Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura e funcionamento de bacias hidrográficas de meso e micro escala do Estado de São Paulo: bases para gerar e sustentar a biodiversidade

Processo: 99/05279-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de janeiro de 2000 - 31 de agosto de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Martinelli
Beneficiário:Luiz Antonio Martinelli
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Epaminondas Sansigolo de Barros Ferraz
Bolsa(s) vinculada(s):02/12819-0 - Acidez orgânica da precipitação e uso do solo no estado de São Paulo variabilidade especial e temporal, BP.DR
02/07502-7 - Utilização de moluscos bivalves em um estudo comparativo da presença de herbicidas triazínicos em bacias hidrográficas do estado de São Paulo, BP.DR
02/04932-0 - Estudo e tendências nas séries temporais de qualidade de água de alguns rios do estado de São Paulo apresentando diferentes graus de intervenção antrópica, BP.MS
+ mais bolsas vinculadas 02/06724-6 - Estrutura e funcionamento de bacias hidrográficas de meso e microescala do estado de São Paulo: bases para gerar e sustentar a biodiversidade, BP.TT
02/07356-0 - Estrutura e funcionamento de bacias hidrográficas de meso e micro escala do estado de São Paulo: bases para gerar e sustentar a biodiversidade, BP.TT
00/14242-6 - Relação entre os diferentes usos da terra de entorno e a composição de insetos aquáticos de cinco bacias hidrográficas do estado de São Paulo, BP.DR
01/04813-9 - Influência da urbanização na biogeoquímica de duas bacias hidrográficas de meso-escala do Estado de São Paulo, BP.IC
01/02698-8 - Composição química da precipitação e do material particulado inalável e suas correlações com o gradiente de interferências antrópicas no estado de São Paulo, BP.PD
00/12939-0 - Mapeamento da cobertura e uso do solo para as bacias hidrográficas do Alto Paranapanema, Aguapeí, Peixe/Santo Anastácio e São José dos Dourados, a partir de imagens de satélite, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Biodiversidade  Geoprocessamento  Bacia hidrográfica  Biogeoquímica  Animais aquáticos  Plantas aquáticas 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_47_68_68.pdf

Resumo

O paradigma desse projeto é que a biodiversidade em bacias hidrográficas é gerada e preservada pelas interações entre o ambiente físico, processos biogeoquímicos e ações antrópicas. Portanto, baseando-se nesse paradigma, a biodiversidade não pode ser apropriadamente investigada sem uma caracterização da estrutura e funcionamento de bacias hidrográficas. O programa Biota-FAPESP abre uma oportunidade única de investigar os efeitos dos atributos da paisagem e biogeoquímica sobre a biodiversidade, uma vez que haverá de uma maneira interativa, vários projetos lidando com esses tópicos. Nesse projeto pretendemos investigar a biogeoquímica de bacias de meso (10³ to 104 km2) e micro-escala (101 to 102 km2) como subsídio para interpretar resultados advindos de projetos relacionados à biodiversidade aquática dentro do programa Biota-FAPESP. A ligação entre fatores ambientais e biodiversidade será feita: (1) trabalhando nas mesmas áreas dos projetos voltados a investigar a biodiversidade aquática e (2) através de parâmetros específicos e análises que ligam atributos da paisagem e biogeoquímica de ecossistemas com aqueles relacionados à biodiversidade. Na meso-escala nosso objetivo específico será determinar se atributos químicos e físicos de rios e da atmosfera respondem diferentemente entre bacias hidrográficas com diferentes impactos. Nossa estratégia será comparar bacias de meso-escala com diferentes níveis de impacto, sendo a principal questão científica a seguinte: Questão 1 - Quais do os efeitos do esgoto doméstico, efluentes industriais e mudanças no uso do solo sobre a distribuição do carbono, nitrogênio e fósforo em bacias com diferentes níveis de impacto. Visando responder essa primeira questão, pretendemos comparar parâmetros chaves de biogeoquímica aquática entre bacias com diferentes níveis de impacto. Questão 2 - Quais são os efeitos da urbanização, atividades industriais e uso do solo na composição da atmosfera em bacias com diferentes graus de impacto? Para responder essa questão, propomos comparar a deposição seca e úmida nas bacias selecionadas para esse estudo. Na micro-escala pretendemos investigar a biogeoquímica de pequenas bacias, visando responder as seguintes questões: Questão 3 - A biodiversidade aquática encontra-se relacionada com características químicas ou biológicas dos rios? Questão 4 - A biodiversidade aquática encontra-se relacionada com atributos da paisagem, e especificamente com aqueles relacionados às zonas ripárias? Nossa abordagem nesse caso será comparar bacias de micro-esca1a ao longo de um gradiente de biodiversidade. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALEXANDRE MARCO DA SILVA; MARCO AURÉLIO NALON; FRANCISCO JOSÉ DO NASCIMENTO KRONKA; CLAYTON ALCARDE ALVARES; PLINIO BARBOSA DE CAMARGO; LUIZ ANTONIO MARTINELLI. Historical land-cover/use in different slope and riparian buffer zones in watersheds of the state of São Paulo, Brazil. Scientia Agricola, v. 64, n. 4, p. 325-335, Ago. 2007.
CASATTI, L.; LANGEANI, F.; SILVA, A. M.; CASTRO, R. M. C. Stream fish, water and habitat quality in a pasture dominated basin, southeastern Brazil. Brazilian Journal of Biology, v. 66, n. 2B, p. 681-696, May 2006.
LARA‚ LL; ARTAXO‚ P.; MARTINELLI‚ LA; CAMARGO‚ PB; VICTORIA‚ RL; FERRAZ‚ ESB. Properties of aerosols from sugar-cane burning emissions in Southeastern Brazil. Atmospheric Environment, v. 39, n. 26, p. 4627-4637, 2005.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.