Busca avançada

X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
1.212 resultado(s)
|
Resumo

Em cada um dos três anos que ocorrer campanhas de campo selecionarei dois bolsistas de TT3 que auxiliarão nas expedições de campo, atividades de laboratório, inclusão de dados no SinBIOTA e inclusão dos exemplares coletados na coleção Científica DZSJRP. Um dos bolsistas atuará junto à equipe da UNESP-S. J. do Rio Preto, sob a supervisão da Profa. Dra. Denise de C. Rossa Feres, membro da equipe de pesquisadores do projeto. Enquanto o outro bolsista atuará junto à equipe da UFSCar-campus Sorocaba, sob minha supervisão. Considerando a abrangência das regiões que serão amostradas (Figura 1) e o número de dias (63 por ano) para as pesquisas de campo em cada região, julgo pertinente a necessidade de apoio técnico para ambas as equipes. (AU)

Resumo

Em cada um dos três anos que ocorrer campanhas de campo selecionarei dois bolsistas de TT3 que auxiliarão nas expedições de campo, atividades de laboratório, inclusão de dados no SinBIOTA e inclusão dos exemplares coletados na coleção Científica DZSJRP. Um dos bolsistas atuará junto à equipe da UNESP-S. J. do Rio Preto, sob a supervisão da Profa. Dra. Denise de C. Rossa Feres, membro da equipe de pesquisadores do projeto. Enquanto o outro bolsista atuará junto à equipe da UFSCar-campus Sorocaba, sob minha supervisão. Considerando a abrangência das regiões que serão amostradas (Figura 1) e o número de dias (63 por ano) para as pesquisas de campo em cada região, julgo pertinente a necessidade de apoio técnico para ambas as equipes. (AU)

Resumo

Este projeto tem como foco o desenvolvimento de um código computacional para a análise da conformação, e configuração de sistemas moleculares quirais em solução, utilizando dicroísmo circular vibracional (VCD). O programa será utilizado como instrumento para melhorar a aplicabilidade do VCD em um contexto industrial. Para isto, utilizaremos novos métodos computacionais baseados numa metodologia DFT de sub-sistemas. Com um consequente aumento da velocidade destes cálculos, ampliaremos as possibilidades de estudo para sistemas com números maiores de átomos. Também desenvolveremos uma interface gráfica que facilitará uma rápida e objetiva interpretação de espectros VCD. Em trabalhos experimentais, várias metodologias, como a ressonância aumentada VCD, têm sido reportadas de forma a ampliar a intensidade do sinal VCD, sendo este um requerimento para reduzir o tempo de medida e assim possibilitar o monitoramento de processos químicos. No presente estudo, utilizaremos estes métodos de forma a criar instrumentos de valor prático através da implementação de expressões apropriadas em um código computacional. Descrições teóricas atuais ainda negligenciam detalhes vibracionais. Aqui, nós usaremos teoria de resposta para um diferente e mais completo método de descrever VCD, levando em conta estas estruturas vibracionais. (AU)

Resumo

Chaves interativas são fundamentais para a identificação dos espécimes por não-especialistas. Estas chaves são baseadas em um conjunto de critérios de diferenciação que nos permitem combinar materiais de diferentes espécies de seus nomes científicos precisos. Alguns pacotes de software já estão disponíveis para a identificação dos táxons com chaves interativas. Infelizmente, no entanto, a maioria destes não está livremente disponível, exigindo que os desenvolvedores e usuários a comprar licenças caras, tornando seu uso proibitivo. Outros pacotes de software executado em servidores remotos, o que pode causar problemas de desempenho. Este colega da área técnica irá desenvolver um sistema online que permitirá aos desenvolvedores chaves interativas construídas para taxa selecionado, e os usuários de usar livremente as chaves de identificação para identificar a taxa de juros. Usaremos a família Bignoniaceae planta como um primeiro grupo-modelo A Fellow vai construir em uma versão existente de um sistema desenvolvido no Biocomp (Centro de Investigação em Biodiversidade e Computing, POLI-USP). (AU)

