Busca avançada
Ano de início
Entree

Tendências globais em pesquisa em nanomedicina sobre câncer de mama triplo negativo: uma análise bibliométrica

Processo: 18/06003-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de julho de 2018 - 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Márcia Regina Cominetti
Beneficiário:Márcia Regina Cominetti
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Nanomedicina  Bibliometria  Neoplasias mamárias  Revisão 

Resumo

A nanotecnologia surgiu como uma ferramenta clínica promissora para combater várias doenças como o câncer, que é a segunda maior causa de morte no mundo. As drogas quimioterápicas apresentam várias limitações, como os efeitos colaterais indesejáveis, baixa especificidade, resistência e altas taxas de recaída. O câncer de mama triplo negativo (CMTN) é formado por células que não possuem receptores específicos em suas membranas, como receptores de estrogênio (ER+) e progesterona (PR+), ou por células que não expressam a amplificação do receptor do fator de crescimento epidérmico humano 2 ( HER-2+). Este tipo de câncer tem um prognóstico ruim, altas taxas de recaída e nenhuma terapia direcionada. Assim, este estudo teve como objetivo investigar as tendências da pesquisa em nanotecnologia no câncer de mama e comparar a contribuição de pesquisas de diferentes regiões, instituições e autores. Uma busca dos estudos publicados entre 2012 e 2017, relacionados à nanotecnologia e ao câncer de mama, com diferentes combinações de palavras-chave, foi realizada na base de dados Scopus. As palavras-chave encontradas nesta pesquisa foram agrupadas em 4 grupos nos quais "câncer de mama" foi o mais mencionado (1.133 vezes), e a palavra "linhagem MCF-7" é um dos pontos mais recentes que apareceram no ano de 2016. Foram identificados um total de 1.932 artigos, que foram citados 26.450 vezes. Os Estados Unidos acumularam 28,36% dos artigos e 27,61% das citações, no entanto, nenhum dos seus centros apareceu nos 10 mais produtivos em termos de publicações. Os periódicos Biomaterials e International Journal of Nanomedicine tiveram o maior número de publicações. Os EUA e a China tiveram o maior número de artigos produzidos e citados, no entanto, a maior média de citação por artigo foi de Cingapura. Os estudos centraram-se na pesquisa de agentes antineoplásicos em modelos animais e cultura celular e estes foram os tópicos mais utilizados na pesquisa com nanotecnologia e câncer de mama. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES TELES, RAMON HANDERSON; MORALLES, HERICK FERNANDO; COMINETTI, MARCIA REGINA. Global trends in nanomedicine research on triple negative breast cancer: a bibliometric analysis. INTERNATIONAL JOURNAL OF NANOMEDICINE, v. 13, p. 2321-2336, 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.