Busca avançada
Ano de início
Entree
X

Criar um alerta por e-mail


Novos resultados para a sua pesquisa em seu e-mail, semanalmente.

Seu e-mail:

Tamanho do e-mail:



Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Refine sua pesquisa
Pesquisa
  • Uma ou mais palavras adicionais
Publicações científicas
Publicações acadêmicas
  • Bolsas
  • Programas voltados a Temas Específicos
  • Programas de Pesquisa direcionados a Aplicações
  • Programas de Percepção Pública da Ciência
  • Programas de Infraestrutura de Pesquisa
  • Área do conhecimento
  • Situação
  • Ano de início
Excel (CSV)Alerta por e-mail   RSS
124.435 resultado(s)
|
Resumo

A produção de nanomateriais aplicado a área agrícola é uma realidade, esta traz consigo possibilidades de aplicação da nova tecnologia como uma promessa para a solução de problemas e consequente melhor rendimento das culturas. A utilização de nanopartículas metálicas visando controle de patógenos é recente e um dos problemas levantados seria em relação a sua toxicidade tanto para o ambiente como para os organismos. Desta forma, visando menor toxicidade existe a proposta de utilização de nanopartículas biogênicas, as quais apresentam um capping composto por moléculas provenientes do organismo redutor. As nanopartículas de ferro apresentam baixa toxicidade, o que permite sua aplicação no ambiente e o micoparasita Trichoderma harzianum é um fitopatógeno utilizado no controle biológico que além do combate a pragas traz às lavouras outros benefícios, porém este enfrenta os mesmos problemas de sensibilidade que outras espécies utilizadas no controle de pragas. Baseados no exposto o projeto aqui apresentado propõe realizar a síntese de nanopartículas de ferro biogênicas utilizando o filtrado de Trichoderma harzianum como agente redutor e estabilizante com a finalidade de aplicação no controle da Sclerotinia sclerotiorum. O projeto visa além da síntese a caracterização das nanopartículas, a avaliação da toxicidade das mesmas sobre diferentes linhagens celulares e microrganismos de importância agrícola e os seus efeitos sobre a cultura da soja. A importância deste trabalho se deve à necessidade de se desenvolver soluções que sejam eficazes para o controle de fitopatógenos e reduzam os impactos ambientais, contribuindo para a garantia da alimentação e da saúde. (AU)

Resumo

Implementar o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) requer o transporte do prontuário do paciente em suporte papel (legado) para o eletrônico através de um serviço de digitalização centralizado que os disponibilize em um Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos (SGED) que permita acoplamento com o PEP (SBIS, 2013; CFM, 2002). Fora do PEP, há ainda, a captura distribuída de informações de saúde que têm aumentando com a consumerização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) criando documentos nato-digitais e gerando um volume e uma frequência grande de dados (Câmara, 2014; Pinochet, 2014; Gambi & et.al., 2013; Figueiredo & et.al., 2013; Alkmim, 2012). Para gerenciar os documentos nato-digitais criados fora do PEP é preciso atender ao modelo de requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos (SIGAD) (Coletto, 2015; Schäfer & Lima, 2012; CONARQ, 2011). O atendimento de saúde centrado no paciente é uma tendência mundial e uma preocupação de médicos, paramédicos, enfermeiros e da sociedade civil por conta do compartilhamento das informações de saúde que correm o risco de serem acessadas indevidamente (Rathert & et. al., 2016). Essa e outras questões são discutidas há décadas por comunidades cientificas e o mercado de saúde pelo mundo resultando em padrões internacionais que visam garantir a privacidade, a segurança e a disponibilidade das informações em saúde de maneira apropriada. Os objetivos dessa fase do projeto visam: 1) aprimoramento dos artefatos de software construídos na fase 1; 2) Construção de novos artefatos de software que implementem os padrões internacionais de interoperabilidade (IHE, HL7, openEHR e DICOM); 3) Validação do projeto junto ao corpo clínico de dermatologia e pediatria de um hospital universitário no interior de São Paulo. O produto deste projeto é o CIAware V4 que canaliza e centraliza as informações de saúde capturando desde acervos de prontuários de pacientes em suporte papel até sinais vitais de dispositivos vestíveis (documentos nato-digitais) considerando a legislação brasileira (CFM, SBIS e CONARQ), padrões internacionais de interoperabilidade (IHE, HL7, openEHR e DICOM) e normas internacionais (HIPPA). Seguindo a ideia de boas práticas e ética inerentes a esses padrões internacionais de saúde, é possível criar um ecossistema computacional colaborativo capaz de empoderar o paciente. Análogo a blocos de montar (Lego®), o CIAware V4 faz parte do ecossistema computacional "CIAware Saúde" que atenderá desde um médico até um complexo hospitalar de forma modular, diminuindo as barreiras e proporcionando oportunidades para negociação do ecossistema completo e serviços de digitalização. Serão disponibilizados os módulos de GED, PEP (App cwCare), PPP (App cwPeople), captura de imagens de serviço de PACS (Picture Archiving and Communication System). Neste momento, as imagens capturadas serão para fins documentais dispensando o registro da ANVISA. O público alvo são os consultórios e clinicas médicas e paramédicas (101.989 na região sudeste), hospitais (2340 na região sudeste) e pacientes (cerca de 30 milhões beneficiários de operadores de saúde na região sudeste). As instituições e profissionais de saúde tem trazido o paciente para o centro da atenção e precisam de uma solução informatizada capaz de suprir esse desafio de forma inovadora, flexível, fácil, consistente, privativa, segura, legal e a prova de futuro. Esta é a contribuição que se espera alcançar com este projeto de pesquisa. (AU)

Resumo

Gerar espécies reativas de oxigênio (ROS) em alvos intracelulares específicos é a melhor estratégia para maximizar a eficiência da terapia fotodinâmica (PDT), uma vez que o tempo de vida curto e a rápida reatividade são fatores limitantes na distribuição de ROS dentro das células. Durante anos a literatura indicou a mitocôndria como organela-alvo para PDT, entretanto trabalhos mais atuais indicam o lisossomo como organela-chave para o aumento da eficiência na PDT. Fotossensibilizadores (FS) que danificam lisossomos dificultam a função autofágica pró-sobrevivência resultando em morte celular associada à autofagia e aumentam a eficiência na PDT mesmo quando o FS tem menor interação com a membrana (T.M. Tsubone, tese de doutoramento 2016). Tal fato quebra alguns paradigmas aceitos na literatura de que (i) a ligação em membrana está diretamente relacionada à fototoxicidade em células, (ii) a mitocôndria é uma a organela-chave em termos de especificidade para PDT e (iii) a apoptose é o mecanismo de morte celular mais indicado em termos de melhor eficiência para PDT. Portanto, já que o foto-dano em lisossomos tem potencial para contrapor tais paradigmas nesta área, temos como objetivo desvendar o papel do lisossomo no mecanismo de morte celular associada à autofagia. Neste sentido, este projeto terá como base a investigação dos efeitos da fotosensibilização em bicamadas lipídicas representando membranas lisossomais, sendo estas mimetizadas por vesículas unilamelares gigantes (GUVs) de maneira inédita na literatura.Uma vez que a abertura de poros causada pela fotossensibilização permite o vazamento, para o citosol, de enzimas e/ou macromoléculas relacionadas a um mecanismo de morte celular específico (apoptose e/ou autofagia), pretendemos avaliar o aumento de permeabilidade da membrana lisossomal via determinação de tamanho de poros. Além de estimar a dimensão do poro formado pela fotossensibilização em GUV, também investigaremos a formação de domínios de membrana consequentes da foto-oxidação e sua relação com a via lisossomal-autofágica como sequência da PDT.Para isso, nos nossos sistemas utilizaremos dois fotossensibilizadores que tendem a se localizar em lisossomos: TPPS2a (porfirina) e DMMB (fenotiazínico) em dois modelos de membrana: i) GUVs constituídas apenas por fosfolipídeo insaturado (sistema mimético simples e bem conhecido) e ii) GUVs que mimetizem membranas de lisossomos (sistema mimético intracelular, inédito na literatura). Tanto o tamanho do poro quanto os domínios gerados pela fotossensibilização serão investigados sob técnicas de microscopia ótica de fluorescência e microscopia de força atômica. (AU)

