Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade vegetal e de organismos edáficos em ecossistemas de Araucaria angustifolia naturais e impactados no estado de São Paulo

Processo: 01/05146-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de abril de 2004 - 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Elke Jurandy Bran Nogueira Cardoso
Beneficiário:Elke Jurandy Bran Nogueira Cardoso
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Marcio Rodrigues Lambais ; Ricardo Ribeiro Rodrigues
Bolsa(s) vinculada(s):09/16558-5 - Verificação do potencial de colonização de fungos micorrízicos arbusculares em bracatinga e maricá, BP.TT
09/14645-8 - Avaliação do potencial de promoção do crescimento em Araucaria angustifolia e Pinus SP. mediado por rizobactérias produtoras de ácido 3-indolacético(AIA), BP.IC
09/10735-2 - Eficiência contra patógenos de antibióticos produzidos por actinobactérias isoladas da rizosfera de Araucaria angustifolia, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 08/01841-0 - Diversidade de Pseudomonas spp. fluorescentes e de Bacillus spp. na rizosfera de Araucaria angustifólia, BP.MS
07/06943-3 - Indicadores de qualidade do solo em florestas de araucária no estado de São Paulo, BP.DR
07/05637-6 - Biodiversidade da macrofauna edáfica e outras variáveis explicativas como indicadores da qualidade do solo em florestas de Araucaria, BP.PD
06/54440-8 - Flora e estrutura das florestas de araucária presentes em unidades de conservação do estado de São Paulo, BP.MS
05/03686-4 - Biodiversidade vegetal e de organismos edáficos em ecossistemas de Araucaria angustifolia naturais e impactados no Estado de São Paulo, BP.TT
05/53047-8 - Diversidade de microrganismos diazotróficos sob mata de araucária angustifolia no Estado de São Paulo, BP.MS - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Biodiversidade  Ecologia microbiana  Bioquímica do solo  Plantas em extinção  Araucaria angustifolia 
Publicação FAPESP:http://www.fapesp.br/biota/biota_cardoso.pdf

Resumo

A Araucária angustifólia é uma espécie vegetal de elevado valor sócio-econômico e ambiental, característica da floresta subtropical brasileira. Devido à exploração predatória a que foi submetida, é atualmente considerada uma espécie em extinção, exigindo emprego de tecnologias imediatas visando a sua recuperação. Apesar de ocupar restrita área no estado São Paulo, as florestas de araucária fazem parte de um ecossistema rico em diversidade vegetal e animal, os quais apresentam uma interação muito forte. A perda desta espécie traria conseqüências negativas a todo o ecossistema, as quais poderiam envolver de perda da diversidade de microorganismos abaixo da superfície e comprometimento de funções e sustentabilidade do mesmo. De modo geral, o presente projeto pretende caracterizar a biodiversidade vegetal e edáfica destes ecossistemas e estabelecer uma relação entre estas comunidades. Os objetivos específicos deste projeto são: a) avaliar a diversidade florística associada às florestas de araucária nos diferentes ecossistemas; b) identificar, por meio de técnicas moleculares (DGGE) e bioquímicas (Biolog), a estrutura de comunidade microbiana associada às raízes de A. angustifólia e verificar sua possível variabilidade nos diversos ecossistemas; c) isolar e identificar, através de características morfológicas e moleculares, fungos micorrízicos arbusculares associados a florestas de araucária, avaliando, posteriormente, aqueles eficientes em promover crescimento de mudas de araucária, em condições controladas; d) isolar e identificar, através de caracterização fenótipica e genética, microrganismos diazotróficos simbióticos ou não com leguminosas do sub-bosque de florestas de araucária e rizobactérias promotoras de crescimento de plantas, com potencialidade de uso em programas de produção de mudas, estabelecendo possíveis interações com fungos micorrízicos arbusculares; e) avaliar processos bioquímicos do solo como C e N da microbiomassa, atividade microbiana, quociente metabólico (qCO2), relação entre C da biomassa microbiana / C total orgânico do solo e atividade enzimática do solo; f) desenvolver uma análise comparativa entre indivíduos de Araucaria spp. Consistente e robusta através de marcadores moleculares - RAPD e AFLP, além do uso de seqüências que amplificam regiões de DNA de organelas - mitocôndrias e cloroplastos, para identificação de possíveis novas espécies de Araucária nas regiões de Campos de Jordão e Apiaí, através do uso de seqüências previamente testadas para a distinção interespecífica de indivíduos, após prévia cariotipagem; g) avaliar a diversidade da macrofauna do solo e a importância de determinados grupos funcionais em solos de diferentes ecossistemas de Araucária, em duas épocas contrastantes (inverno e verão); h) determinar o nível de dissimilaridade dos diferentes ecossistemas com araucária, baseado na diversidade e atividade dos organismos estudados. Os estudos serão realizados em duas regiões de ocorrência de araucária no estado de São Paulo (Campos do Jordão e Apiaí), onde serão avaliados ecossistemas naturais e alterados. (AU)

