Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de genes de virulência de isolados clínicos de Candida Albicans submetidos à terapia fotodinâmica antimicrobiana

Processo: 15/13409-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Pavarina
Beneficiário:Gabriela Caroline Alonso
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07276-1 - CEPOF - Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica, AP.CEPID
Assunto(s):Virulência   Fotoquimioterapia   Candida albicans

Resumo

Este estudo tem como objetivo avaliar longitudinalmente a expressão de genes relacionados a fatores de virulência de isolados clínicos de Candida albicans de pacientes com estomatite protética submetidos à Terapia Fotodinâmica (PDT). Para isso, serão utilizados cepas de isolados clínicos coletados de uma pesquisa de Doutorado que está em andamento (Processo FAPESP 2014/01262-1). Nesta referida pesquisa, 60 pacientes usuários de próteses totais superiores, com estomatite protética são selecionados e aleatoriamente distribuídos em 2 grupos (n=30), seguindo o tratamento instituído: Grupo 1 (NIS) - pacientes serão tratados com antifúngico tópico à base de nistatina (suspensão oral), 4 vezes ao dia, por 15 dias e, Grupo 2 (PDT) - os pacientes serão submetidos a PDT; a prótese total superior e o palato dos pacientes serão tratados com o fotossensibilizador (FS) Photodithazine® (PDZ) durante 20 minutos e, então, serão iluminados com luz LED (660 nm - 50 J/cm²) três vezes por semana durante 15 dias. Os pacientes são acompanhados por até 60 dias após o início dos tratamentos. Coletas microbiológicas do palato e da prótese dos pacientes serão realizadas com o auxílio de swabs nos seguintes períodos: pré-tratamento, pós-tratamento e nos períodos de acompanhamento (30, 45 e 60 dias após o início do tratamento). Dos isolados clínicos de C. albicans obtidos nestas coletas será quantificada a expressão dos seguintes fatores de virulência: capacidade de secreção de enzimas degradativas (proteinase e fosfolipase), enzima lipase, habilidade de formação de hifas e adaptação ao estresse oxidativo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALONSO, GABRIELA C.; PAVARINA, ANA C.; SOUSA, TABATA V.; KLEIN, MARLISE I. A quest to find good primers for gene expression analysis of Candida albicans from clinical samples. Journal of Microbiological Methods, v. 147, p. 1-13, APR 2018. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GABRIELA CAROLINE ALONSO. Avaliação, desenho e padronização de primers para genes de virulência de Candida albicans e sua expressão em isolados clínicos submetidos à terapias antifúngicas. 2017. 141 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araraquara)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.