Busca avançada
Ano de início
Entree

Parâmetros do Sistema Imune e níveis de Vitamina D em indivíduos idosos.

Resumo

Objetivos: O aumentado número de indivíduos acima de 80 anos, centenários e super-centenários não é sinônimo de envelhecimento saudável, já que são relatadas infecções severas, hospitalizações e incapacidades. Nesse contexto, uma possível estratégia/terapia é preservar as principais características/ funções sistema imune com o objetivo de causar menos danos ao organismo durante o processo de envelhecimento. A Vitamin D age na medula óssea, cérebro, mamas, células malignizadas, e sistema imune e tem sido recomendada como suplemento. Nosso objetivo foi avaliar se os parâmetros imunes e os níveis séricos de vitamina D são correlacionados. Métodos: nós avaliamos algumas características do sistema imune usando o sangue periférico de indivíduos acima de 80 anos (n=12) em comparação a jovens (n=10). Além disso, nós correlacionamos esses achados com os níveis séricos da vitamina D. Resultados: indivíduos idosos apresentaram parâmetros metabólicos de envelhecimento saudável e mantiveram preservadas algumas características da imunidade como razão CD4/CD8, e baixa produção de citocinas pró-inflamatórias após estímulo. Por outro lado, nós observados a frequência aumentada de células mielóides supressoras, redução nos leucócitos circulantes, na porcentagem de células T CD8+ totais, e nas células T CD8+ Naïve T, além do aumento na porcentagem de células T CD8+ Memória Efetora re-expressando CD45RA. Nós encontramos soropositividade para CMV em 97,7%, a qual esteve correlacionada com o decréscimo de células T CD8+ Naïve e aumento das células T CD8+ Memória Efetora re-expressando CD45RA. Os níveis de Vitamin D levels foram insuficientes em in 50% dos indivíduos idosos e se correlacionaram positivamente com as células T CD8+ totais e negativamente com células T CD8+ Memória Efetora re-expressando CD45RA. Conclusões: Na população estudada, a longevidade esteve correlacionada a manutenção de alguns dos parâmetros imunes. Considerando as limitações do estudo como o tamanho da amostra e ausência de ensaios funcionais com a vitamina D, foi observado que a vitamina D em indivíduos idosos esteve correlacionada com algumas características do sistema imune, principalmente no compartmento CD8. (AU)