Busca avançada
Ano de início
Entree
X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Refine sua pesquisa
Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
1.264 resultado(s)
|
Resumo

A Floresta Amazônica é considerada um grande hotspot de biodiversidade, desempenhando papel fundamental na biosfera terrestre. Apesar da região amazônica manter os maiores corpos d'água do mundo, contribuir com o controle da temperatura, precipitação e balanço de fluxo de gases atmosféricos, a mesma está sob contínua ameaça devido exploração comercial de madeira e atividade agropecuária. Neste cenário, ainda pouco se sabe sobre os efeitos da interferência antropogênica na microbiota do solo e nos processos desenvolvidos por micro-organismos nesse ambiente. Assim, este projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar a hipótese de que a mudança de uso da terra e a umidade do solo alteram a conteúdo de carbono (C) e nitrogênio (N) presente no solo e, consequentemente, afetam o potencial funcional das comunidades microbianas metanogênicas e desnitrificantes e o fluxo de metano e óxido nitroso a partir do solo. Para tanto, o efeito da mudança de uso da terra e da umidade do solo sobre as comunidades microbianas metanogênicas e desnitrificantes será avaliado utilizando amostras de solo coletadas em campo e obtidas a partir de um experimento de microcosmo em laboratório com solo incubado sob diferentes teores de umidade. Analiticamente, PCR quantitativo em tempo real será utilizado para quantificar o número de cópias dos genes 16S rRNA de bactérias e arquéias e de genes funcionais microbianos (mcrA para arqueias metanogênicas e nirK, cnorB e nosZ para bactérias desnitrificantes) envolvidos na produção de metano e óxido nitroso, e cromatografia gasosa será empregada na determinação do fluxo desses gases em solos de áreas de floresta primária não perturbada, floresta secundária, pastagem e agricultura na região da Amazônia Oriental. Métodos computacionais e estatísticos serão utilizados para análise e integração do conjunto de dados. Os resultados esperados com o desenvolvimento deste projeto de pesquisa serão disseminados em eventos científicos e na forma de artigo científico a ser apresentado para publicação em periódico científico com corpo editorial. (AU)

Resumo

Considerando que o mecanismo de compensação de Reserva Legal (RL) via mercado de Cotas de Reserva Ambiental (CRA) deve prevalecer devido ao menor custo e à grande oferta de áreas passíveis de emitir CRA, a localização destas áreas de acordo com o banco de dados atualizado do SICAR-SP e a priorização para alocação das compensações de acordo com aspectos ecológicos (conservação da biodiversidade, conectividade na paisagem, adicionalidade de proteção), hidrológicos (manutenção ou incremento na quantidade e qualidade de água em bacias prioritárias), sociais (identificação de remanescentes em pequenas propriedades rurais com vegetação nativa desprotegida) e econômicos são demandas prementes para munir os gestores públicos com um banco de dados consistente para consulta pública das áreas disponíveis para compensação de RL no estado de São Paulo. (AU)

Resumo

O bolsista estará envolvido no preparo dos extratos brutos das espécies Stizophyllum perforatum, Adenocalymma axillarum, Amphilophium elongatum, Fridericia florida, Fridericia craterophora, Anacardium othonianum, A. occidentale e A. humile. Preparo de placas para Cromatografia em Camada Delgada Preparativa (CCDP); Preparo de soluções, Preparo de reveladores para Cromatografia em Camada Delgada; Gerenciamento dos equipamentos do Laboratório de Produtos Naturais tais como: rotaevaporadores, banho de refrigeração e banho de ultrasom; recebimento, estocagem e controle de reagentes e solventes; Treinamento na operação do Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência; Treinamento no ensaio leishmanicida. (AU)

