Busca avançada

A Greve (en)contra a Justiça: trabalhadores, ação direta e cortes trabalhistas (1954-1963)

Processo: 11/03098-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Fernando Teixeira da Silva
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/57297-1 - Trabalhadores no Brasil: identidades, direitos e política (séculos XVII a XX), AP.TEM
Assunto(s):Trabalhadores   Greve   Justiça do trabalho   Direito do trabalho

Resumo

A presente pesquisa pretende estudar as maneiras pelas quais a Justiça do Trabalho (JT) se articulou às experiências dos trabalhadores e sindicatos profissionais, entre 1954-1963, por meio da análise de dissídios coletivos localizados no 2º Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. O eixo analítico central gira em torno dos usos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e da JT como instrumentos de luta da classe trabalhadora, especificamente nos momentos de deflagração de movimentos grevistas; e, de modo inverso, em torno dos procedimentos da Justiça do Trabalho em relação às pressões coletivas dos trabalhadores. (AU)