Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da variabilidade intraespecífica em Paracoccidioide brasiliensis pelas técnicas de RAPD e REFLP

Resumo

A paracoccidioidomicose é uma doença, endêmica na América Latina, especialmente no sul do Brasil, cujo agente etiológico é o P. brasiliensis. A maior ou menor virulência do fungo está relacionada com vários fatores como constituição de parede, metabolismo e outros ligados ao ambiente e ao hospedeiro. Em relação à constituição do genoma, muito pouco foi elucidado. Este trabalho tem como objetivo analisar a variabilidade intra específica desse fungo através de técnicas moleculares (RAPD e RFLP) tentar relacionar os padrões obtidos com o grau de virulência do fungo. O DNA será extraído através de clorofórmio/álcool isoamílico após digestão enzimática da parede celular. Segue-se a amplificação através de "primers" ao acaso pela PCR (RAPD) ou digestão com enzimas de restrição, cujos padrões serão detectados por meio de sondas de fragmentos ao acaso de DNA total (RFLP). Caso a 1ª técnica seja efetiva, a 2ª não será efetuada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)