Busca avançada
Ano de início
Entree

Fadiga muscular não modifica o efeito na força de membros inferiores causada pelo envelhecimento e Doença de Parkinson

Processo: 18/04582-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de junho de 2018 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Fabio Augusto Barbieri
Beneficiário:Fabio Augusto Barbieri
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento  Fadiga muscular  Força muscular  Biomecânica  Doença de Parkinson 

Resumo

O objetivo do estudo foi determiner o impacto do envelhecimento e da doença de Parkinson (DP) na força dos músculos dos membros inferiores antes e depois da fadiga muscular. Cento e trinta e cinco indivíduos foram distribuídos em sete grupos de acordo com suas idades (20, 30, 40, 50, 60, 70 anos) e doença. Os participantes realizaram contrações isométricas voluntátias máximas (CIVM) no aparelho leg press seguido pelo protocol de fadiga muscular (repetindo o teste de sentar e levantar). Imediatamente depois da fadiga muscular (menos de 2 min), o CIVM foi repetido. O pico de força, a taxa do pico do desenvolvimento de força (primeiros 50, 100, 200 ms), root mean square (RMS) e valores de pico das atividades musculares do vasto lateral e vasto medial durante a CIVM foram calculadas antes e depois da fadiga muscular. Observamos maiores reduções nos parâmetros de força muscular dos membros inferiores (força dos membros inferiores, RFD-100 e RFD-200 - p<0,05) em indivíduos acima de 50 anos de idade e com DP. Ainda, houve uma relação inversa entre envelhecimento e parâmetros de força muscular dos membros inferiores. Os principais achados foram a falta de mudança no pico de força, RFDs e atividades musculares do vasto lateral e medial depois da fadiga muscular de acordo com o envelhecimento e a DP, e parâmetros de força dos membros inferiores similares (antes e depois da fadiga muscular) e efeito da fadiga muscular na DP em comparação aos grupos com maior idade (60 e 70 anos). (AU)