site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
1.181 resultado(s)
|

Determinação de macronutrientes foliares (N,P,K,Ca e mg) em espécies não arbóreas do cerrado sensu stricto

Processo:16/09445-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Davi Rodrigo Rossatto
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/18049-6 - Diversidade de estratégias ecofisiológicas em comunidades herbáceas de cerrado sensu stricto: um estudo de caso envolvendo distintas condições ambientais, AP.BTA.JP
Assunto(s):Ecofisiologia vegetalFósforoNitrogênioCerrado
Resumo
A presente proposta foca na determinação de nutrientes foliares em espécies não arbóreas do cerrado na Estação Ecológica de Assis (Assis - SP) e Reserva Ecológica do IBGE (Brasília - DF) A bolsista irá se dedicar ao preparo de amostras em laboratório para determinação de nutrientes foliares (N, P, K, Ca e Mg) utilizando técnicas tradicionais. Esses dados serão utilizados para compreender estratégias nutricionais foliares de plantas não arbóreas do cerrado típico. (AU)

Biogeografia de Selenastraceae (Chlorophyceae, Sphaeropleales): cosmopolitismo e padrão de distribuição sob a luz da sistemática molecular

Processo:16/07089-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Armando Augusto Henriques Vieira
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50054-4 - Biodiversidade de microalgas de água doce: banco de germoplasma e obtenção de marcadores moleculares das espécies criopreservadas, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Biogeografia
Resumo
A hipótese de Baas-Becking (1934) tem corroborado com a visão cosmopolita de distribuição dos microrganismos há décadas, dizendo que todos os organismos estão em todos os ambientes, sendo o meio responsável pela seleção dos mesmos. Embora estudos de biodiversidade tragam informações sobre a ocorrência dos taxa compreendidos nos diversos grupos fitoplanctônicos existentes na natureza, estudos sobre a dispersão e distribuição das algas verdes cocóides são inexistentes neste extenso grupo de algas. A família Selenastraceae, abundante nos mais diversos cursos d'agua, é considerada com distribuição cosmopolita e ocorrência nas mais diversas regiões climáticas: dos trópicos até próximo dos ciclos polares. O objetivo principal deste estudo é obter dados sobre a distribuição dos gêneros que estão molecularmente definidos dentro de Selenastraceae, como Selenastrum, Messastrum, Kirchneriella e Raphidocelis e empregar o marcador molecular ITS para delimitar cepas de uma mesma espécie e a sua distribuição no globo. (AU)

Composição e abundância de larvas de lepidópteros associadas à Piper spp. (Piperales: Piperaceae) na Mata de Santa Genebra, SP

Processo:16/01380-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:André Victor Lucci Freitas
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50316-7 - Dimensões US-BIOTA São Paulo: diversidade de interações multi-troficas quimicamente mediadas em gradientes nos trópicos, AP.BTA.TEM
Assunto(s):PiperLepidopteraAnimais herbívorosLagartas
Resumo
Insetos herbívoros e suas plantas hospedeiras correspondem, juntos, a mais da metade de toda a riqueza de espécies conhecida. As interações entre estes é complexa e fundamental na manutenção de diversos processos ecológicos e evolutivos em comunidades naturais. Entre os insetos que apresentam hábito fitófago, os estágios imaturos de Lepidopteros (lagartas) são frequentes e, muitas vezes dominantes, em comunidades de insetos herbívoros. No entanto, a falta de dados empíricos, especialmente no que se refere à estrutura de comunidades de insetos herbívoros, tem impossibilitado a compreensão e o estabelecimento de padrões gerais de especificidade e riqueza. Assim, este projeto apresenta como principais objetivos verificar a composição e abundância de lagartas, e caracterizar quantitativamente a herbivoria, em duas espécies do gênero Piper (Piperales: Piperaceae), o qual é considerado como um modelo para estudos fitoquímicos, ecológicos e evolutivos. O trabalho será desenvolvido na "ARIE Mata de Santa Genebra" (Campinas, SP). Serão amostrados, arbitrariamente, 30 indivíduos de P. amalago e 30 indivíduos de P sp. 2. Destes, 15 para cada espécie serão utilizados para a coleta de dados de composição e abundância de larvas de Lepidoptera, e 15 serão utilizados para a quantificação da herbivoria foliar através de estimativas visuais. De modo geral e com base em outros estudos similares, espera-se como resultado a ocorrência de uma ou poucas espécies dominantes de lagartas, as quais correspondem a mais de 30% do total de indivíduos inventariados, e são encontradas durante a maior parte do ano. (AU)

