site da FAPESP
 

Refine sua pesquisa

Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Bolsas
Programas voltados a Temas Específicos
Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
Programas de Infraestrutura de Pesquisa
Área do conhecimento
Situação
Ano de início
119.320 resultado(s)
|

Entre-culturas: escritas e conjunturas seiscentistas goesas nos manuscritos do fascículo 23 Vertenza COI chierici bramani do Archivium Romanum Societatis Iesu

Processo:16/19746-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de maio de 2017 - 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Outras Literaturas Vernáculas
Pesquisador responsável:Adma Fadul Muhana
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/15657-8 - Pensando Goa - uma peculiar biblioteca de língua portuguesa, AP.TEM
Assunto(s):ManuscritosImpério Português
Resumo
O presente projeto tem como finalidade levantar, selecionar e analisar os manuscritos goeses escritos em língua portuguesa e inventariados, num fascículo único, pelo Padre jesuíta Pio Pecchai, em 1938-39, num volume denominado Vertenze coi chierici bramani (1646) e conservado no Arquivo Geral Romano da Companhia de Jesus, conhecido como Archivium Romanum Societatis Iesu (ARSI). Goa, antiga colônia de Portugal na Índia passou mais de quatro séculos (1510-1961) sob o domínio colonial e constitui um espaço histórico-cultural privilegiado, colocado entre duas culturas (portuguesa e indiana), rico e desfiante. O projeto visa à criação de um corpus de fontes primárias que, mediante a realização de uma ficha de identificação, facilitará o acesso aos manuscritos em língua portuguesa inseridos no fascículo 23 Vertenze coi chierici bramani (1646), por parte de estudantes, professores e investigadores; simultanemanete, o seu estudo contribuirá para a recuperação da génese da memória literária e linguística vivida nesse contexto original entre-culturas. A adoção de um método de análise transparente e escrupuloso, no qual a competência da intercompreensão linguístico-cultural desempenha um papel fundamental, é a base deste trabalho. Pretende-se contribuir, assim, para a organização de um sector literário dedicado às origens da Literatura Goesa em português, recuperando e reintegrando o número de obras escritas por goeses em língua portuguesa e demonstrando que a ação de oposição ao regime colonial por parte dos nativos goeses afunda as suas raízes no século XVII. Inclui-se ainda no âmbito deste trabalho a preparação de uma edição das fontes identificadas acompanhadas por uma reprodução fac-similada ou digital. (AU)

Análogos gravitacionais em matéria condensada e o efeito Unruh

Processo:17/02368-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de maio de 2017 - 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:George Emanuel Avraam Matsas
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/09357-9 - Física e geometria do espaço-tempo, AP.TEM
Assunto(s):Matéria condensadaGravitaçãoEfeito Fulling-Davies-Unruh
Resumo
A gravitação semiclássica tem se notabilizado por predições surpreendentes sendo que os efeitos Hawking e Unruh estão entre os mais paradigmáticos da área. Pretendemos nessa IC dar os primeiros passos rumo ao estudo de análogos do efeito Unruh em matéria condensada. (AU)

Federalismo fiscal e desigualdade territorial no Brasil

Processo:16/23215-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Marta Teresa da Silva Arretche
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07616-7 - CEM - Centro de Estudos da Metrópole, AP.CEPID
Assunto(s):Federalismo fiscal
Resumo
Parte importante da literatura sobre federalismo fiscal assume que arranjos institucionais centralizados - que concentram no âmbito federal autoridade sobre tributação e gastos - criam garantias que servem aos propósitos da eficiência na provisão de serviços públicos e da redistribuição de recursos entre territórios. Na prática, arranjos fiscais centralizados podem adotar mecanismos ineficientes de redistribuição de recursos entre regiões. O objetivo deste projeto de pesquisa é problematizar essa questão. Tendo como referência o caso brasileiro, pretende-se analisar de que modo a alocação do gasto das políticas centralizadas afeta o potencial redistributivo do arranjo político fiscal adotado na Constituição de 1988. Para tanto, serão analisadas diferentes políticas centralizadas divididas entre aquelas constitucionais obrigatórias (FPM, FPE, FUNDEB e SUS), constitucionais não obrigatórias (FNO, FNE e FCO), interpessoais constitucionais (BPC) e interpessoais não constitucionais (PBF). Pretende-se, dessa forma, contribuir para uma compreensão mais adequada dos efeitos induzidos pelo federalismo brasileiro. (AU)

