Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparação de anticorpo monoclonal anti-CEA como radiofármaco

Resumo

Objetivamos a análise de um sistema adequado para a marcação de anticorpos monoclonais com 99mTc, rápido, simples, eficiente, reprodutivo com estabilidade e manutenção da capacidade de interação específica com o antígeno definido e integridade molecular, próprios aos laboratórios radiofarmacêuticos. Uma eficiente marcação de anticorpos monoclonais depende de um número de fatores incluindo as características do radionuclídeo e do método de sua incorporação na proteína. Para marcação direta de anticorpos com 99mTc e necessário produzir sítios de ligação por redução nos grupos sulfídrilicos que não estejam envolvidos na manutenção da estrutura-proteica para evitar alterações nas funções biológicas do anticorpo. O método direto de marcação desenvolvido por Mather e Ellison (1990), onde as pontes dissulfídicas, dentro da molécula do anticorpo, são quebradas com o uso do redutor 2-mercaptoetanol e após uma purificação subsequente, o anticorpo reduzido e marcado com [99mTc] pertecnetato reduzido via Sn++ na presença de um ligante fraco [metileno difosfonato]. É método particularmente adequado ao desenvolvimento: de "kits" comerciais próprios ao uso em Medicina Nuclear. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)