Resumo

A região costeira vem sofrendo pressões de diferentes origens, tipos e magnitudes quecomprometem serviços ambientais e levam a perda de qualidade de vida da população quedepende direta ou indiretamente de seus recursos. O gerenciamento costeiro tem como metaintegrar interesses econômicos, sociais e ambientais e buscar a sustentabilidade desta região.Entretanto, a tomada de decisão recai sobre a necessidade de um entendimento amplo e aomesmo tempo profundo do sistema a ser manejado, como preconiza a Agenda 21, integraçãode conhecimento inexistente na costa brasileira. Neste sentido este projeto tem como objetivorealizar uma pesquisa efetivamente integrada e orientada por esta demanda para entendercomo uma região costeira funciona em termos sistêmicos, considerando processos físicos,biológicos e sociais, como circulação, transporte de sedimentos, interações tróficas, fluxos dematéria e energia, produção e dinâmica pesqueira, entre outros temas. Adicionalmente, esteestudo irá caracterizar os serviços ambientais prestados por este ambiente, incluindo oseconômicos e não econômicos bem como os diretos e indiretos, com destaque para aquelesderivados da biodiversidade marinha, e avaliar a importância socioeconômica da região. Porfim, pretende elaborar, participativamente, propostas de ação visando a sustentabilidade daregião. Como estratégia de execução este projeto considerará a baía do Araçá como modelo deestudo que poderá ser transposto para outras regiões. A obtenção e a análise desses dados deforma simultânea, por tipo de habitat, permitirá investigar essa região sob uma óticaintegrada, ou seja, as questões relacionadas com o estado atual da área e sua importânciaecológica, social, econômica e política, permitindo um diálogo entre ciência e tomadores dedecisão. A complexidade do tema demanda, portanto, que o projeto seja estruturado emmódulos de estudo: 1- Sistema Planctônico; 2- Sistema Nectônico; 3- Sistema Bentônico; 4-Sistema Manguezal; 5- Hidrodinâmica; 6- Dinâmica Sedimentar; 7- Interações Tróficas; 8-Diagnóstico Pesqueiro; 9- Identificação e Valoração dos Serviços Ecossistêmicos; 10- GestãoIntegrada; e 11- Modelagem Ecológica. Esta proposta constitui-se ainda em uma iniciativa deintegração de diferentes áreas do conhecimento, pesquisadores e instituições de ensino epesquisa, estratégica para formação de recursos humanos, produção de conhecimento eampliação da competência do Estado de São Paulo para estudos em biodiversidade,conservação e gestão marinha (AU)

Resumo

Iremos avaliar a atual distribuição de habitats, vegetação e estrutura de superfície (geomorfologia) da Bacia Amazônica, e suas relações com os processos evolutivos e geológicos subjacentes, desde o presente até o passado antigo. A pesquisa irá empregar conjuntos de dados integrados a partir de satélites em órbita da Terra e sensores aerotransportados, para gerar conjuntos de dados ecológicos complexos e inovadores. Estes dados serão então combinados com conjuntos de dados ecológicos e filogeográficos locais e regionais, para melhor entender os processos que deram origem à biodiversidade amazônica moderna, e prever padrões futuros. Os dados também serão combinados com informações sobre ambientes passados, a fim de explorar padrões de endemismo em espécies taxonômicas e filogenéticas, e mudanças nas linhagens. Os resultados dessas análises terão um grande impacto sobre as interpretações da história evolutiva da Bacia Amazônica. (AU)

Resumo

A presente proposta foca na determinação de nutrientes foliares em espécies não arbóreas do cerrado na Estação Ecológica de Assis (Assis - SP) e Reserva Ecológica do IBGE (Brasília - DF) A bolsista irá se dedicar ao preparo de amostras em laboratório para determinação de nutrientes foliares (N, P, K, Ca e Mg) utilizando técnicas tradicionais. Esses dados serão utilizados para compreender estratégias nutricionais foliares de plantas não arbóreas do cerrado típico. (AU)