Resumo

Este projeto de mestrado está inserido na área de Análise cujo interesse está em obter conhecimento na área de interseção entre Teoria, Geométrica da Medida, Análise Harmônica e Equações Diferenciais ParciaisLineares, a saber sobre resultados de resolubilidade contínua e singularidade removível para equação divergente (AU)

Resumo

Esta pesquisa explora a relação entre música e localidade, enfocando práticas, experiências e percepções do musicar entre diferentes comunidades de pentecostais nigerianos em contextos diaspóricos. Utilizando uma metodologia multi-situada, envolverá pesquisa de campo etnográfica nas cidades de Campinas e São Paulo (Brasil), Manchester (Reino Unido), e Lagos (Nigeria) para compreender como o musicar local informa e reflete a circulação global de movimentos religiosos populares, como o pentecostalismo nigeriano. Seguindo a linha do Projeto Temático 2016/05318-7 O Musicar Local - novas trilhas na etnomusicologia, aborda a localidade como um lugar em construção, refletindo práticas e experiências sócio-musicais compartilhadas. Por enfocar o musicar em comunidades diaspóricas e religiosas, estende a orientação a uma discussão da translocalidade, isto é, um entre-lugar, englobando tanto locais geograficamente distintas quanto estados de ser seculares e espirituais. Neste sentido, ao observar como a prática musical dá forma e é formada pela prática cultural entre localidades geográficas e vivências localizadas, a pesquisa investiga as (trans)localidades do musicar. Uma investigação desta ordem pode proporcionar uma compreensão pertinente não apenas a um relacionamento multi-facetado do musicar e da produção da localidade, mas também do papel desta relação na formação e disseminação global das culturas. Além disto, esta pesquisa aborda uma lacuna significativa num contexto pouco estudado, embora extenso, do movimento do cristianismo pentecostal nigeriano. Além de publicações de alta qualidade, apresentações em congressos e um site etnográfico, esta pesquisa gerará um rico diálogo interdisciplinar e promoverá maior reconhecimento da relevância da Etnomusicologia e da Antropologia da Música a um público amplo. (AU)

Resumo

Este projeto tem por objeto de estudo o problema de otimização não-linear geral no espaço euclidiano com funções duas vezes continuamente diferenciáveis. Com relação às condições necessárias de otimalidade de segunda ordem, há uma discrepância entre as condições que podem ser provadas (teóricas) e as condições que podem ser atingidas por um algoritmo iterativo (práticas), no sentido que as condições teóricas são atualmente muito mais fortes que as práticas. O objetivo deste trabalho é diminuir esta discrepância, desenvolvendo um algoritmo prático de segunda ordem que tenha propriedades melhores com relação à otimalidade. A importância de tal trabalho reside na necessidade prática de desenvolver algoritmos que não apenas gerem pontos estacionários, mas sim, que forneçam maiores garantias de otimalidade. (AU)

Resumo

Um dos critérios de qualidade requeridos para a comercialização do biodiesel é o teor de glicerol total e livre. Visando atender a este e outros critérios de qualidade, em geral o biodiesel é submetido à extração utilizando água como solvente ("lavagem"). Consequentemente, água em abundância é utilizada neste processo e esta corrente deve ser submetida a tratamentos residuários. Alternativamente a este processo, o biodiesel poderá ser submetido a um processo de adsorção, no qual impurezas são adsorvidas na superfície de um material sólido. Tal processo já é utilizado em outros processos de purificação, principalmente na remoção de cátions metálicos, substâncias orgânicas (sobretudo corantes), etc. de águas residuárias. Dentre os possíveis materiais adsorventes, a argila expandida apresenta potencial para ser utilizado nesta finalidade, por ser um material de baixo custo, alta porosidade de partícula e composto principalmente por aluminossilicatos. Em geral, este material é utilizado como isolante termoacústico em construção civil e como material de paisagismo. Neste contexto, o objetivo desta proposta será a análise da viabilidade técnica do uso da argila expandida como material adsorvente na purificação do biodiesel. Primeiramente, o biodiesel metílico de óleo de soja refinado será sintetizado por catálise homogênea química, em condições já estabelecidas na literatura. Obtido o biodiesel impuro (somente decantado), ele será submetido à adsorção em batelada. Amostras de biodiesel durante o processo de adsorção e após o sistema ter atingido o equilíbrio termodinâmico serão analisadas quanto ao seu teor de glicerol total e livre, utilizando procedimento descrito por normas brasileiras. Espera-se, por meio desta pesquisa, propor uma alternativa à purificação do biodiesel que reduza a quantidade de águas residuárias geradas no processo tradicional de extração com água. (AU)

Resumo

Mais de 95% das neoplasias malignas da cavidade oral são carcinomas espinocelulares (CECs). Apesar dos avanços no tratamento do CEC oral (CECO), a sobrevida após 5 anos tem permanecido em menos de 50% nos últimos 40 anos. Recentes estudos mostram que o CEC orofaríngeo (CECorof) teve uma mudança no seu perfil clinicopatológico, estando frequentemente associado com infecção pelo papilomavírus humano (HPV), tipicamente afetando pacientes jovens. Interessantemente, em contraste com o CECO, o CECorof possui um melhor prognóstico. Recentes estudos ressaltam o papel das proteínas de superfície celular CD80 (B7-1) e CD86 (B7-2) na tumorigênese, os quais podem agir regulando a resposta imune e proporcionando sinais estimulatórios ou inibitórios através de seus ligantes, alterando assim o reconhecimento imunológico e, consequentemente, a proliferação de células tumorais. Considerando que, os marcadores CD80 e CD86 auxiliam na resposta imune do hospedeiro, podendo ser expressas nas células imunes HLA-DR+, bem como nas células tumorais, é relevante uma detalhada análise desses marcadores no CECO e CECorof. Assim, este estudo tem por objetivo caracterizar os imunomarcadores CD80 e CD86 com a finalidade de compreender melhor o papel dessas moléculas nos mecanismos tumorais do CECO (n=20) e CECorof (n=20), visando estabelecer protocolos imunoterapêuticos e definir um perfil prognóstico nestes pacientes. (AU)

Resumo

O profissional atuará nas atividades que envolvem a criação, a divulgação e o acompanhamento dos cursos online que atuarão no crescimento da comunidade online de professores no sistema bem como na formação dos mesmos. Sua dedicação será de 40 horas semanais e estará em contato direto com as pesquisadoras responsáveis pelo projeto. Inclui-se em suas atividades reuniões esporádicas, sempre que for necessário, com a consultora prof. dr. Denise Braga a respeito da exposição dos resultados parciais da pesquisa. (AU)

Resumo

Uma vez reconhecendo o aquecimento global e as mudanças climáticas como uma realidade concreta e evidente, os governos de vários países têm assumido o compromisso de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa (GEE) para o futuro próximo. Tal compromisso está sendo atualmente consolidado com a ratificação do Acordo de Paris, acordo universal para luta contra as mudanças climáticas, fruto da Conferência das Partes (COP 21) ocorrida em 2015. O alcance das metas voluntárias de redução propostas pelos países ratificadores do acordo só será possível por meio de estudos que fundamentem as tomadas de decisão para políticas climáticas. Estes estudos têm realizado projeções a partir de diversos cenários, tendo como referência a situação atual das emissões de GEE. Entre estes estudos, existem os que inferem a evolução das emissões com a introdução de tecnologias ou medidas de baixo carbono, cada uma delas gerando uma wedge (cunha) que agrupadas formam um triângulo de estabilização capaz de manter as emissões em patamares condizentes com o cenário global de limitação do aquecimento a 2ºC. O presente projeto visa à produção de um cenário de baixo carbono, com base nas wedges, para o setor de energia do Estado de São Paulo até o ano de 2050. O escopo do projeto é apoiado no fato de que a energia é um dos setores mais importantes nas emissões de GEE, geralmente contribuindo para mais de 75% das emissões totais em países desenvolvidos, e no fato de que São Paulo possui características industriais e econômicas que o comparam ao nível de países desenvolvidos, justificando um estudo específico para determinar as maiores potencialidades de redução de GEE pelo estado. (AU)

124.435 resultado(s)
|
Exportar 0 registro(s) selecionado(s)
Marcar todos desta pagina | Limpar seleção