Busca avançada

As cores da cidadania: racialização e imagens de negros nas três últimas décadas do Brasil Imperial

Processo: 08/55590-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 31 de outubro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Silvia Hunold Lara
Beneficiário:
Instituição-sede : Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/57297-1 - Trabalhadores no Brasil: identidades, direitos e política (séculos XVII a XX), AP.TEM

Resumo

A partir da análise de imagens literárias e caricaturas produzidas no Brasil nas três últimas décadas da monarquia, o projeto procura investigar como a questão racial era percebida e politizada por trabalhadores negros - escravos, libertos e livres. As fontes principais da proposta de pesquisa permite analisar dois lados do problema: como letrados e políticos construíam e operaram politicamente a noção de raça nessas imagens e como seus personagens entendiam e politizavam a questão.No centro das preocupações da pesquisa que se pretende desenvolver está o tema da cidadania política, que no período privilegiado tinha estreita relação com a raça, sendo um foco latente de conflitos sociais, bem como de formulações culturais em um mundo que passava por grandes reformulações com a expectativa do fim do trabalho escravo. Além das mencionadas fontes, o projeto prevê também o levantamento e análise de outras fontes, quando se fizeram necessárias, tais como pareceres do Conselho de Estado, processos policiais e cíveis, debate parlamentar e a legislação do império, assim como memórias e textos da imprensa diária. (AU)