FAPESP Logo

Conteúdo relacionado

    A "The São Paulo Railway Co. Ltda" e a vila de Paranapiacaba

    Processo: 99/10849-4
    Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
    Vigência (Início): 01 de janeiro de 2000
    Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
    Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Histórica
    Pesquisador responsável:Margarida Davina Andreatta
    Beneficiário:
    Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
    Resumo
    Este projeto propõe-se a analisar a estrada de ferro Santos - Jundiaí como um caminho, e portanto, um artefato, vetor de relações sociais e econômicas. Para tanto, será utilizada como base a vila de Paranapiacaba no município de Santo André, SP. Esta vila foi construída no século XIX com o objetivo de servir como vila operária aos trabalhadores da ferrovia e seus familiares. Este trabalho decorre de uma vertente da arqueologia pós-processual conhecida como "arqueologia da paisagem", a qual tem por objetivo compreender as modificações culturais ocorridas na paisagem em que uma determinada sociedade interagiu, e onde o simbolismo atua como forma de poder das relações ideológicas sobre a natureza. (AU)
    Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa
    Paranapiacaba: vila operária em tempo de escravidão
    CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
    cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP