Busca avançada
Ano de início
Entree

Desafios para conservação da biodiversidade frente as mudanças climáticas, poluição e uso e ocupação do solo (PDIp)

Processo: 17/50341-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Modernização de Institutos Estaduais de Pesquisa
Vigência: 01 de junho de 2018 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Luiz Mauro Barbosa
Beneficiário:Luiz Mauro Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Armando Reis Tavares ; Carla Ferragut ; Carlos Eduardo de Mattos Bicudo ; Catarina Carvalho Nievola ; Claudio José Barbedo ; Cynthia Fernandes Pinto da Luz ; Denise de Campos Bicudo ; Inês Cordeiro ; Luce Maria Brandão Torres ; Marcia Regina Braga ; Marília Gaspar Maïs ; Marisa Domingos ; Mutue Toyota Fujii
Bolsa(s) vinculada(s):18/23399-0 - Alterações das assembleias de diatomáceas frente às mudanças climáticas e ambientais durante ciclos glaciais e interglaciais em região de Mata Atlântica situada em área urbana, BP.PD
18/18896-4 - Alterações da biodiversidade da comunidade de algas em represas urbanas em longa série temporal: elaboração e aplicação de modelos explicativos e preditivos em resposta à eutrofização e mudanças climáticas, BP.PD
18/13992-5 - Efeitos da disponibilidade hídrica e aumento da temperatura nos grãos de pólen de Bromeliaceae da reserva da biosfera do Cinturão Verde de São Paulo, BP.DR
18/13529-3 - Envolvimento do metabolismo nitro-oxidativo, ácido abscísico e aquaporinas nas respostas de curto prazo e recuperação à seca da bromélia epífita Acanthostachys strobilacea (Schult. & Schult.f.) Klotzsch, BP.DR
18/18077-3 - Caracterização do perfil metabólico de espécies nativas de Mata Atlântica expostas a estressores ambientais, BP.DR
Assunto(s):Biodiversidade  Inovações tecnológicas  Mudança climática  Conservação biológica  Poluição  Uso do solo 

Resumo

Plano de Desenvolvimento em Pesquisa apresentado pelo Instituto de Botânica (PDIP-IBt) objetiva, por meio de estudos técnicos-científicos avançados, avaliar o impacto das ações antrópicas e das mudanças climáticas sobre florestas urbanas e periurbanas, de modo a propor e/ou validar modelos preditivos para a conservação da biodiversidade e restauração de ecossistemas terrestres e aquáticos do Estado de São Paulo. Para o alcance desse objetivo, o IBt necessita promover maior integração de seu corpo técnico, modernizar sua Infraestrutura institucional e aumentar sua capacidade para Inovação tecnológica, além de fomentar a formação de recursos humanos. A área de referência selecionada para o estudo é a Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo (RBCV-SP), reconhecida pela UNESCO em 1993 e de grande importância para o estado de São Paulo, porque inclui remanescentes de floresta Atlântica e de Cerrado, parques naturais urbanos, reservas estaduais, estações ecológicas, áreas de proteção de água doce e da vida silvestre e áreas urbanas. A proposta prevê a realização de diagnósticos observacionais e experimentais, em duas escalas (ecossistemas/comunidades; populações/espécies), enfocando ecossistemas aquáticos e terrestres presentes na RBCV- SP. OS resultados obtidos nos diagnósticos observacionais darão suporte aos experimentais. Assim como todos os resultados levantados subsidiarão a proposição/validação de modelos preditivos de mudanças na biodiversidade frente aos estressores ambientais associados ao uso e ocupação da terra e para embasar as pesquisas propostas voltadas à educação e comunicação pública da ciência. Os resultados contribuirão também para ações relativas às políticas públicas da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SMA), auxiliando no estabelecimento de parâmetros facilita dores de planejamento, avaliação, monitoramento e licenciamento ambiental e fornecendo subsídios aos municípios pau listas no atendimento aos planos de conservação da biodiversidade da Mata Atlântica e Cerrado, nas ações de recuperação de nascentes e entorno e nas ações de educação ambiental. O PDIP-IBt ainda visa a ampliar nossa capacidade de cooperação com outras instituições de pesquisa e empresas, compartilhando recursos humanos, materiais e de infraestrutura, aliada à obtenção de novas fontes de apoio financeiro, em consonância com as prioridades da política estadual e nacional de ciência, tecnologia e inovação. Todas essas ações serão viabilizadas pelo efetivo cumprimento das metas propostas para o Núcleo de Involação Tecnológica do IBt. Deste modo, PDIP-IBt também está alinhado à demanda governamental de modernização da infraestrutura de pesquisa das Instituições de Ciência e Tecnologia do estado de São Paulo (ICTESP), às novas políticas federal e estadual de Ciência, Tecnologia e inovação, que visam estimular o desenvolvimento cientifico, a pesquisa, a capacitação cientifica e a inovação tecnológica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em biodiversidade de algas com Bolsa da FAPESP 
Duas vagas de pós-doutorado no Instituto de Botânica com bolsa da FAPESP 
Instituto de Botânica tem quatro oportunidades com bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.