Busca avançada
Ano de início
Entree

Nicotina e privação de sono: impacto na sensibilidade dolorosa e imunomodulação em ratos

Processo: 18/12284-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Monica Levy Andersen
Beneficiário:Monica Levy Andersen
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dor  Citocinas  Sono  Nicotina 

Resumo

A administração repetida de nicotina tem sido associada com um aumento do sono paradoxal em ratos e com propriedades antinociceptivas, enquanto a privação de sono paradoxal (PSP) resulta em respostas inflamatórias e pronociceptivas. Assim, nosso objetivo foi avaliar o efeito da administração repetida de nicotina e sua abstinência combinado com PSP na sensibilidade a dor e marcadores inflamatórios. Sessenta ratos Wistar machos adultos foram submetidos a injeções repetidas de salina (SAL) ou nicotina (NIC) durante 12 dias, ou durante 7 dias seguido por uma injeção aguda de mecamilamina no oitavo dia para precipitar a abstinência à nicotina (ABST). No dia 9, os animais foram submetidos à PSP por 7sh ou permaneceram em condições controle (CTRL); no dia 12, a sensibilidade dolorosa térmica foi avaliada pelo teste da placa quente. A PSP diminuiu de forma significante a latência para retirada de pata em todos os grupos comparados com seus respectivos controles. Os animais ABST-PSP apresentaram maiores níveis séricos de interleucina (IL)-6 comparado a todos os grupos, exceto ao ABST-CTRL. Após ajuste para perda de peso, IL-6, IL-4 e fator de necrose tumoral, o grupo ABST-PSD foi associado com a menor sensibilidade dolorosa. Os níveis de IL-4 e o tratamento com nicotina foram preditores de um limiar de dor mais elevado. A hiperalgesia induzida pela PSP prevaleceu sobre a ação antinociceptiva da nicotina, enquanto a associação entre PSP e ABST aumentou de maneira sinérgica as concentrações de IL-6 e reduziu o limiar doloroso. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.