Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de proteínas recombinantes do vírus da dengue para utilização em testes rápidos diagnósticos

Processo: 17/22737-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2018 - 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Maria Angélica de Camargo
Beneficiário:Maria Angélica de Camargo
Empresa:Wama Produtos para Laboratório Ltda (WAMA)
CNAE: Fabricação de instrumentos e materiais para uso médico e odontológico e de artigos ópticos
Município: São Carlos
Pesq. associados: Gabriel Belem de Andrade ; Jessica Caldeira de Lima ; Juliana Pereira Schnetzler
Assunto(s):Clonagem  Proteínas recombinantes  Aedes  Dengue  Febre hemorrágica da dengue  Kit de reagentes para diagnóstico 

Resumo

O vírus da dengue (DENV) é transmitido por mosquitos do gênero Aedes e foi isolado pela primeira vez em 1943. Anualmente, quase 400 milhões de pessoas são infectadas pelo vírus e, por conta da distribuição geográfica do vetor, metade da população mundial está sujeita à infecção. Até hoje, foram descritos cincos sorotipos do vírus (DENV-1, DENV-2, DENV-3. DENV-4 e DENV-5), sendo todos eles, exceto DENV-5, encontrados no Brasil. Em razão da imunidade heterogênea, infecções secundárias por diferentes sorotipos são possíveis e relativamente comuns. Embora possam ser assintomáticas, as infecções por DENV também ocasionam a Febre do Dengue (FD) e a Febre Hemorrágica do Dengue/Síndrome do Choque da Dengue (FHD/SCD), sendo a última uma grave doença que pode levar ao óbito se não for rapidamente diagnosticada e tratada. Os Testes Rápidos Diagnósticos (TRD) são realizados em uma única etapa e se baseiam na interação entre antígenos ou anticorpos presentes na amostra e reagentes impregnados na plataforma de teste rápido. Tais testes possibilitam um resultado ágil e eficiente ao cliente final sem requerer grandes investimentos em treinamento ou estrutura laboratorial. Buscando ampliar o conhecimento técnico e o portfólio de produtos da empresa, o presente projeto pretende viabilizar o desenvolvimento de reagentes que atualmente são adquiridos exclusivamente no exterior, especificamente antígenos do vírus da dengue. Os antígenos virais serão produzidos via sistema de expressão bacteriano (Escherichia coli), utilizando-se sequências nucleotídicas de proteínas do vírus da dengue (DENV), as quais serão analisadas, otimizadas e sintetizadas quimicamente. As sequências sintetizadas serão clonadas no vetor de expressão pET28a, resultando em produtos gênicos fusionados a uma cauda de histidinas, a qual será utilizada para purificação por cromatografia de afinidade. As proteínas recombinantes obtidas serão conjugadas com ouro coloidal e utilizadas para captura de anticorpos anti-dengue, compondo os Testes Rápidos Diagnósticos (TRD) baseados em imunocromatografia, uma abordagem de amplo domínio da empresa proponente. A concretização deste Projeto de Pesquisa possibilitará uma inovação biotecnológica na Wama Diagnóstica, aumentando o controle das etapas de pesquisa e desenvolvimento, reduzindo os custos materiais e eliminando a dependência de fornecedores internacionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.