Busca avançada
Ano de início
Entree

Cinemática i: o cinema como experiência sensível

Processo: 18/02684-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 14 de agosto de 2018 - 17 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Pesquisador responsável:Giselle Gubernikoff
Beneficiário:Giselle Gubernikoff
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Teoria do cinema  Cinema experimental  Avant-garde  História do cinema 

Resumo

Parte-se do pressuposto de que o cinema é, sobretudo, uma forma de linguagem artística, não importando os meios técnicos utilizados para a sua veiculação. Por isso, nessa primeira edição do evento Cinemática I decidiu-se ver o cinema simplesmente como uma extraordinária experiência sensível. A partir daí, e ao longo dos debates aqui propostos, além da mostra de filmes antigos e contemporâneos e da exposição Romantismo Noir no Cinema, pretende-se dedicar um espaço reservado para uma profunda reflexão sobre dois momentos que marcaram a história do cinema no século XX. O primeiro é o cinema experimental que pode ser associado aos movimentos de vanguarda artística, mas cuja presença é observada ainda hoje entre os autores que encaram o "cinema como arte". O segundo é uma maneira de fazer cinema que ficou conhecida como "Film Noir". Trata-se de um estilo cinematográfico que se caracterizou pela emergência de um tipo de imagem transgressora, mas que envolve um excepcional tratamento estético que considera-se como um legado do "Romantismo Negro", podendo também ser associada ao expressionismo e ao surrealismo. Por outro lado, são inúmeros os pontos de convergência do Film Noir com essas correntes estéticas nas artes plásticas que tiveram origem na Alemanha e França nos anos de 1920 do século passado - Dadaísmo e Surrealismo - mas que tiveram representantes também no Brasil, como é o caso de artistas como Ismael Nery e Flávio de Carvalho, assim como em certos momentos da carreira de Tarsila do Amaral. O Film Noir ficou mundialmente conhecido em sua versão norte-americana, mas pode-se constatar esse estilo de manifestação cinematográfica de outras origens nacionais como é o caso do cinema francês, alemão, britânico e também entre nós, no cinema brasileiro anterior ao Cinema Novo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.