Busca avançada
Ano de início
Entree

Compreensão sobre a biologia molecular e ecologia da relações planta-vírus-vetor: rumo a estratégias sustentáveis e integradas de manejo de vírus

Processo: 17/50222-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: NWO
Pesquisador responsável:Juliana de Freitas Astúa
Beneficiário:Juliana de Freitas Astúa
Pesq. responsável no exterior: Richard Jozef Maria Kormelink
Instituição no exterior: Wageningen University, Holanda
Instituição-sede: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tospovirus 

Resumo

Os agentes patogênicos representam sérias restrições à produção agrícola. Com quase 50% de todas as doenças emergentes causadas por vírus, há a necessidade de melhorias constantes nas estratégias de manejo integrado de vírus (MIV). Muitos são os exemplos que enfatizam a necessidade de esforços de pesquisa multidisciplinar para estudar a biologia molecular e a ecologia das relações planta-vírus-vetor dos patossistemas aqui propostos, sendo alguns deles: 1) o aparecimento (2016) de geminivírus recombinante em cultivares de tomate contendo o gene de resistência Ty-1; 2) a observação (2014) de que infecções mistas de geminivírus e CMV comprometem a resistência mediada por Ty-1 contra os geminivírus; 3) a identificação (não publicada) de isolados de TSWV capazes de quebrar a resistência do gene Tsw em pimentão, 4) a descoberta (não publicada) de um biótipo de Bemisia tabaci em pimentão capaz de transmitir certos geminivírus mais eficientemente; 5) a caracterização de nova espécie de dichorhavírus (2017) e isolados de citrus leprosis virus C (2016) causando leprose; 6) a reclassificação do gênero Brevipalpus em novas espécies vetoras (2015). Este projeto visa fortalecer os esforços de um consórcio holandês e paulista de pesquisa em virologia para estudar, sob uma abordagem multidisciplinar, a biologia molecular e a ecologia de um pequeno grupo de fitovírus importantes para setor agroalimentar holandês e brasileiro. Ele baseia-se em um projeto anterior NWO-CPNq e se expande para estabelecimento de uma rede de pesquisa mais ampla que não apenas acelerará a implementação do conhecimento recém-adquirido em abordagens MIV sustentáveis para os vírus estudados, mas provavelmente será útil para outros patossistemas virais, enquanto representa uma plataforma de pesquisa internacional para fomentar a troca de experiência em virologia vegetal e o treinamento de estudantes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Novo patamar de colaboração entre São Paulo e Holanda 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FREITAS-ASTUA, JULIANA; RAMOS-GONZALEZ, PEDRO LUIS; ARENA, GABRIELLA DIAS; TASSI, ALINE DANIELE; KITAJIMA, ELLIOT WATANABE. Brevipalpus-transmitted viruses: parallelism beyond a common vector or convergent evolution of distantly related pathogens?. CURRENT OPINION IN VIROLOGY, v. 33, p. 66-73, DEC 2018. Citações Web of Science: 2.
ARENA, GABRIELLA D.; RAMOS-GONZALEZ, PEDRO L.; ROGERIO, LUANA A.; RIBEIRO-ALVES, MARCELO; CASTEEL, CLARE L.; FREITAS-ASTUA, JULIANA; MACHADO, MARCOS A. Making a Better Home: Modulation of Plant Defensive Response by Brevipalpus Mites. FRONTIERS IN PLANT SCIENCE, v. 9, AUG 15 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.