Regulação da angiogênese acoplada à osteogênese pelo leucotrieno B4 na condição de artrite

Processo:15/25271-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Rodrigo Cardoso de Oliveira
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru, SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular
Resumo
A angiogênese e a osteogênese são processos interligados durante o desenvolvimento do esqueleto. Células endoteliais e ósseas secretam vários mediadores que auxiliam na comunicação entre essas células para estabelecer a homeostase óssea adequada. O leucotrieno B4 (LTB4) é um fator de degradação óssea, secretado na artrite em condições inflamatórias por vários tipos de células, incluindo as células ósseas tais como, osteoblastos e osteoclastos. Embora a maior parte do conhecimento baseia-se na atividade de reabsorção óssea mediada por leucotrieno, o mecanismo de ação do LTB4 a partir de osteoblastos para conduzir a osteoclastogênese é desconhecido, especialmente a contribuição de células endoteliais. As células endoteliais expressam o receptor de LTB4 (BLT1), e a sua ligação aumenta a angiogênese mediada pelo Fator de Crescimento Endotelial Vascular (VEGF). VEGF é um fator secretado também conhecido por induzir a diferenciação de osteoblastos e a expressão do ligante do receptor do ativador do fator nuclear kappa B (RANKL), além de induzir diretamente a osteoclastogênese. Nossa hipótese é que VEGF endotelial pode ser um alvo para os LTB4 derivados das células ósseas para aumentar osteoclastogênese na condição de artrite reumatóide. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar o envolvimento do LTB4 na interligação entre as células endoteliais e células ósseas dependentes de VEGF durante esqueletogênese. Para isso, células endoteliais vasculares ósseas primárias serão tratadas com LTB4 e a expressão de VEGF será avaliada. Em seguida, o efeito direto ou indireto (dependente de osteoblastos) de VEGF secretado na osteoclastogênese será determinado. A contribuição de osteoblastos e osteoclastos como fonte de LTB4 para induzir a superexpressão de VEGF será também avaliada através de co-cultura. Os resultados de experimentos in vitro serão adicionalmente validados in vivo, usando um modelo animal de artrite. Após tratar os camundongos com artrite com o antagonista do receptor BLT1, os níveis de VEGF no vaso sanguíneo ósseo, os níveis do marcador de reabsorção óssea CTX e níveis de VEGF no soro serão quantificados. Estudando o novo papel do LTB4 na interligação entre células endoteliais e ósseas mediadas por VEGF poderá trazer novas perspectivas de alvos terapêuticos para a perda óssea em condições de artrite. (AU)

Medição embarcada do conjugado mecânico do motor sem escova para QuadRotor

Processo:16/21843-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Medidas Elétricas, Magnéticas e Eletrônicas, Instrumentação
Pesquisador responsável:André Carmona Hernandes
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Assunto(s):TorqueRotaçãoSistemas embarcadosMotor de aeronavesSensoresControle de aeronavesVelocidade
Resumo
Em aplicações de robótica aérea, há muito o uso de motores sem escovas como forma de atuação. Estudos da literatura sugerem que as equações dominantes desse tipo de atuação se assemelham as equações dominantes de um motor com escovas. Assim, a potência de saída desse sistema de atuação depende da velocidade de rotação do motor e da corrente que ele consome. Assim, medir essa velocidade e corrente em voo permite fazer uma estimativa da potência e, portanto, do consumo. Além disso, as informações adicionais podem ser utilizadas para controlar a aeronave. Esse projeto de iniciação busca desenvolver um sistema de medição embarcada do conjugado mecânico (compreendido pela velocidade de rotação e pelo torque), sendo a velocidade medida de forma direta e o torque de modo indireto pela corrente. Será utilizado um sensor ótico para a medida de rotação, usando um par de emissor-detector de infravermelho, e os testes do mesmo compreenderá em variar a distância de detecção e o tamanho da faixa reflexiva, a fim de encontrar algum ponto ótimo de operação. Para o amperímetro será comparado um resistor de referência com um amperímetro de efeito Hall. Ambos os novos sensores serão feitos em bancadas com instrumentos comerciais para fins de certificação e calibração do sistema. (AU)

