Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação de quitosanas e surfactantes com modelos de membrana celular investigada por espectroscopia vibracional não linear

Processo: 18/02819-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Paulo Barbeitas Miranda
Beneficiário:Paulo Barbeitas Miranda
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Óptica não linear  Química de interfaces  Tensoativos  Lipídeos  Quitosana  Monocamadas de Langmuir  Espectroscopia vibracional 

Resumo

A quitosana, polímero natural abundante, tem sido utilizada para diversas aplicações biológicas como transporte e liberação de fármacos, terapia gênica, engenharia de tecidos, além de combate a fungos e bactérias. Embora essas aplicações tenham crescido muito nos últimos anos, há vários modelos sobre os modos de interação a nível molecular da quitosana com membranas biológicas, mas que precisam de comprovação experimental. Desse modo, as interações entre derivados de quitosana e modelos de membrana de mamíferos, bactérias e fungos serão investigadas nesse trabalho. Filmes de Langmuir de lipídeos serão utilizados como modelos de membrana, com o diferencial de realizarmos os experimentos utilizando temperatura biologicamente relevante, a fim de permitir a extrapolação dos resultados obtidos para situações in vitro ou in vivo. A espectroscopia vibracional por Geração de Soma de Frequências (espectroscopia SFG), técnica baseada em óptica não linear e pouco difundida, irá fornecer informações sobre a organização da água interfacial, a interação da quitosana com o grupo polar dos lipídeos, a conformação das cadeias lipídicas e a penetração da quitosana nos modelos de membranas. Já a microscopia por Geração de Soma de Frequências (microscopia SFG), técnica inovadora e recentemente implementada em nossos laboratórios, será utilizada na obtenção de imagens de interfaces com sensibilidade química por meio do espectro vibracional e contraste pela orientação e ordenamento das moléculas. As técnicas de espectroscopia no infravermelho com modulação de polarização (PM-IRRAS) e microscopia a ângulo de Brewster (BAM) serão utilizadas complementarmente para comparação com os resultados obtidos por espectroscopia e microscopia SFG. É esperado que os resultados forneçam bases sólidas para o entendimento do papel de cargas positivas, grau de hidrofobicidade e ligações de hidrogênio nas interações entre quitosana e modelos de membrana. Também pretendemos utilizar a mesma metodologia para estudar a interação entre surfactantes semi-fluorinados sintéticos com fosfolipídeos de membranas, como modelo para o efeito de surfactantes pulmonares. Portanto, esse trabalho contribuirá para elucidar o mecanismo de interação molecular de derivados de quitosana e surfactantes semi-fluorinados com membranas celulares de mamíferos, bactérias e fungos, utilizando técnicas poderosas, porém pouco difundidas nessa área de pesquisa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (8 total):
Mais itensMenos itens
LabNetwork: Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças (17/Fev/2021)
Biblioteca FMUSP: Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças (16/Fev/2021)
Saense: Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças (16/Fev/2021)
Diário da Saúde: Biossensores ajudarão em diagnóstico não invasivo de doenças (15/Fev/2021)
LIM - Laboratórios de Investigação Médica: Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças (15/Fev/2021)
Programa InfoSalud (Argentina): Un estudio puede ayudar a desarrollar biosensores para diagnóstico no invasivo de enfermedades (15/Fev/2021)
FOCEP Brasil: Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças (15/Fev/2021)
Brasil Amazônia Agora: Estudo pode ajudar a desenvolver biossensores para diagnóstico não invasivo de doenças (15/Fev/2021)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEDRO, RAFAEL DE OLIVEIRA; PEREIRA, ANDRESSA RIBEIRO; OLIVEIRA, OSVALDO N.; MIRANDA, PAULO BARBEITAS. Interaction of chitosan derivatives with cell membrane models in a biologically relevant medium. COLLOIDS AND SURFACES B-BIOINTERFACES, v. 192, AUG 2020. Citações Web of Science: 1.
UEHARA, THIERS MASSAMI; CANCINO-BERNARDI, JULIANA; MIRANDA, PAULO BARBEITAS; ZUCOLOTTO, VALTENCIR. Investigating the interactions of corona-free SWCNTs and cell membrane models using sum-frequency generation. SOFT MATTER, v. 16, n. 24, p. 5711-5717, JUN 28 2020. Citações Web of Science: 0.
CARR, OLIVIA; RAYMUNDO-PEREIRA, PAULO A.; SHIMIZU, FLAVIO M.; SORROCHE, BRUNA PEREIRA; MELENDEZ, MATIAS ELISEO; PEDRO, RAFAEL DE OLIVEIRA; MIRANDA, PAULO B.; CARVALHO, ANDRE LOPES; REIS, RUI M.; ARANTES, LIDIA M. R. B.; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N. Genosensor made with a self-assembled monolayer matrix to detect MGMT gene methylation in head and neck cancer cell lines. Talanta, v. 210, APR 1 2020. Citações Web of Science: 0.
ARJUNAN, ANANTHI; SUKERI, ANANDHAKUMAR; SARAIVA, DOUGLAS PHILIP MARTINEZ; MIRANDA, PAULO BARBEITAS; BERTOTTI, MAURO. Electrochemical Studies of Hydrogen Peroxide Oxidation on a Nanoporous Gold Surface: Fundamental and Analytical Applications. Journal of the Electrochemical Society, v. 167, n. 11 JAN 8 2020. Citações Web of Science: 0.
GUSAIN, ABHAY; FARIA, ROBERTO M.; MIRANDA, PAULO B. Polymer Solar Cells-Interfacial Processes Related to Performance Issues. FRONTIERS IN CHEMISTRY, v. 7, FEB 12 2019. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.