site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Auxílios à Pesquisa
Programas voltados a Temas Específicos
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
260 resultado(s)
|

Visita do professor Tomás a. Carlo para colaboração no projeto temático "Restauração Ecológica de Florestas Ciliares, de Florestas Nativas de Produção Econômica e de Fragmentos Florestais Degradados (em APP e RL)", e outros

Processo:16/00034-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 04 de abril de 2016 - 19 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ricardo Ribeiro Rodrigues
Beneficiário:
Pesquisador visitante: Tomas Ariel Carlo Joglar
Instituição do pesquisador visitante: Pennsylvania State University (Estados Unidos)
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50718-5 - Restauração ecológica de florestas ciliares, de florestas nativas de produção econômica e de fragmentos florestais degradados (em APP e RL), com base na ecologia de restauração de ecossistemas de referência, visando testar cientificamente os preceitos do Novo Código Florestal Brasileiro, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Restauração florestalDispersão de sementes
Resumo
Dr. Carlo tem conduzido pesquisas sobre a relação funcional entre frugívoros (animais que consomem frutos e são capazes de dispersar sementes) e comunidades vegetais por vinte anos. Carlo desenvolveu modelos espacialmente explícitos e testes empíricos de dispersão de sementes em paisagens heterogêneas. O trabalho do Dr. Carlo é altamente relevante para projetos de restauração, pois a maioria das sementes em florestas tropicais são dispersada por aves. Assim, a abordagem comportamental do Dr. Carlo e a consequente compreensão acerca do processo de dispersão das sementes pode ser importantes para os esforços de restauração que não visam apenas restaurar ambientes físicos, mas também as interações animais-plantas que os perpetuam. Muito do trabalho do Dr. Carlo tem se concentrado em fatores que predizem a chegada de sementes de espécies de plantas com base na presença de componentes estruturais e/ou densidade de recursos. Este conhecimento pode ser aplicado para resolver o problema prático de recuperação da biodiversidade nas regiões tropicais degradadas. Com a visita proposta, o nosso objetivo é trazer essa experiência para o nosso projeto, especialmente para os alunos nele envolvidos, e assim iniciar novas colaborações. (AU)

Integração da teoria de diferenças individuais consistentes em estudos ecológicos e evolutivos relacionados à mudança ambiental global e local

Processo:14/21804-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 14 de junho de 2015 - 27 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Alexander Turra
Beneficiário:
Pesquisador visitante: Ian Donald Mccarthy
Instituição do pesquisador visitante: Bangor University (País de Gales)
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50317-5 - Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Ecologia marinhaEcologia evolutivaImpactos ambientaisFisiologia animalCaranguejo
Resumo
O estudo das diferenças individuais consistentes (do inglês, CIDs) no desempenho comportamental e fisiológico é uma área de pesquisa crescente em biologia organismal. A seleção natural opera no nível do indivíduo e, portanto, a compreensão das forçantes de variação fenotípica individual e suas consequências para a aptidão dessas diferenças é uma vertente central da biologia evolutiva. Esta aplicação para PV tem como objetivo proporcionar uma oportunidade para ensinar, treinar e realizar pesquisas sobre CIDs no IOUSP e em outras universidades do estado de São Paulo por meio da colaboração do Dr. Ian McCarthy por 7,5 meses. Trabalhando com o Dr. Alexander Turra e seu laboratório, novas pesquisas serão realizadas e publicadas em CIDs considerando o desempenho fisiológico e comportamental de caranguejos ermitões (um modelo ideal para esse tipo de trabalho) e as consequências ecológicas e evolutivas dessas diferenças. Além disso, esta visita irá proporcionar oportunidades para (1) ensinar/treinar os alunos de pós-graduação no IOUSP e de outras universidades do estado de São Paulo sobre a teoria CIDs, (2) orientar os estudantes de pós-graduação e pesquisadores em início de carreira no IOUSP (através de conselhos sobre a investigação e publicação em Inglês em revistas internacionais) e (3) proporcionar oportunidades de networking para facilitar o desenvolvimento de atividades de pesquisa integrada para além da visita PV planejada e, assim, maximizar os benefícios obtidos com este auxílio. (AU)

Hidrodinâmica e dinâmica sedimentar na baia de Araçá (Canal de São Sebastião): processos atuais e mudanças recentes

Processo:15/00925-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 14 de abril de 2015 - 11 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Geológica
Pesquisador responsável:Javier Alcántara Carrio
Beneficiário:
Pesquisador visitante: Rui Pires de Matos Taborda
Instituição do pesquisador visitante: Universidade de Lisboa (Portugal)
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50317-5 - Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada, AP.BTA.TEM
Resumo
As atividades propostas durante a estadia do Dr. Rui Taborda correspondem ao fortalecimento da colaboração, já existente, entre os grupos de pesquisa da Universidade de Lisboa e do Instituto Oceanográfico (Universidade de São Paulo). Esta proposta inclui 2 atividades acadêmicas, correspondendo ao curso de pós-graduação "Mecânica do transporte sedimentar em ambientes costeiros e de plataforma" e uma palestra para estudantes do curso de Oceanografia. Além disso, sua estadia estará centrada na sua colaboração em alguns projetos de pesquisa em andamento. Assim, o Dr. Taborda colaborará na Hidrodinâmica (módulo 5) e Dinâmica Sedimentar (módulo 6) do projeto temático "Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada - BIOTA/FAPESP - Araçá", incluindo sua participação na coleta de testemunhos e amostras superficiais de sedimentos, estudos batimétricos, geomorfológicos, de calibração da modelagem da hidrodinâmica e a combinação de todos os resultados nos estudos de transporte de sedimentos. O Dr. Taborda também colaborará no projeto "Origem e Evolução da Cunha Sublitoral Progradante da Ilha de São Sebastião (FAPESP 2014/08295-2)" participando na campanha de coleta de sedimentos ao bordo do buque oceanográfico Alpha Delphini. (AU)

