Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões de metilação e expressão de genes da inflamação e do metabolismo energético na prole de ratas submetidas à dieta suplementada com ácido fólico

Processo: 18/03291-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2018 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Helio Vannucchi
Beneficiário:Helio Vannucchi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Carla Barbosa Nonino
Assunto(s):Epigênese genética  Nutrigenômica  Expressão gênica  Inflamação  Ácido fólico  Metabolismo energético  Metilação de DNA 

Resumo

A epigenética envolve mecanismos que são essenciais para o adequado desenvolvimento embrionário dos mamíferos, sendo que, alterações neste estágio podem levar a vários distúrbios metabólicos, como a obesidade. Esta doença é caracterizada por uma inflamação crônica de baixo grau, que leva a inúmeras doenças que comprometem seriamente a saúde do indivíduo, além de ter origem multifatorial envolvendo tanto fatores ambientais como genéticos. Objetivo - Investigar os padrões de expressão e metilação dos genes interleucina 6 (IL6), fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) e interleucina 1 beta (IL1b), sirtuína 1 (SIRT1), coativador-1 do receptor ativado por proliferadores de peroxissoma alfa (PGC1-±), receptor ativado por proliferadores de peroxissoma gama (PPAR-³) e forkhead Box 1 (FOXO1) na prole de ratas submetidas às dietas deficiente e suplementada com ácido fólico. Métodos - Serão selecionados ratos Wistar e para o acasalamento serão formados 2 casais/grupos de tratamento (o grupo controle, o grupo deficiente em ácido fólico e o grupo suplementado com ácido fólico). Serão coletadas amostras do tecido adiposo (branco e marrom) e fígado a partir das quais serão extraídos DNA, RNA e proteínas utilizando kits comerciais específicos. Com as referidas amostras biológicas serão realizadas análises do padrão de metilação (DNA), expressão gênica por PCR em tempo real (mRNA) e proteômica por Western blotting. Espera-se que os resultados deste estudo possam fornecer melhor compreensão dos mecanismos moleculares relacionados à reprogramação epigenética fetal dos genes da inflamação e do metabolismo energético, envolvidos com a obesidade, e do fornecimento adequado de ácido fólico durante o período de desenvolvimento embrionário/fetal. (AU)