Busca avançada
Ano de início
Entree

Synthesis and discovery of molecular mechanisms of some novel conjugated unsaturated ketones designed as anticancer agents

Processo: 18/50008-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2018 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Convênio/Acordo: Consórcio de Alberta, Laval, Dalhousie e Ottawa (CALDO)
Pesquisador responsável:Mozart de Azevedo Marins
Beneficiário:Mozart de Azevedo Marins
Pesq. responsável no exterior: Jonathan Richard Dimmock
Instituição no exterior: University of Saskatchewan (USASK), Canadá
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/03237-2 - Bioprospecção de polifenóis com atividade anticancerígena e investigação dos mecanismos moleculares envolvendo o fator de transcrição p53, AP.R
Assunto(s):Antineoplásicos  Proliferação celular  Citotoxinas  Compostos bioativos  Propriedades físico-químicas  Projetos SPRINT 

Resumo

Uma série de compostos potencialmente anticancerígenos foram projetados e descobertos no laboratório do Professor Dimmock. Estes compostos exibem potentes efeitos inibitórios na proliferação celular ou são letais para os tumores. É importante encontrar os modos de ação de moléculas representativas para o desenvolvimento de drogas anticancerígenas. O grupo de pesquisa do professor Marins tem uma experiência considerável em encontrar as formas como as citotoxinas exercem seus efeitos. Quando esta informação se torna disponível, possibilita a descoberta de análogos, tendo em mente a forma e as propriedades eletrônicas dos alvos moleculares. O objetivo é que esses compostos podem ser construídos como drogas com maior interação com a enzima ou gene alvo. O foco desta proposta é, portanto, encontrar compostos que tenham algumas (idealmente todas) das seguintes características que (I) exibem maior toxicidade para os tumores do que células não malignas (II) têm baixa toxicidade in vivo (III) possuem propriedades fisicoquímicas desejáveis e (IV) os tumores não são resistentes a eles. (AU)