Ecologia de interações, ecologia comportamental e biologia molecular de formigas neotropicais

Processo:14/23141-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de março de 2015 - 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Moreira Carvalho de Oliveira
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia de interaçõesFormigasHymenopteraInteração planta-insetoCerrado
Resumo
Este projeto abrange as principais linhas de pesquisa desenvolvidas atualmente por nosso grupo na área de ecologia de interações, ecologia comportamental e biologia molecular, tendo formigas como nosso objeto de estudo focal. Estas linhas foram estabelecidas e ampliadas através de colaborações ativas com pesquisadores da UNICAMP, assim como de outras instituições brasileiras. A diversidade de pesquisas desenvolvidas por nosso grupo tem crescido bastante nos últimos anos, como comprovam nossos trabalhos recentes com grupos variados de colaboradores.Os estudos a serem desenvolvidos neste projeto estão distribuídos em quatro subprojetos pertencentes a três linhas amplas de investigação de nosso grupo. Nestes subprojetos estão incluídas teses de mestrado e doutorado desenvolvidas por alunos de nosso grupo junto à Pós-Graduação em Ecologia da UNICAMP. Dois subprojetos incluem colaborações ativas com grupos de pesquisa da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Rio Claro-SP) e da Universidade Estadual de Campinas.Os subprojetos são os seguintes:Parte I - Ecologia de interações formiga-plantaSubprojeto A - Interações entre formigas, flores e visitantes florais em vegetação de cerrado: Um estudo de caso com Byrsonima intermedia A. Juss. (Malpighiaceae)Subprojeto B - Dispersão secundária de sementes de Siparuna guianensis (Siparunaceae) por formigas em vegetação de cerradoParte II - Ecologia, comportamento e microbiologia de formigasSubprojeto C - Ecologia comportamental e microbiologia das formigas do grupo Atta (Formicidae: Myrmicinae)Parte III - Genética da paisagem em populações de formigas de cerradoSubprojeto D - Efeitos da paisagem na diversidade genética de formigas do cerrado: Um estudo comparativo entre Camponotus rufipes e C. renggeri. (AU)

Dinâmica do metabolismo dos metabólitos secundários de espécies de Asteraceae biologicamente ativas através de técnicas clássicas e atuais de espectrometria de massas e o potencial desenvolvimento de formulações tópicas para uso como antiinflamatório ou analgésico

Processo:14/20302-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2015 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:João Luis Callegari Lopes
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Assunto(s):AsteraceaeEspectrometria de massasVernonieaeMetabólitos secundáriosQuímica de produtos naturaisLychnophora ericoidesAnti-inflamatórios
Resumo
A história do desenvolvimento de fitoterápicos no país ainda apresenta nível de sucesso abaixo do esperado. Um dos únicos exemplos de sucesso foi o desenvolvimento de um medicamento a partir dos constituintes voláteis da erva baleeira (Cordia verbenacea). Isso só foi possível em virtude do sólido conhecimento científico em pesquisa básica previamente disponível na literatura e a dedicação inicial de pesquisadores que procuraram desenvolver em conjunto pesquisa básica e a aplicada. Seguindo esse modelo de associação entre pesquisa básica e aplicada a presente proposta pretende agregar pesquisadores das áreas de Fitoquímica, Farmacologia e Tecnologia Farmacêutica visando estudar plantas da família Asteraceae. Esta família compreende 17 tribos, dentre as quais está inserida a tribo Vernonieae que apresenta muitas espécies endêmicas do Brasil. Entre as espécies medicinais endêmicas do país destacam-se as do gênero Lychnophora (Vernonieae), conhecidas pelos nomes vulgares de "arnica-brasileira", "arnica-da-serra" e "falsa-arnica". Apresenta-se com acentuado micro endemismo aos complexos rupestres de altitude do cerrado brasileiro. Lychnophora ericoides é a espécie mais utilizada na medicina popular, dentro do gênero, na forma de extrato hidroalcoolico para tratamento de inflamações. Os óleos essenciais das folhas de L.ericoides apresentam uma grande diversidade de metabólitos secundários pertencentes à classe dos terpenos. A atividade destes óleos essenciais já foi observada em ensaios de avaliação do potencial acaricida e ainda sugerem ter a capacidade citotóxica frente a linhagens de células B16 de melanoma humano segundo os mais recentes ensaios realizados por nosso grupo de pesquisas e ainda não publicados. A literatura aponta uma ocorrência de derivados de bisabolanos em óleos essenciais de L. ericoides, sendo que dentre eles há ocorrência do a-bisabolol, um hidroxi-bisaboleno com estrutura ainda não totalmente elucidada, de amplo espectro bioativo. O presente projeto propõe a investigação dos teores destes compostos em cinco diferentes populações de Lychnophora que ocorrem em Minas Gerais e Goiás, além de outras espécies de Asteraceae que demonstrarem potencial em acúmulo de compostos com esqueleto bisabolano. Esta investigação fitoquímica visa determinar qual destas populações possui a maior capacidade biosintética de produzir em quantidade e diversidade estrutural estes sesquiterpenos. Portanto, para alcançarmos o sucesso esperado a equipe deverá trabalhar de forma integrada, com uma forte vocação para a pesquisa básica, mas na fase final pretende-se trabalhar um pouco mais com a pesquisa aplicada como mostra o esquema organizacional. Ao final pretende-se focar na publicação de artigos científicos de qualidade e a redação de ao menos uma documentação para solicitação de pedido de patente. (AU)
260 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP