Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova abordagem no uso do etano dimetanosulfonato como agente esterilizante em ratos

Processo: 17/26789-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2018 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Wilma de Grava Kempinas
Beneficiário:Wilma de Grava Kempinas
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Ana Flávia Quiarato Lozano ; Cibele dos Santos Borges ; Daisy Maria Favero Salvadori ; Fábio Henrique Fernandes ; Fernando Barbosa Júnior ; Gary Robert Klinefelter ; Vanessa Cristina de Oliveira
Assunto(s):Castração animal  Ratos  Controle populacional  Células intersticiais do testículo  Metanossulfonato de etila 

Resumo

A castração cirúrgica é o método utilizado no controle populacional de animais domésticos, experimentais e de produção. Entretanto, não é indicada no controle de animais sinantrópicos. Assim, agentes químicos que podem promover infertilidade estão sendo estudados e desenvolvidos com o objetivo de preencher esta lacuna. O etano dimetanosulfonato (EDS) é um éster alquilante que atua diretamente sobre as células de Leydig promovendo infertilidade transitória via injeção intraperitoneal. O objetivo do presente trabalho é avaliar, pela primeira vez, a viabilidade e eficácia na promoção da infertilidade/esterilidade através da inclusão do EDS na ração de ratos Wistar. Para tanto, o estudo será dividido em 2 experimentos: 1º - determinar a menor dose efetiva capaz de induzir a infertilidade em ratos logo após a exposição e a curto período de recuperação, e 2º - avaliar se a dose efetiva promoverá infertilidade ou esterilidade, após um longo período de recuperação, com e sem suplementação hormonal. Serão avaliados parâmetros reprodutivos, com a finalidade de determinar a magnitude dos danos causados, assim como parâmetros toxicológicos para certificar da segurança do tratamento proposto. Para a realização do projeto parcerias nacionais e internacionais já foram estabelecidas. Haverá a participação de uma pós-doutoranda, uma mestranda e alunos de IC. O projeto é inovador, multi e transdisciplinar, uma vez que os resultados poderão gerar, por um lado, novos conhecimentos sobre a histofisiologia das células de Leydig, e também aspectos toxicológicos do agente alquilante EDS. O tema do estudo é grande relevância, considerando a necessidade de novas técnicas que induzam a esterilidade para o controle populacional de animais, um problema sócio-econômico e de saúde pública. Dependendo dos resultados, poderá haver uma interação com o parque produtivo, culminando com a produção, em nível comercial, de um quimioesterilizante estável, de baixo custo e seguro. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.