Palinologia em espécies de Machaerium Pers. (Fabaceae) nativas de fragmentos florestais remanescentes da região noroeste do estado de São Paulo

Processo:16/25414-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Eduardo Custódio Gasparino
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal, SP, Brasil
Assunto(s):PalinologiaLeguminosaeMachaeriumPólen
Resumo
O estudo da morfologia dos grãos de pólen de 12 espécies do gênero Machaerium Pers. (Fabaceae) nativas em remanescentes florestais do noroeste paulista será realizado com o objetivo de caracterizar a morfologia das espécies e contribuir com dados que possam auxiliar na sua taxonomia, ampliando os conhecimentos sobre a diversidade polínica do gênero e fornecendo subsídios para a manutenção da biodiversidade nestes fragmentos. Os grãos de pólen serão acetolisados, medidos, descritos e fotografados sob microscopia de luz para obtenção de dados quantitativos e qualitativos, e quando necessário, serão realizadas fotografias sob microscopia eletrônica de varredura para observação da ornamentação da exina. Os dados qualitativos serão utilizados para descrição dos tipos polínicos, enquanto os dados quantitativos receberão tratamento estatístico ideal ao tamanho das amostras. (AU)

Análise de alterações induzidas por fator de crescimento no proteoma nuclear ao longo do ciclo celular de células tumorais de camundongo

Processo:16/24881-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Julia Pinheiro Chagas da Cunha
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/22619-7 - Alterações nucleares e na cromatina ao longo do ciclo celular e senescência de células de mamíferos, AP.JP
Assunto(s):Espectrometria de massasProteômicaHistonasEpigênese genéticaCiclo celular
Resumo
Apesar de ser um fator de crescimento, o fator de crescimento de fibroblastos (FGF) 2 apresenta atividades anti-proliferativas e anti-tumorais em alguns contextos. Na linhagem tumoral adrenocortical de camundongo (linhagem Y1), FGF-2 atrasa a progressão da fase S e bloqueia, permanentemente, as células na transição G2/M do ciclo celular, levando-as à senescência. Este projeto trata-se da continuação de um projeto de doutorado direto (2015/04867-4) (realizado por 1 ano e 8 meses) com bolsa orçamentária vinculada a Projeto Jovem Pesquisador (2011/22619-7) cujo objetivo é estudar a dinâmica de modificações pós traducionais (MPTs) em histonas induzidas por este fator de crescimento. Em resumo, verificamos que o tratamento com FGF-2 causa diminuição nos níveis de acetilação de H4K16. Como esta MPT está associada a dano/reparo de DNA, investigamos, por ensaios de COMETA, que células estimuladas com FGF-2 apresentam dano no DNA possivelmente devido a geração de bases oxidadas por estresse oxidativo. Como a mitocôndria é uma das principais fontes geradoras de Espécies Reativas de Oxigênio (ROS) e, abriga diversas sirtuinas (enzimas envolvidas com a desacetilação de proteínas), investigamos se o FGF-2 poderia induzir alterações mitocondriais que poderiam levar a aumento de ROS e, consequentemente, gerar dano no DNA. Entretanto, não observamos aumento de ROS citoplasmático ou mitocondrial após o estímulo com FGF-2. Além disso, análises do potencial de membrana mitocondrial (TRME) e da homeostase de cálcio (Fluo-4AM) não indicaram alterações importantes na mitocôndria. Paralelamente, verificamos, por PCR quantitativo, que os níveis de expressão da enzima MOF/KAT8, responsável pela acetilação de H4K16ac, estão significativamente diminuídos após o tratamento com FGF-2. Recentemente, analisamos globalmente, por espectrometria de massas, MPTs em histonas dessa linhagem e, confirmamos a diminuição nos níveis de acetilação em H4K16 e, identificamos que H3K4me3, um importante marcador transcricional, está também diminuido após estímulo. Estas análises sugerem que o estímulo por FGF-2 induz alterações na estrutura da cromatina o que, direta ou indiretamente, poderia afetar as taxas de transcrição. Pretendemos assim, na continuação deste projeto, estender estas análises proteômicas e analisar se o estímulo com FGF-2 está induzindo alterações globais na estrutura da cromatina e nos níveis transcricionais. Além disso, pretendemos gerar células Y1 em que a expressão da enzima MOF/KAT8 esteja aumentada, ou diminuída (por ensaios de shRNA) e avaliar se a presença de altos ou baixos níveis de H4K16ac podem: I. modular a ação citotóxica de FGF-2; II. Influenciar o reparo de DNA; III. Alterar as taxas globais de transcrição e estrutura da cromatina. Em suma, acreditamos que os resultados gerados por este projeto poderão, pela primera vez, descrever alterações em MPTs em histonas induzidas por FGF-2 e possibilitar o melhor entendimento das alterações fenotípicas, que podem ser dependentes de alterações epigenéticas. Além disso, este projeto poderá ajudar a elucidar como sinais extracelulares chegam até a cromatina. (AU)

