Busca avançada
Ano de início
Entree

Ajustes cardiovasculares em Squamata: validação do modelo da cascavel descerebrada para estudos de mecanismos regulatórios cardiovasculares

Processo: 18/05035-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Fisiologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Cléo Alcantara Costa Leite
Beneficiário:Cléo Alcantara Costa Leite
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Renato Filogonio
Assunto(s):Herpetologia  Répteis  Cardiovascular 

Resumo

O Sistema Nervoso Autônomo (SNA) é responsável pela integração das funções sistêmicas para a manutenção da homeostasia em repouso ou frente a toda diversidade de alterações, com ajustes preparatórios para eventos cíclicos, e na coordenação de alterações funcionais para estados específicos. A avaliação de funções autonômicas e/ou do papel funcional de ajustes que dependam de modulação autonômica incorre em grande desafio instrumental, relacionado ao estresse de manuseio de animais e procedimentos, ou atenuação autonômica pela anestesia e farmacos. Em preparações de animais descerebrados, cortex e tálamo podem ser retirados e, uma vez dissipados os efeitos da anestesia, o animal permanece com grande parte de suas funções operacionais, permitindo seu monitoramento e estudo sem, contudo, que o animal tenha processamento referente a dor ou percepção consciente. Esse tipo de preparação tem sido utilizado para aprofundar investigações em diversas áreas da zoologia, fisiologia e saúde. Tais preparações abrem acesso a um grande número de informações que não poderiam ser obtidas de outra forma, permitindo avanços significativos na área investigada com uso de número reduzido de especimens. Com esse projeto, sugerimos esse procedimento seja aplicado em cascavéis para a investigação profunda de diversos mecanismos regulatórios. Com o animal descerebrado, acreditamos que seja possível a aquisição de múltiplos dados cardiorrespiratórios, metabólicos e de temperatura que podem ser relacionados para elucidação de questões complexas sobre regulação autonômica de processos fisiológicos. A presente proposta é o passo inicial de um plano de longo prazo para investigações de função autonômica e ajustes cardiorrespiratórios e vasculares. Nesse projeto inicial, temos o objetivo de analisar a viabilidade do procedimento cirúrgico de descerebração em cascavéis e testar uma série de reflexos autonômicos para determinar o alcance e impacto desse modelo. Assim, animais serão descerebrados e separados em dois grupos experimentais (descerebrados anestesiados e descerebrados não anestesiados) que terão parâmetros cardiovasculares: fH; HRV; pressões (sistêmica e pulmonar - SeP), fluxos (SeP), desvios sanguíneos (shunt), volumes de ejeção sistólica (SeP), resistências (SeP), ganho barorreflexo, temperatura central e superficial, dentre outros fatores analisados frente a estímulos que incitariam reflexos autonômicos para ajustes cardiovasculares: head lift, tail lift, aquecimento superficial, alterações de pressão arterial por meio de fármacos e estimulação de quimiorreceptores. Trabalharemos com as hipóteses de que uso de animais anestesiados impede a eficácia de estudos que dependam do funcionamento integro do SNA; e que o modelo da cascavel descerebrada é eficiente em retratar (em capacidade de resposta e magnitude) os parâmetros analisados. Acreditamos que o modelo, se for demonstrada sua viabilidade, será de extrema relevância para estudos autonômicos, cardiovasculares e respiratórios em repteis e vertebrados. A possibilidade de coleta concomitante de dados e complexidade de analises nos proporcionará inclusive, a futura redução do numero de animais utilizados nesses experimentos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FILOGONIO, RENATO; ORSOLINI, KARINA F.; CASTRO, SAMANTA A.; ODA, GUSTAVO M.; ROCHA, GABRIELLA C.; TAVARES, DRIELE; ABE, AUGUSTO S.; LEITE, CLEO A. C. Evaluation of the sequence method as a tool to assess spontaneous baroreflex in reptiles. JOURNAL OF EXPERIMENTAL ZOOLOGY PART A-ECOLOGICAL AND INTEGRATIVE PHYSIOLOGY, v. 331, n. 7, p. 374-381, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.