Busca avançada
Ano de início
Entree

Um outro tráfico transoceânico: A emigração de trabalhadores engajados das possessões portuguesas de Macau e Moçambique na economia mundo oitocentista

Processo: 18/00615-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Paulo Cesar Goncalves
Beneficiário:Paulo Cesar Goncalves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Império Português  Macau  Moçambique 

Resumo

A pesquisa propõe estudar a emigração de chineses pelo porto de Macau e de africanos de Moçambique a partir de meados do Oitocentos para as áreas tropicais de plantations como complementação ou substituição do trabalho escravo, na perspectiva do tráfico transoceânico de trabalhadores sob contrato (indentured labor). O engajamento desses trabalhadores esteve relacionado diretamente à intensificação da demanda por mão de obra a baixo custo nas regiões produtoras de commodities, sob a égide do crescimento do comércio mundial. A hipótese central considera que as duas possessões corresponderam a uma parte específica do império português que se inseriu de forma periférica, cumprindo função dentro da divisão internacional do trabalho na economia mundo capitalista como fornecedora de força de trabalho. (AU)