Identificando habilidades para a atuação de psicólogos do SUAS durante a resposta a desastres

Processo:16/23747-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Maria de Jesus Dutra dos Reis
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Assunto(s):Análise do comportamentoDesastres ambientaisAssistência socialAssistentes sociaisPsicólogosTranstornos de estresse pós-traumáticos
Resumo
A Política Nacional de Defesa Civil define desastres como "resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem, sobre um cenário vulnerável, causando grave perturbação ao funcionamento de uma comunidade". Em situações de calamidade, a lei prevê que a Defesa Civil e o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) devem atuar conjuntamente, oferecendo proteção física, psicológica e social aos afetados. A literatura tem mostrado que as vítimas de um desastre podem desenvolver uma série de psicopatologias, tais como Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT), Transtorno de Estresse Agudo (TEA), depressão, entre outros. O TEPT é a psicopatologia mais recorrente no contexto de desastres. Os seus principais sintomas são: a re-experimentação do evento traumático, lembranças e pesadelos recorrentes, reações fisiológicas intensas e evitação. A atuação do psicólogo na resposta ao desastre é uma ferramenta fundamental para proteger a saúde mental dos afetados. Não obstante, o psicólogo deve ter um repertório específico de habilidades para atuar no contexto de desastre; uma atuação desprovida de evidências pode ser potencialmente danosa tanto para as vítimas como para o próprio profissional. Em função disto, Ricardo (2013) elaboraram um instrumento que tentou sistematizar as principais habilidades que o psicólogo deve apresentar para atuar de forma eficiente e eficaz na resposta aos desastres. Uma entrevista e a aplicação do instrumento foi realizada com 18 agentes e coordenadores da Defesa Civil e cinco (5) psicólogos do SUAS. O presente trabalho pretende replicar o trabalho de Ricardo (2013), ampliando número da amostra de profissionais de Psicologia investigados na amostra. O estudo pretende: (1) delinear o perfil dos psicólogos que atuam no SUAS; (2) avaliar as habilidades identificadas como importantes; (3) verificar se estes profissionais apresentam domínio sobre estas habilidades identificadas como importantes; (4) examinar o conhecimento sobre o TEPT e a percepção sobre a importância de identificar de forma precoce os fatores de risco para esse transtorno; (5) aferir se apresentam eles mesmos sintomas de TEPT. Serão selecionados profissionais de municípios do estado de São Paulo, que sofreram algum desastre relacionado à água entre os anos de 1995 e 2015, com mais de 30 desabrigados ou, pelo menos, um morto. As unidades de CRAS serão contatadas por e-mail e os psicólogos serão convidados a responder o questionário online. Os dados serão analisados utilizado estatísticas inferenciais e descritivas, as quais permitam: (1) identificar a formação do profissional psicólogo do SUAS; (2) identificar as habilidades de alta importância que sejam apontadas como de pouco domínio; (3) verificar se psicólogos que já atuaram em desastres possuem sintomas de TEPT. (AU)

Genotoxicidade e mutagenicidade de scaffolds a base de Poli(hidroxibutirato-co-valerato) (PHBV) e PHBV-apatita radiopaca (PHBV-La20OAP)

