Busca avançada

Estudos estruturais com fosfolipases e proteases nativas e/ou complexadas com inibidores.

Processo: 05/52565-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Marcos Roberto de Mattos Fontes
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Assunto(s):Cristalização   Venenos de serpentes   Bothrops   Vitamina E   Fosfolipases A2   Cristalografia

Resumo

O projeto propõe o estudo estrutural de proteínas isoladas de venenos botrópicos, fosfolipases A2 e fosfolipases A2 homólogas nativas, complexadas com vitamina E e outros inibidores. Outras proteínas de venenos botrópicos, como as metaloproteases também serão estudadas. A vitamina E se liga ao sítio ativo das PLA2s e inibe atividade catalítica destas, sendo, portanto, uma substância com um bom potencial anti-inflamatório. O estudo aprofundado das características estruturais da região C-terminal de Lys49-PLA2s onde está o resíduo Lys122 (recém observado como de importância funcional a estas proteínas) pode trazer importantes avanços no estudo funcional das mesmas. Este estudo pode ser realizado, por exemplo, pelo estudo de complexos com vitamina E, um tradicional inibidor de PLA2s. Outros inibidores como o NBSF (fluoreto de 2-nitrobenzenosulfonil) e outros inibidores naturais também poderão ser utilizados. A aluna é atualmente bolsista de iniciação científica da FAPESP atuando na mesma linha de pesquisa e com ótimo desempenho científico-acadêmico. Em pouco mais de um ano e meio como bolsista da FAPESP, já foram redigidos três artigos internacionais (um publicado em 2004, um aceito para publicação e outro submetido) e foram apresentados quatro pôsteres em congressos científicos. (AU)