Busca avançada
Ano de início
Entree

Astrofísica de raios-X: o histórico de enriquecimento químico de grupos e aglomerados de galáxias

Processo: 18/02626-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2018 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Tatiana Ferraz Laganá
Beneficiário:Tatiana Ferraz Laganá
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Melville Ulmer ; Paulo Afranio Augusto Lopes
Assunto(s):Aglomerados de galáxias  Raios X 

Resumo

Sabemos que os elementos mais pesados que o boro não foram produzidos na nucleossíntese primordial e são produzidos somente no interior das estrelas.Na década de 70, foi detectada a emissão das linhas de metais pesados, como o silício e o ferro, pelo gás intra-aglomerado. Essas observações revelam que esse gás foi enriquecido por metais transportados do meio intergaláctico para o meio intra-grupo (IGM) ou intra-aglomerado (ICM) por mecanismos físicos como, por exemplo, a pressão de arraste e os ventos galácticos.Ainda hoje, devido principalmente às limitações observacionais, pouco se sabe sobre a distribuição espacial dos diferentes elementos químicos presentes no IGM/ICM e o papel de cada mecanismo físico no transporte desses metais. A maioria dos estudos atuais se limita à análise de um número reduzido de sistemas e se concentra na distribuiçãoradial dos elementos químicos. Tendo em vista as oportunidades deixadas na investigação da história de evolução química de grupos e aglomerados de galáxias, propomos analisar a história de enriquecimento químico desses sistemas, a partir de mapas bidimensionais construídos a partir de observações em raio-X. Vamos comparar esses resultados com os obtidos a partir de simulações numérica de N-corposusando diferentes mecanismos de transporte.Dessa comparação entenderemos melhor o papel dos diferentes mecanismos de transporte dos metais para o gás intra-grupo e intra-aglomerado. Para o projeto proposto, usaremos uma amostra de aproximadamente 100 sistemas com o objetivo de realizar um trabalho pioneiro no estudo da distribuição espacial de metais de grupos e aglomerados de galáxias. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAREKH, V; LAGANA, T. F.; THORAT, K.; VAN DER HEYDEN, K.; IQBAL, A.; DURRET, F. A rare case of FR I interaction with a hot X-ray bridge in the A2384 galaxy cluster. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 491, n. 2, p. 2605-2616, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
LAGANA, T. F.; SOUZA, G. S.; MACHADO, R. E. G.; VOLERT, R. C.; LOPES, P. A. A. Two merging galaxy clusters with very hot shock fronts observed shortly before pericentric passage. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 487, n. 3, p. 3922-3934, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
LAGANA, T. F.; DURRET, F.; LOPES, P. A. A. Physical properties of the X-ray gas as a dynamical diagnosis for galaxy clusters. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 484, n. 2, p. 2807-2830, APR 2019. Citações Web of Science: 3.
MARTINS, LUCIMARA P.; LIMA-DIAS, CIRIA; COELHO, PAULA R. T.; LAGANA, TATIANA F. Testing stellar population fitting ingredients with Globular Clusters I: Stellar libraries. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 484, n. 2, p. 2388-2402, APR 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.