Matrizes com informação macroecológica e ferramentas de análises para inferir a evolução de nicho em Staurozoa (Cnidaria)

Processo:16/04203-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Marques
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50242-5 - Dimensões da vida marinha: padrões e processos de diversificação em cnidários planctônicos e bentônicos, AP.BTA.TEM
Assunto(s):NichoEvolução animalCoelenterata
Resumo
Esta proposta tem por objetivo a capacitação técnica em métodos de elaboração de matrizes de dados de variáveis macroecológicas a partir de bases de dados on-line e registros da literatura, para posterior análise evolutiva. O técnico compilará registros de variáveis bióticas, climáticas e geofísicas de espécies da classe Staurozoa e, posteriormente, realizará análises evolutivas. As atividades permitirão a familiarização com processos de busca da informação e preparação das matrizes de dados. Nossa expectativa é recolher a informação de pelo menos 4 variáveis macroecológicas e inferira dinâmica evolutiva do nicho da classe Staurozoa. Essas informações e estudos são fundamentais para proposição de hipóteses de diversificação do grupo, objetivos estes inseridos no projeto temático "Dimensões da vida marinha: padrões e processos de diversificação em cnidários planctônicos e bentônicos" (FAPESP 2011/50242-5). (AU)

Filogeografia comparada, filogenia, modelagem paleoclimática e taxonomia de répteis e anfíbios neotropicais

Processo:15/26746-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência: 01 de março de 2016 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50146-6 - Filogeografia comparada, filogenia, modelagem paleoclimática e taxonomia de répteis e anfíbios neotropicais, AP.BTA.TEM
Assunto(s):RépteisAnfíbiosFilogeografiaFilogenia
Resumo
Este projeto visa dar continuidade e ampliar os horizontes da linha interdisciplinar de pesquisa do laboratório de Herpetologia voltada para o estudo da sistemática e da evolução da herpetofauna neotropical e da biogeografia histórica de répteis, anfíbios e pequenos mamíferos neotropicais. De modo a agilizarmos a coleta de dados moleculares do projeto é indispensável contarmos com um bolsista de apoio técnico com nível superior para nos auxiliar com os procedimentos de extração, amplificação e sequenciamento de DNA. De acordo com os objetivos do programa de Capacitação Técnica e do Projeto Temático, faz-se necessário um profissional com conhecimentos teóricos de Genética, Evolução e Biologia Molecular. A extração de DNA a partir de amostras de fígado e músculo, congeladas ou preservadas em etanol, será realizada através do protocolo de extração salina. A amplificação dos fragmentos gênicos do DNA mitocondrial e nuclear pela técnica de PCR (Polymerase Chain Reaction) seguirá as condições previamente padronizadas pelos pesquisadores. Os produtos da amplificação serão caracterizados em gel de agarose 2% e os produtos individuais de PCR serão purificados com Shrimp Alkaline Phosphatase (SAP, 1u/ml) e Exonuclease I (10 u/ml) e a reação de seqüenciamento será feita com o kit BigDye Mix Terminator (Perkin Elmer). Os fragmentos de fita dupla serão seqüenciados utilizando-se o sistema "Perkin Elmer ABI PRISM Dye Terminator Cycle Sequencing Ready Reaction" (PE Applied Biosystems). Os procedimentos básicos a serem desenvolvidos estão apresentados na parte metodológica do projeto. Os registros de todo o material coletado durante o projeto será inserido no programa SINBIOTA. Além disso, serão inseridos os dados obtidos durante 12 campanhas de amostragem realizadas sob minha coordenação em projeto patrocinado por FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS. Estas correspondem a excelentes coleções de répteis, anfíbios, aves e mamíferos obtidas em 8 localidades (quatro delas foram amostradas no período úmido e seco) ao longo de um transecto latitudinal da Mata Atlântica dos Estados de São Paulo e Paraná. Os dados serão extraídos de nossos relatórios e conferidos com a numeração correspondente do Museu de Zoologia da USP. (AU)

