Busca avançada
Ano de início
Entree

Trinta anos de assentamentos rurais no estado de são paulo: o processo de envelhecimento dos assentados do pontal do paranapanema e seus efeitos sobre as condições de vida

Resumo

O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial e contemporâneo. Este fato é resultante da diminuição progressiva das taxas de fecundidade, mortalidade e o aumento da expectativa de vida, além de avanços em políticas públicas e programas governamentais. Contudo, nota-se que estes progressos atendem majoritariamente idosos que vivem em áreas urbanas, em detrimento dos idosos que vivem em áreas rurais. Além disto, a questão do envelhecimento no meio rural é dotada de lacunas, já que, são escassos os estudos neste meio, sobretudo em assentamentos de reforma agrária. Nesse sentido, objetivo geral desta pesquisa será compreender o processo de envelhecimento de idosos e idosas que viram na luta pela conquista da terra uma chance de vida e trabalho, bem como suas implicações sobre as condições de vida. Por conseguinte, os objetivos específicos estão em compreender os significados e ressignificados do envelhecimento, a percepção dos idosos e idosas sobre o processo de envelhecimento, além de investigar a percepção que a família destes atores tem sobre este processo. O universo da pesquisa se dará em seis (6) assentamentos rurais pré-selecionados. O aparato metodológico terá uma abordagem quantitativa e qualitativa. Assim, primeiramente, será utilizado o questionário semiestruturado para responder as indagações sociodemográficas. O segundo instrumento de pesquisa será a história de vida, a fim de vislumbrar as trajetórias, experiências e percepções destes idosos e idosas rurais frente ao processo de envelhecimento. Com isso, pretende-se preencher lacunas deste processo do envelhecer no meio rural a fim de contribuir na implementação de políticas públicas e programas condizentes a nova realidade rural brasileira. (AU)