Processo:16/25025-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Ticiana Sidorenko de Oliveira Capote
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Assunto(s):BiomateriaisEngenharia tecidualRegeneração ósseaLantânioGenotoxicidade
Resumo
Scaffolds à base de poli(hidroxibutirato-co-valerato) (PHBV) e PHBV-apatita radiopaca (PHBV-La20AP) foram desenvolvidos pelo Instituto de Química de Araraquara - UNESP, por meio do método de manufatura aditiva (impressão 3D). O PHB nos últimos anos ganhou um destaque em relação a outros polímeros reabsorvíveis, porém por apresentar certas desvantagens, adicionou-se o polihidroxivalerato para melhorar a ductilidade e a processabilidade do polímero e, assim, o poli(hidroxibutirato-co-valerato) (PHBV) tem sido material de extensa pesquisa para aplicações biomédicas. O lantânio (La), elemento terra rara que possibilita características radiopacas, foi utilizado com o intuito de permitir uma visualização nítida em radiografias, com a finalidade de facilitar o diagnóstico por meio de imagens. Por meio dos ensaios XTT e Sobrevivência Clonogênica, verificamos que os referidos materiais não foram citotóxicos. Assim, o objetivo desse trabalho será continuar a avaliação dos materiais PHBV e PHBV-La20AP, verificando o potencial genotóxico (Ensaio Cometa - EC) e mutagênico (Teste do Micronúcleo - MN) para possível aplicação em engenharia tecidual como biomaterial para reparação óssea, permitindo sua visualização em radiografias médicas e odontológicas. Serão cultivadas células CHO-K1 (5×104 - EC; 37x104 - MN). Eluatos confeccionados com os materiais serão preparados de acordo com a ISO 10993-12 em diferentes concentrações (100%, 75%, 50%, 25%). Os eluatos permanecerão em contato com as células por 24 horas. Para o teste do Micronúcleo (MN) será avaliado o Índice de Divisão Nuclear (IDN), a frequência de células binucleadas com micronúcleos e frequência de micronúcleos. Para o ensaio cometa, será analisado o dano ao DNA por um sistema de análise de imagem. Três repetições independentes serão realizadas para cada ensaio. Os dados obtidos serão submetidos aos testes de variância (ANOVA) e caso sejam paramétricos, serão feitos os testes Tukey e Dunnett. Caso os dados não preencham os requisitos necessários para análise paramétrica, serão aplicados testes não-paramétricos. O nível de significância adotado será de 5%. (AU)

Análise da matriz colagenosa de ossos de origem intramembranosa e endocondral de ratos jovens e idosos

Processo:16/16806-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Mariza Akemi Matsumoto
Beneficiário:
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba, SP, Brasil
Assunto(s):EnvelhecimentoModelos animaisColágenoOsso e ossosDesenvolvimento ósseo
Resumo
O conhecimento acerca dos mecanismos e respostas biológicas do esqueleto humano frente às diversas condições locais e sistêmicas deve-se, em grande parte, aos estudos in vivo utilizando modelos animais, destacando-se os pequenos roedores pela facilidade de manuseio, resistência e genética conhecida. Por serem animais de vida curta, a velocidade de metabolismo, crescimento e amadurecimento ósseo diferem substancialmente dos seres humanos, fazendo da equivalência de idade entre as espécies uma tarefa difícil, bem como a adequação dos estudos à condição esquelética do animal considerando-se sua idade. Assim, o presente estudo tem como objetivo analisar ossos de origem intramembranosa e endocondral de ratos em diferentes estágios de desenvolvimento, com destaque à matriz colagenosa pela função primordial que exerce sobre o processo de mineralização do tecido ósseo, refletindo, consequentemente, nas suas propriedades mecânicas. Quarenta ratos machos Wistar com idades de 6, 12, 18 e 24 meses irão compor quatro grupos contendo 10 animais cada. Os mesmos serão submetidos à eutanásia a fim de se proceder a coleta dos ossos da calota, mandíbula e fêmur. Os ossos serão processados para obtenção de lâminas histológicas coradas em H.E. e tricrômico de Goldner para análise microscópica morfológica das porções corticais e trabeculares, presença de osso maturo ou imaturo, linhas de reversão, atividade osteoclástica e/ou osteoblástica, bem como características da medula óssea. Cortes corados com Picrosirius-Red serão analisados a fim de se qualificar a matriz colagenosa dos ossos por meio de microscopia de luz polarizada. A matriz colagenosa também será avaliada por meio de técnica imuno-histoquímica, utilizando-se os marcadores anti-colágeno I e anti-pentosidina. (AU)
119.320 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s) | Limpar seleção
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP