, bem como abordar novas tecnologias para a identificação de potenciais alteração no câncer gástrico. O presente projeto envolve a análise de alterações transcricionais e genéticas em 8q24.21; a análise da expressão gênica e mecanismos de controle de alvos modulados epigeneticamente; a avaliação molecular e fenotípica da superexpressão e do silenciamento dos genes PCAF, BMP8B, MALAT1 e YWHAE em linhagens celulares gástricas; o tratamento das linhagens celulares gástricas com a molécula OTSSP167 inibidora da tirosina quinase MELK, que em pesquisa anterior, apresentou número de cópias alterado; análise do miRNoma em tecido gástrico e a investigação de uma assinatura de miRNA circulantes presente em exossomos e no soro de paciente, e estudo genético e epigenético do complexo telômero-telomerase. O desenvolvimento deste estudo contribuirá para a melhor compreensão etio e fisiopatológica do processo de carcinogênese gástrica e para possível identificação de materiais circulantes, os quais poderão auxiliar no diagnóstico precoce, na determinação do prognóstico e no monitoramento de terapias antineoplásicas. Adicionalmente, essas moléculas poderão ser utilizadas como alvos no desenvolvimento de novas terapias antineoplásicas. (AU)