Resumo

O Rio Amazonas é um rio ativo de grande porte com um sistema fluvial complexo e com modelos de evolução controversos. O estudo de interpretação de elementos arquiteturais e análises de fácies podem auxiliar no entendimento de grandes rios e contribuir para os modelos de evolução da Bacia Amazônica. Há diversos trabalhos que comparam rios ativos com o registro geológico, porém há uma escassez de dados coletados em rios ativos de grande porte. Com objetivo de tornar mais eficaz a interpretação de grandes depósitos fluviais ativos e compará-los com rochas sedimentares de ambiente fluvial do passado, foram introduzidos métodos geofísicos que permitem analisar de maneira indireta a subsuperfície das barras e do canal ativo. A aplicação de equipamentos de sísmica rasa (BOMMER, CHIRP e PES - Parametric Echo Sound) e GPR (Ground Penetrating Radar) possuem funções diferentes e permitem identificar desde pequenas estruturas sedimentares recentes e até estruturas maiores, em maior profundidade (isso depende da frequência em que cada equipamento opera). Porém, os dados obtidos por tais equipamentos precisam passar por um processamento antes de poderem ser interpretados, assim este projeto busca aprimorar essa etapa com o uso de softwares adequados para cada equipamento e determinar qual o melhor instrumento para cada tipo de investigação. (AU)

Resumo

O projeto consiste em viagens a campo e coletas da flora da biota Amazônica. Após estas coletas o material será levado para laboratório o qual será preparado para as análises genéticas. Irão ser feitas extrações de DNA, todas as amostras serão amplificadas. Após a amplificação e purificação das regiões de interesse, o produto purificado deverá ser preparado para envio para o sequenciamento. (AU)

Resumo

O petróleo é um produto composto, que além de muito importante economicamente, se destaca também pelo seu potencial poluidor, através contaminação de solo e água, sendo um desafio para o saneamento ambiental. Uma alternativa para a remoção desses compostos é a biorremediação, que consiste em biotransformá-los em compostos menos tóxicos e em alguns casos sem toxicidade. Assim, a caracterização de microrganismos capazes de degradar estes compostos tóxicos mostra-se importante para o tratamento dos resíduos industriais gerados. Em projeto anterior realizado em nosso laboratório, foi possível isolar e identificar 10 microrganismos provenientes de compostagem que apresentaram capacidade de crescer em presença de n-hexadecano, um hidrocarboneto linear. Os isolados foram identificados como Aquamicrobium sp (MTZ026 e 027), Bacillus shackletonii (MTZ094), Gordonia sp. (MTZ041, 052, 053, 055 e 056) e Gordonia sihwensis (MTZ095 e 096). É importante destacar que nenhum destes microrganismos possui descrição de patogenicidade, característica desejável para utilização de um organismo como biorremediador. Assim, este projeto visa padronizar e comparar dois testes fenotípicos para avaliar a capacidade de estes isolados degradarem hidrocarbonetos. O primeiro método fenotípico, denominado como Dupla Camada consiste em verter o meio semi-sólido contendo o hidrocarboneto em estudo sobre uma camada de meio sólido para em seguida semear os microrganismos. A degradação do composto pelo microrganismo será observada pela presença de um halo transparente ao redor da colônia bacteriana. O segundo método a ser aplicado, o ensaio de 2,6-diclorofenol indofenol (2,6-DCPIP), consistirá no uso de um indicador de oxi-redução que detecta a oxidação do NADH em NAD+, reação esta que se encontra relacionada à degradação de hidrocarbonetos em bactérias. Além disso, será verificada a presença dos genes que codificam para alcano-1-monooxigenases, citocromo P450 (subfamília CYP153) e dioxigenases, descritos como os principais responsáveis pela degradação inicial de hidrocarbonetos, por PCR utilizando oligonucleotídeos degenerados já descritos pela literatura. A cepa de referência M. vanbaalenii PYR1 DSM7251 será utilizada como controle positivo dos testes. A padronização dos testes fenotípicos será útil para triagem de bancos de isolados, buscando identificar microrganismos candidatos à aplicação biotecnológica. Cabe ressaltar que nosso grupo de pesquisas participa como colaborador no Projeto Temático FAPESP no. 2011/508706 intitulado "Estudo da diversidade microbiana do Parque Zoológico do Estado de São Paulo" o qual tem o objetivo geral de coletar, analisar e prospectar dados moleculares de três microbiomas: compostagem, lago e fezes de macacos bugios. Desde então, investiga microrganismos com capacidade de degradar hidrocarbonetos provenientes do processo de compostagem com o objetivo de selecionar pelo menos dois microrganismos com características de interesse para sequenciamento de seus genomas (nível draft) e após análise dos resultados por meio de técnicas de bioinformática, verificar a existência de possíveis produtos com aplicações biotecnológicas. A motivação em analisar a capacidade de degradação de hidrocarbonetos a partir de microrganismos provenientes de compostagem se deu pela particularidade da Unidade de Produção de Composto Orgânico (UPCO) da Fundação Parque Zoológico de São Paulo (FPZSP), que processa matéria orgânica de várias origens como: excremento de aproximadamente 3.500 animais, carcaças, sedimentos de água do lago, restos de cama de animais, resíduos alimentares, resíduos de poda dos jardins do parque e restos vegetais. Diante destes dados e sabendo que o processo de compostagem ocorre predominantemente pela ação dos microrganismos residentes, espera-se que este nicho ecológico tenha microrganismos com capacidade de degradar os mais diversos compostos, incluindo os hidrocarbonetos. (AU)