Sistemática do raro gênero Stylochaeta (Gastrotricha:Dasydytidae) no Brasil

Processo:15/25066-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:André Rinaldo Senna Garraffoni
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/23856-0 - Reconstrução filogenética de Gastrotricha baseada em dados moleculares e morfológicos, AP.BTA.JP
Assunto(s):Água doceFilogenia
Resumo
Gastrotricha são microinvertebrados aquáticos (com menos de 1 mm) e importantes componentes do bentos e fitofauna de habitats de agua doce e marinho. Apesar do grande número de populações em distintos ambientes, este táxon não é muito estudado, possivelmente pelo seu diminuto tamanho e fragilidade de seus corpos, o que torna seu estudo difícil. O táxon é composto por mais de 750 espécies, tradicionalmente dividido em duas ordens Chaetonotida (majoritariamente de água doce) e Macrodasyida (majoritariamente marinha). O gênero Stylochaeta (Chaetonotida: Dasydytidae) possui apenas 4 espécies descritas e todas para a Europa. Durante coletas em lagos urbanos na cidade de Paulína (SP) foi encontrado vários espécimes desse gênero. Dessa forma, o presente projeto pretende realizar a descrição desta espécie, provavelmente nova, além de construir uma hipótese filogenética para o gênero (AU)

Genes funcionais do ciclo biogeoquímico do metano em áreas de floresta e pastagem na Amazônia

Processo:15/23758-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Tsai Siu Mui
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50320-4 - Dimensões US-BIOTA - São Paulo: pesquisa colaborativa: integrando as dimensões da biodiversidade microbiana ao longo de áreas de alteração do uso da terra em florestas tropicais, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Microbiologia do soloEcologia microbiana
Resumo
A Bacia Amazônica é recoberta pela maior floresta tropical existente, na qual aproximadamente 15% de sua cobertura original foi substituída por áreas destinadas a suprir a crescente demanda mundial por alimentos, em um processo que altera as propriedades físicas, químicas e biológicas originais do solo. A diversidade do solo é constituída principalmente por microrganismos dos domínios Archaea e Bacteria, necessários ao funcionamento dos ecossistemas terrestres pelo seu papel na ciclagem de nutrientes e nos ciclos biogeoquímicos. Contudo, esses respondem rapidamente ao processos de mudança de uso do solo, de forma a constituir uma importante ferramenta para a análise da qualidade do ambiente e propiciar parâmetros comparativos entre os mesmos. Nesse sentido, o uso antrópico do solo tem o potencial de alterar o fluxo de gases do solo pelo seu efeito na estrutura e funcionamento da microbiota, incluindo a associada ao ciclo biogeoquímico do metano (CH4), o segundo mais importante gás do efeito estufa. O intercâmbio de metano do solo com a atmosfera e, consequentemente, a sua quantidade na mesma, é regulado por microrganismos metanogênicos, arquéias produtoras de metano; e metanotróficos, bactérias consumidoras desse mesmo gás, de modo que os dois grupos diferenciam-se de acordo com suas características ecológicas e bioquímicas únicas. Dentro desse contexto, a técnica de PCR quantitativo em tempo-real (qPCR), que permite o cálculo da quantidade inicial de genes de interesse em amostras ambientais, pode ser utilizada para detectar e quantificar as comunidades de Archaea e Bacteria do solo, assim como especificamente seus representantes metanogênicos, pela análise do gene mcrA, e metanotróficos, pelos genes pmoA e mmoX, respectivamente. Portanto, objetivo do projeto de pesquisa é determinar o efeito do uso do solo sobre a abundância de comunidades de Archaea e Bacteria, com ênfase em genes funcionais associados ao ciclo biogeoquímico do metano, em áreas sob diferentes usos no estado do Pará, na Amazônia Oriental. (AU)

Auxílio na organização de acervos de coleções científicas de anfíbios e inserção de dados referentes s coletas, no Sistema de Informação Ambiental do Programa BIOTA/FAPESP

