Busca avançada

Educação básica, políticas públicas para a juventude e jovens em uma micro-região da cidade de Santo André

Processo: 05/60344-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Administração Educacional
Pesquisador responsável:Elmir de Almeida
Beneficiário:
Instituição-sede : Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Santo André (FAFIL). Centro Universitário Fundação Santo André (FSA). Santo André, SP, Brasil
Assunto(s):Políticas públicas   Jovens

Resumo

Este projeto de Iniciação Científica vincula-se à Pesquisa O DIREITO POR EDUCAÇÃO BÁSICA - ESTUDO DA DEMANDA SOCIAL E DO ATENDIMENTO PÚBLICO EM UMA MICRO-REGIÃO URBANA (Processo/FAPESP: 2001/13134-8). O território no qual a investigação se realiza é caracterizado por um conjunto preciso e reduzido de escolas e conta com forte presença da administração municipal andreense, que nele tem implementado, nos últimos oito anos, programas e projetos nas áreas da habitação, educação escolar, saúde e ações destinadas exclusivamente aos jovens. O lugar é marcado pela existência de núcleos de favelas em processo de urbanização - Sacadura Cabral/ Palmares - e por tradicionais bairros de classe média. Tais características tornam essa micro-região representativa dos problemas atualmente existentes nos espaços urbanos. Este projeto de IC objetiva identificar e compreender as ações públicas destinadas à juventude executadas pela administração municipal de Santo André, nos últimos oito anos, implementados na micro-região, discutindo suas relações com a escolarização desses jovens no que se refere a seu direito à Educação Básica. Dito de outra forma, busca verificar como as ações direcionadas aos jovens contribuem para que os mesmos conquistem o acesso e a permanência na escola. Propõe, ainda, aferir o julgamento que os jovens fazem das ações a eles endereçadas, assim como entender e analisar as percepções que os jovens da micro-região têm da escola e do direito à escolaridade básica. (AU)