Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da triploidia na susceptibilidade à infecção por Aeromonas jandaei e possível relação com os níveis de expressão de genes de resposta imune em lambaris (Astyanax altiparanae)

Processo: 17/26996-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Antonio Augusto Mendes Maia
Beneficiário:Antonio Augusto Mendes Maia
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Pesq. associados:George Shigueki Yasui ; Marcia Ramos Monteiro da Silva ; Mateus Maldonado Carriero ; Paulo Sérgio Monzani
Assunto(s):Bactérias  Resposta imune  Peixes  Expressão gênica 

Resumo

Animais metazoários são, em sua grande maioria, diploides, ou seja, possuem um par de cada tipo de cromossomo nas células somáticas. Porém, alguns grupos de animais, como por exemplo os peixes, podem apresentar variações no número de cromossomos homólogos comumente observado para a espécie, constituindo uma condição conhecida como alteração de ploidia. Um tipo de alteração da condição normal de diploidia que é amplamente utilizado em pesquisas e na produção de peixes é a triploidia, que é caracterizada pela ocorrência de três cópias de cada cromossomo no conjunto genômico. Na maioria dos casos, essa condição causa a esterilidade reprodutiva, o que pode ser desejável em muitas situações, como para o aumento de ganho de peso corpóreo para a indústria ou para a produção de quimeras germinativas em manejos reprodutivos de espécies de difícil reprodução em cativeiro. Porém, as consequências biológicas no que diz respeito a susceptibilidade a doenças que a triploidia pode gerar, e quais parâmetros imunológicos são afetados por essa condição, ainda são desconhecidos. Dessa forma, o objetivo do presente projeto é caracterizar as sequências e analisar a expressão dos genes das citocinas TNF±, IFN³, IL-1², IL-8 e IL-10, das enzimas Arg2 e iNOS relacionados à ativação de macrófagos, e das lisozimas LysC e LysG em resposta à infecção por uma cepa brasileira da bactéria Aeromonas jandaei em exemplares triploides e diploides de lambari (Astyanax altiparanae), a fim de avaliar os efeitos da triploidia nesses parâmetros fundamentais do sistema imunológico inato dessa importante espécie de interesse comercial e ambiental. (AU)