Resumo

A hipótese de Baas-Becking (1934) tem corroborado com a visão cosmopolita de distribuição dos microrganismos há décadas, dizendo que todos os organismos estão em todos os ambientes, sendo o meio responsável pela seleção dos mesmos. Embora estudos de biodiversidade tragam informações sobre a ocorrência dos taxa compreendidos nos diversos grupos fitoplanctônicos existentes na natureza, estudos sobre a dispersão e distribuição das algas verdes cocóides são inexistentes neste extenso grupo de algas. A família Selenastraceae, abundante nos mais diversos cursos d'agua, é considerada com distribuição cosmopolita e ocorrência nas mais diversas regiões climáticas: dos trópicos até próximo dos ciclos polares. O objetivo principal deste estudo é obter dados sobre a distribuição dos gêneros que estão molecularmente definidos dentro de Selenastraceae, como Selenastrum, Messastrum, Kirchneriella e Raphidocelis e empregar o marcador molecular ITS para delimitar cepas de uma mesma espécie e a sua distribuição no globo. (AU)

Resumo

O projeto de iniciação científica propõe uma análise das propriedades magnéticas de amostras de sedimento da Baía do Araçá. As amostras são provenientes de testemunhos já coletados para um Projeto Temático da FAPESP, que visa gerar um entendimento sistêmico da região. Dentro desta iniciativa foram perfis de suscetibilidade magnética em três diferentes frequências de alguns destes testemunhos, nos quais é possível observar variações em diferentes profundidades. Propõe-se o estudo da relação entre estas variações de suscetibilidade e outras propriedades magnéticas, e com atividades antrópicas e processos naturais na área. Utilizando um Micromagnetômetro serão determinadas a intensidade de campo na saturação (Ms), remanência (Mr), coercividade (Hc) e coercividade remanente (Hcr); sem causar a deterioração das amostras. Um susceptibilímetro com unidade de controle de temperatura será utilizado na determinação da temperatura de Curie (Tc) das amostras. Por conseguinte, os resultados serão submetidos à uma análise, com base em precedentes estabelecidos na literatura, visando caracterizar a composição, granulometria e estrutura de domínios magnéticos do material responsável pelas variações de susceptibilidade. As informações obtidas serão, por sua vez, interpretadas considerando fatores humanos e históricos da região, para determinar a existência de uma relação entre a presença de tal material e os processos antrópicos e permitir um entendimento mais aprofundado da região. (AU)

Resumo

Mytilidae é uma das maiores e mais diversas famílias de Bivalvia, representada pelos mexilhões, caracterizados pela concha inequilateral, heteromiária e pela retenção do bisso ao longo de toda a vida pós-metamorfose. Para o Brasil são registradas cerca de 24 espécies dessa família, com algumas delas sendo bem conhecidas por habitarem costões rochosos em grandes aglomerados. No entanto, os mitilídeos não estão restritos a águas rasas, ocorrendo também em maiores profundidades, como os Bathymodiolinae, habitantes de fontes hidrotermais e regiões abissais ricas em material em decomposição; são quimiosimbiontes cuja filogenia, taxonomia e anatomia ainda não são bem compreendidas. A partir de amostras de batimodiolíneos coletadas pelo Projeto BioSuOr, conchas e partes moles serão estudadas em detalhe, através de dissecções, microscopia eletrônica de varredura e cortes histológicos. Como até o momento nenhum Bathymodiolinae foi registrado para o Brasil, pretende-se, em um primeiro momento, contribuir para a taxonomia desse grupo, descrevendo possíveis espécies novas e/ou novas ocorrências. Diferentemente da costa, os conhecimentos da fauna de águas profundas do Brasil são ainda escassos, devido à falta de infraestrutura para coletas em regiões do fundo oceânico mais distantes. Portanto, com este Projeto de IC serão aproveitados os esforços de pesquisa já feitos pelo BioSuOr, avançando no conhecimento sobre a bioversidade brasileira. (AU)

1.212 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção