Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de fatores que modulam a susceptibilidade de Streptococcus sanguinis à imunidade mediada pelo sistema complemento

Resumo

Streptococcus sanguinis (Ss) é uma espécie pioneira dos dentes capaz de inibir espécies patogênicas da placa dental, mas frequentemente envolvida em endocardites infecciosas por mecanismos ainda não compreendidos. Resultados recentes do nosso grupo indicam que S. sanguinis tem baixa susceptibilidade à deposição de C3b/iC3b do sistema complemento, principais opsoninas envolvidas na remoção de bactérias da corrente sanguínea por neutrófilos (PMN). O objetivo deste projeto é investigar os mecanismos moleculares envolvidos na resistência de S. sanguinis à opsonização mediada pelo sistema complemento. Para isto, cepas isoladas da placa dental e da corrente sanguínea serão caracterizadas quanto à deposição de C3b/iC3b e ligação a proteínas ativadoras (SAP, C1q, ficolina L) e inibidoras (C4BP, Fator H, FHL1 e C1-INH) do complemento do soro humano. Genes potencialmente envolvidos nestes fenótipos serão então investigados, incluindo-se covRSs, o qual codifica o regulador transcricional CovR tipicamente envolvido na regulação de genes de evasão ao complemento em estreptococos. Genes potencialmente regulados por CovRSs, possivelmente envolvidos no escape ao complemento (pepOSs e cppASs) também serão investigados. Para isto, os níveis de transcritos de covRSs, pepOSs e cppASs serão comparados entre as cepas estudadas por RT-PCRq. Além disto, mutantes isogênicos destes genes serão construídos a partir da cepa SK36 e caracterizados quanto à ligação à C3b, a proteínas ativadoras e inibidoras do complemento, e à fibronectina. As cepas mutantes com fenótipos alterados serão então comparadas com a cepa parental, quanto à susceptibilidade à opsonofagocitose por PMN de sangue humano. Os resultados deste projeto contribuirão para elucidar os mecanismos moleculares que modulam a susceptibilidade de S. sanguinis à imunidade mediada pelo sistema complemento, tópico importante para o desenvolvimento de terapias para controle de infecções sistêmicas por esta espécie. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA, LETICIA T.; ALVES, LIVIA A.; HARTH-CHU, ERIKA N.; NOMURA, RYOTA; NAKANO, KAZUHIKO; MATTOS-GRANER, RENATA O. icRK and CovR polymorphisms in Streptococcus mutans strains associated with cardiovascular infection. Journal of Medical Microbiology, v. 70, n. 12 2021. Citações Web of Science: 0.
HARTH-CHU, ERIKA N.; ALVES, LIVIA A.; THEOBALDO, JESSICA D.; SALOMAO, MARIANA F.; HOFLING, JOSE F.; KING, WILLIAM F.; SMITH, DANIEL J.; MATTOS-GRANER, RENATA O. PcsB Expression Diversity Influences on Streptococcus mitis Phenotypes Associated With Host Persistence and Virulence. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 10, NOV 12 2019. Citações Web of Science: 0.
ALVES, LIVIA A.; DE CARLI, THAIS R.; HARTH-CHU, ERIKA N.; MARIANO, FLAVIA S.; HOFLING, JOSE F.; STIPP, RAFAEL N.; MATTOS-GRANER, RENATA O. Oral streptococci show diversity in resistance to complement immunity. Journal of Medical Microbiology, v. 68, n. 4, p. 600-608, APR 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.