Busca avançada
Ano de início
Entree

Função e disfunção mitocondrial: implicações para o envelhecimento e doenças associadas

Processo: 17/17728-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de fevereiro de 2018 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Aníbal Eugênio Vercesi
Beneficiário:Aníbal Eugênio Vercesi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Helena Coutinho Franco de Oliveira ; Roger Frigério Castilho
Pesq. associados:Andrei Carvalho Sposito ; Augusto Shinya Abe ; Marcelo Alves da Silva Mori ; Roberto Docampo
Assunto(s):Mitocôndrias  Envelhecimento  Morte celular  Dislipidemias  Homeostase 

Resumo

Pesquisas realizadas durante os últimos quarenta anos demonstram que, além das funções ligadas a conversão de energia na célula, a mitocôndria também controla processos de morte celular por Necrose, apoptose e autofagia via sinalização por íons de cálcio e oxigênio ou nitrogênio reativo. Altas concentrações de Ca2+ na matriz mitocondrial estimulam a geração de oxigênio reativo que promove a abertura de um poro inespecífico na membrana mitocondrial interna, o poro de transição de permeabilidade mitocondrial (PTP). A abertura do PTP e as alterações redox da mitocôndria estão relacionadas aos processos de senescência e morte celular, bem como com a progressão de doenças degenerativas e associadas ao envelhecimento. Existem fortes evidências de que estudos abordando a regulação da abertura do PTP no processo de envelhecimento poderão abrir novas avenidas para o maior entendimento sobre os fatores que controlam longevidade. Assim, o objetivo central deste projeto é avançar nos conhecimentos sobre os mecanismos pelos quais a mitocôndria exerce seu papel regulatório na saúde, envelhecimento e morte celular. Para tanto, usaremos vários modelos (camundongos, ratos, Caenorhabditis elegans, tartarugas e tripanosomas) para estudar funções mitocondriais envolvidas na homeostase de Ca2+, (des)balanço redox, longevidade, envelhecimento e doenças relacionadas ao envelhecimento, de acordo com as expertises dos pesquisadores principais e colaboradores. Os objetivos específicos deste projeto estão agrupados em quatro linhas de pesquisa, a saber: I) transidrogenase de nucleotídeos de nicotinamida, metabolismo energético e viabilidade celular; II) mitocôndrias, Dislipidemias, Aterosclerose e Obesidade; III) mitocôndrias e envelhecimento; e IV) mitocôndrias e homeostase intracelular de Ca2+ em tripanosomatídeos. Cada modelo será utilizado com a intenção de responder perguntas específicas de tal forma que todos os colaboradores participem de maneira integrada e multidisciplinar em todos os subprojetos aqui apresentados e contribuam para o avanço do conhecimento sobre esta que é uma organela central na manutenção da homeostase da grande maioria dos eucariotos - a mitocôndria. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Bioenergética na Unicamp com bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.