Processo:16/00758-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Célio Fernando Baptista Haddad
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50741-7 - Diversidade e conservação dos anfíbios brasileiros, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Herpetologia
Resumo
O bolsista de treinamento técnico (Nível III)deverá realizar trabalho de organização e manutenção da coleção CFBH de anfíbios (exemplares pós-metamórficos, larvas, desovas e amostras de tecidos). Caberá ao bolsista tanto a organização dos exemplares como revisão das planilhas de tombo que estão sendo digitalizadas neste período final do projeto. Além disso, o bolsista ajudará na organização do banco de imagens de exemplares e na elaboração de um banco online de dados da coleção de anfíbios. (AU)

Levantamento do gênero Heterolepipoderma (Gastrotricha: Chaetonotida: Chaetonotidae) nos Estados de Minas Gerais e São Paulo

Processo:15/24943-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de janeiro de 2016 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:André Rinaldo Senna Garraffoni
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/23856-0 - Reconstrução filogenética de Gastrotricha baseada em dados moleculares e morfológicos, AP.BTA.JP
Assunto(s):Água doceMeiofaunaSistemática
Resumo
Gastrotricha são microinvertebrados aquáticos (com menos de 1 mm) e importantes componentes do bentos e fitofauna de habitats de agua doce e marinho. Apesar do grande número de populações em distintos ambientes, este táxon não é muito estudado, possivelmente pelo seu diminuto tamanho e fragilidade de seus corpos, o que torna seu estudo difícil. O táxon é composto por mais de 750 espécies, tradicionalmente dividido em duas ordens Chaetonotida (majoritariamente de água doce) e Macrodasyida (majoritariamente marinha). Com relação aos Chaetonotida, a família mais especiosa é Chaetonotidae, a qual engloba cerca de metade das espécies descritas distribuidas em 14 gêneros distintos. O gênero Heterolepidoderma Remane, 1927 é caracterizado por ter o corpo revestido dorsolateralmente por várias fileiras de pequenas escamas alongadas portadoras de uma quilha mediana. Apesar deste gênero apresentar uma ampla distribuição mundial a diversidade deste táxon ainda é pouco conhecida haja visto que o número de espécies formalmente descritas é bastante reduzido quando comparado a outros gêneros da família. A partir disso, o presente projeto tem como objetivo revisar e investigar as espécies pertencentes ao gênero Heterolepidoderma encontradas em Minas Gerais e São Paulo. Para que sejam triados vivos, todo o material será processado dentro de, no máximo, uma semana. Tal procedimento é essencial para a obtenção de espécimes em ótimas condições. Serão utilizadas micropipetas para fazer a transferência dos espécimes triados para montagem das laminas permanentes após tratamento em solução de 10% glicerina-formol e a lamínula, que, posteriormente serão vedadas com esmalte de unha. Também será empregada a técnica de microscopia eletrônica de varredura para um melhor detalhamento das características morfológicas externas (AU)

Testes de novos primers para amplificação do gene rbcL em Chlorophyta

Processo:15/19263-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de janeiro de 2016 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Armando Augusto Henriques Vieira
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50054-4 - Biodiversidade de microalgas de água doce: banco de germoplasma e obtenção de marcadores moleculares das espécies criopreservadas, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Água doceChlorophyta
Resumo
O gene rbcL tem sido amplamente utilizado para filogenia de algas verdes, além de ser um dos marcadores potenciais para DNA barcoding nessas algas. No entanto, para a amplificação completa do rbcL muitos trabalhos utilizam combinações de vários primers, e mesmo para fragmentos do gene, falhas nas amplificações podem ocorrer devido à presença de íntrons. A partir de sequências de rbcL obtidas no Genbank e de sequências obtidas em outros trabalhos dentro do projeto temático, foram desenhados primers degenerados de modo a aumentar a cobertura/universalidade dos marcadores e evitar regiões com íntrons (regiões a serem testadas como DNA-barcoding) ou para facilitar amplificação dos íntrons e, consequente, a obtenção do gene completo (para análises filogenéticas). O objetivo deste projeto será testar 7 novos primers, além de um par de primers já descrito na literatura, em microalgas de 3 classes de Chlorophyta. Além disso, após a escolha dos primers com maior universalidade dentro do grupo, pretende-se testá-los em outras microalgas da família Selenastraceae (Chlorophyceae, Chlorophyta) para obtenção de sequências que auxiliarão nos projetos de filogenia e DNA barcoding já em andamento no projeto temático. (AU)
1.181 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP