Busca avançada
Ano de início
Entree

Re-aproveitamento de resíduos da produção de biodiesel na geração de bioenergia em biossistemas anaeróbios integrados

Processo: 17/16795-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Sandra Imaculada Maintinguer
Beneficiário:Sandra Imaculada Maintinguer
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa em Bioenergia (IPBEN). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesq. associados:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Assunto(s):Metano  Hidrogênio  Tratamento anaeróbio 

Resumo

A produção de biodiesel tem crescido muito no Brasil, em função das recentes políticas publicas nacionais adotadas. Como conseqüência, a geração do glicerol bruto, principal coproduto desse processo, tem aumentado vertiginosamente. Devido às impurezas presentes neste resíduo, suas aplicações nas indústrias farmacêutica e de cosméticos tornam-se inviáveis, pois, os custos para purificá-lo são onerosos. Assim, uma alternativa sustentável para sua utilização e redução dos grandes estoques de glicerol seria sua aplicação na geração de biogás por processos biológicos anaeróbios. Contudo, sua eficiência de bioconversão pode ser aumentada com a realização da codigestão, aliando outros resíduos agroindustriais que contêm fontes de carbono assimiláveis e de fácil biodigestão. Tais ações promoverão, conseqüentemente, remoção da matéria orgânica, com gerações de produtos intermediários de valor agregado como ácidos graxos voláteis e biogás Hidrogênio e Metano. Processos biológicos seqüenciais em duas fases; fermentação seguida da metanogênese, podem apresentar resultados promissores. Os efluentes gerados na fermentação anaeróbia no processo de obtenção do hidrogênio, que são basicamente ácidos graxos voláteis e alcoóis, podem ser utilizados por microrganismos metanogênicos, a fim de melhorar as taxas de remoção da matéria orgânica, bem como promover a geração de mais biogás como o Metano. Sistemas integrados correspondem às grandes medidas para que sejam diminuídos os resíduos agroindustriais gerados e, ao mesmo tempo, a obtenção de bioenergia com a geração de biogás. Nesse sentido, esse projeto visa à geração de Hidrogênio e Metano a partir de glicerol bruto, advindo de processos de geração de biodiesel a partir de óleos residuais domésticos, codigeridos em resíduos orgânicos agroindustriais como os citrícolas e o melaço de soja. (AU)