Resumo

Em cada um dos três anos que ocorrer campanhas de campo selecionarei dois bolsistas de TT3 que auxiliarão nas expedições de campo, atividades de laboratório, inclusão de dados no SinBIOTA e inclusão dos exemplares coletados na coleção Científica DZSJRP. Um dos bolsistas atuará junto à equipe da UNESP-S. J. do Rio Preto, sob a supervisão da Profa. Dra. Denise de C. Rossa Feres, membro da equipe de pesquisadores do projeto. Enquanto o outro bolsista atuará junto à equipe da UFSCar-campus Sorocaba, sob minha supervisão. Considerando a abrangência das regiões que serão amostradas (Figura 1) e o número de dias (63 por ano) para as pesquisas de campo em cada região, julgo pertinente a necessidade de apoio técnico para ambas as equipes. (AU)

Resumo

O projeto tem como objetivo a divulgação das ações do Projeto ECOFOR no em sua região de atuação no estado de São Paulo. A divulgação ocorrerá nos jornais das cidades onde as pesquisas de campo ocorrem, por um site a ser criado e alimentado pelo bolsista, pelo Facebook, que também será alimentado com textos do jornalista, e através de folders elaborados em parceria com os pesquisadores e distribuídos nas propriedades visitadas pelos mesmos. Com isso, espera-se que o conhecimento sobre o ECOFOR nas comunidades envolvidas aumente, despertando o interesse pela área de estudo e a consciência sobre os temas abordados (AU)

Resumo

Como uma demanda dos gestores públicos responsáveis pela homologação dos Projetos de Recomposição de Áreas Degradadas e Alteradas - PRADAs no Estado de São Paulo, o presente projeto buscará identificar, mapear e quantificar áreas para compensação de Reserva Legal (RL) no estado, em decorrência da legislação federal (Lei Federal 12.651/2012) e estadual (Lei 15.684/2015, Decreto 61.792/2016 e Resolução Conjunta SMA/SAA-1/2016), bem como testar a utilização de um protótipo de ferramenta automatizada de consulta a informações georreferenciadas, a fim de contribuir para o protagonismo do estado no desenvolvimento e aplicação de metodologia para a efetivação do cumprimento do Novo Código Florestal. (AU)

Resumo

O presente trabalho pretende realizar a auditoria e padronização das informações que vem sendo coletadas durante inventários florestais em parcelas permanentes implantadas pelo Projeto "Biota/FAPESP - Gradiente Funcional" (2003/12595-7) em 2004, e monitoradas pelo projeto ECOFOR - NERC/FAPESP (2012/51872-5), permitindo, assim a inserção dessas informações na base internacional de dados ForestPlots.Net. Serão utilizados dados que estão sendo coletados pelo projeto ECOFOR (2012/51872-6) em estudo conduzido no estado de São Paulo, em seis parcelas localizadas nos núcleos Santa Virgínia e Cunha do Parque Estadual da Serra do Mar (PESM). Todos os dados levantados no campo serão checados e as informações já digitalizadas serão padronizadas, sendo as informações nelas contidas, convertidas em códigos reconhecidos pela base ForestPlot.Net. Visando ainda um entendimento completo do processo, atividades de inventário florestal realizadas dentro do projeto serão acompanhadas, permitindo assim uma vivência de todas as etapas da produção e tratamento dos dados de monitoramento de carbono em florestas tropicais. (AU)

1.264 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s)
Marcar todos desta pagina | Limpar seleção