Busca avançada
Ano de início
Entree

Transgressões e regressões marinhas associadas às pulsações climáticas holocênicas: espacialização e geocronologia de coberturas superficiais em terraços fluviais, fluviomarinhos e marinhos no litoral brasileiro

Processo: 18/07271-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Archimedes Perez Filho
Beneficiário:Archimedes Perez Filho
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Emerson Martins Arruda ; Salvador Carpi Junior
Assunto(s):Holoceno  Geomorfologia 

Resumo

A presente proposta de pesquisa está alicerçada na aplicação dos três níveis tradicionais da abordagem geomorfológica (compartimentação do relevo, estrutura superficial da paisagem e morfodinâmica), buscando retomar discussões sobre gênese e evolução espaço-temporal dos terraços fluviais, fluviomarinhos e marinhos brasileiros. A pesquisa busca também compreender a dinâmica das coberturas superficiais relacionadas ao material de origem dos solos, considerando fundamental a caracterização da estrutura superficial da paisagem para recompor os hiatos temporais e genéticos referentes à evolução dos terraços e coberturas superficiais a eles associadas. Neste contexto, o recurso metodológico adotado como condutor desta proposta está pautado no método sistêmico, buscando assim integrar os dados de geocronologia absoluta dos sedimentos, obtidos pelo método da Luminescência Opticamente Estimulada (LOE) e também pelas análises morfoestratigráficas das unidades deposicionais envolvidas. Assim sendo, esta pesquisa busca aprofundar a compreensão da espacialização dos níveis de terraços fluviais marinhos e fluviomarinhos ao longo do litoral brasileiro, uma vez que por meio da datação absoluta será possível verificar os momentos deposicionais, correlacionando-os às pulsações climáticas e às transgressões e regressões marinhas holocênicas ocorridas nos litorais do nordeste, sudeste e sul do Brasil. Em virtude da abrangência regional da análise proposta, será possível identificar elementos sincrônicos e diacrônicos na gênese das formas estudadas, e analisar às particularidades das dinâmicas ambientais regionais atuando em momentos distintos sobre o litoral brasileiro. (AU)