Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de substâncias de interesse para a saúde pública em águas de abastecimento do Nordeste do Estado de São Paulo

Processo: 17/24883-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Sergio Dovidauskas
Beneficiário:Sergio Dovidauskas
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/20342-7 - Treinamento e aperfeiçoamento em análise físico-química de águas destinadas ao consumo humano, BP.TT
Assunto(s):Glifosato  Lítio  Nitratos 

Resumo

As águas utilizadas no abastecimento público do nordeste do Estado de São Paulo (uma região em processo de industrialização, onde vivem aproximadamente 3,3 milhões de habitantes em 90 municípios) são captadas de manancial superficial, de manancial subterrâneo, ou de combinações de ambos. Estudos recentes nessas águas mostraram que: (i) os municípios podem ser divididos em grupos segundo as características físico-químicas de suas águas; (ii) as águas de um grupo de 14 municípios têm a concentração de nitrato como uma das variáveis proeminentes, enquanto um grupo de 4 municípios exibe a presença de lítio como uma de suas características; (iii) bromato foi quantificado de forma significativa em 3 municípios. Em vista desses fatos, este projeto procurará obter informações detalhadas a respeito das concentrações de lítio, nitrato e bromato nas águas de abastecimento público da região. Serão pesquisados também o herbicida glifosato e seu metabólito, o ácido aminometilfosfônico, e realizados dois ensaios microbiológicos e determinações de temperatura, condutividade, cloro residual livre, pH, turbidez e cor aparente. Além das concentrações de lítio, nitrato e bromato, serão determinadas concentrações de outros 12 íons: sódio, amônio, potássio, cálcio, magnésio, fluoreto, clorito, cloreto, brometo, clorato, fosfato e sulfato. Assim, a cada amostra de água serão associados 2 parâmetros microbiológicos e 23 físico-químicos, e os dados serão submetidos às análises univariada e multivariada. Pretende-se contribuir com dados e informações para futuras ações das 90 Vigilâncias Sanitárias Municipais dos Grupos de Vigilância Sanitária dos 4 Departamentos Regionais de Saúde (Araraquara, Barretos, Franca e Ribeirão Preto) que constituem a Rede Regional de Atenção à Saúde 13 no nordeste do Estado. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.