Publicações científicas (16)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOREIRA, MILENE; ZUCCHI, MARIA I.; GOMES, JOSE E.; TSAI, SIU M.; ALVES-PEREIRA, ALESSANDRO; CARDOSO, ELKE J. B. N. Araucaria angustifolia Aboveground Roots Presented High Arbuscular Mycorrhizal Fungal Colonization and Diversity in the Brazilian Atlantic Forest. Pedosphere, v. 26, n. 4, p. 561-566, AUG 2016. Citações Web of Science: 3.
AZEVEDO VIEIRA, LEANDRO TAVARES; POLISEL, RODRIGO TRASSI; IVANAUSKAS, NATALIA MACEDO; SHEPHERD, GEORGE JOHN; WAECHTER, JORGE LUIZ; YAMAMOTO, KIKYO; MARTINS, FERNANDO ROBERTO. Geographical patterns of terrestrial herbs: a new component in planning the conservation of the Brazilian Atlantic Forest. Biodiversity and Conservation, v. 24, n. 9, SI, p. 2181-2198, SEP 2015. Citações Web of Science: 8.
LAMMEL, DANIEL R.; CRUZ, LEONARDO M.; MESCOLOTTI, DENISE; STUERMER, SIDNEY LUIZ; CARDOSO, ELKE J. B. N. Woody Mimosa species are nodulated by Burkholderia in ombrophylous forest soils and their symbioses are enhanced by arbuscular mycorrhizal fungi (AMF). PLANT AND SOIL, v. 393, n. 1-2, p. 123-135, AUG 2015. Citações Web of Science: 5.
BRAGA BERTINI, SIMONE CRISTINA; BASILIO AZEVEDO, LUCAS CARVALHO; STROMBERGER, MARY E.; BRAN NOGUEIRA CARDOSO, ELKE JURANDY. Soil properties discriminating Araucaria forests with different disturbance levels. ENVIRONMENTAL MONITORING AND ASSESSMENT, v. 187, n. 4 APR 2015. Citações Web of Science: 0.
POLISEL, RODRIGO TRASSI; IVANAUSKAS, NATALIA MACEDO; DE ASSIS, MARTA CAMARGO; SHEPHERD, GEORGE JOHN; YAMAMOTO, KIKYO. Structure of the understory community in four stretches of Araucaria forest in the state of Sao Paulo, Brazil. Acta Botanica Brasilica, v. 28, n. 1, p. 86-101, JAN-MAR 2014. Citações Web of Science: 6.
BRAGA BERTINI, SIMONE CRISTINA; BASILIO AZEVEDO, LUCAS CARVALHO; MENDES, IEDA DE CARVALHO; BRAN NOGUEIRA CARDOSO, ELKE JURANDY. Hierarchical partitioning for selection of microbial and chemical indicators of soil quality. PEDOBIOLOGIA, v. 57, n. 4-6, p. 293-301, 2014. Citações Web of Science: 4.
DE CARVALHO, FERNANDA; DE SOUZA MOREIRA, FATIMA MARIA; BRAN NOGUEIRA CARDOSO, ELKE JURANDY. CHEMICAL AND BIOCHEMICAL PROPERTIES OF ARAUCARIA ANGUSTIFOLIA (BERT.) KTZE. FOREST SOILS IN THE STATE OF SAO PAULO. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 4, p. 1189-1201, JUL-AUG 2012. Citações Web of Science: 8.
RIBEIRO, CARLOS MARCELO; BRAN NOGUEIRA CARDOSO, ELKE JURANDY. Isolation, selection and characterization of root-associated growth promoting bacteria in Brazil Pine (Araucaria angustifolia). MICROBIOLOGICAL RESEARCH, v. 167, n. 2, p. 69-78, 2012. Citações Web of Science: 47.
ROSE PEREIRA MUNIZ DE SOUZA; VINÍCIUS DE CASTRO SOUZA; RODRIGO TRASSI POLISEL; NATÁLIA MACEDO IVANAUSKAS. Estrutura e aspectos da regeneração natural de Floresta Ombrófila Mista no Parque Estadual de Campos do Jordão, SP, Brasil. Hoehnea, v. 39, n. 3, p. 387-407, Set. 2012.
PATREZE, CAMILA MAISTRO; TSAI, SIU MUI. Intrapopulational genetic diversity of Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze is different when assessed on the basis of chloroplast or nuclear markers. PLANT SYSTEMATICS AND EVOLUTION, v. 284, n. 1-2, p. 111-122, JAN 2010. Citações Web of Science: 12.
MOREIRA, MILENE; BARETTA, DILMAR; TSAI, SIU MUI; BRAN NOGUEIRA CARDOSO, ELKE JURANDY. ARBUSCULAR MYCORRHIZAL FUNGAL COMMUNITIES IN NATIVE AND IN REPLANTED ARAUCARIA FOREST. Scientia Agricola, v. 66, n. 5, p. 677-684, 2009. Citações Web of Science: 9.
PATREZE‚ CM; DE PAULO‚ EN; MARTINELLI‚ AP; CARDOSO‚ E.J.B.; TSAI‚ SM. Characterization of fungal soil communities by F-RISA and arbuscular mycorrhizal fungi fromAraucaria angustifolia forest soils after replanting and wildfire disturbances. SYMBIOSIS, v. 48, n. 1, p. 164-172, 2009.
DILMAR BARETTA; ANTONIO DOMINGOS BRESCOVIT; IRENE KNYSAK; ELKE JURANDY BRAN NOGUEIRA CARDOSO. Trap and soil monolith sampled edaphic spiders (arachnida: araneae) in Araucaria angustifolia forest. Scientia Agricola, v. 64, n. 4, p. 375-383, Ago. 2007.
DILMAR BARETTA; GEORGE GARDNER BROWN; SAMUEL WOOSTER JAMES; ELKE JURANDY BRAN NOGUEIRA CARDOSO. Earthworm populations sampled using collection methods in atlantic forests with Araucaria angustifolia. Scientia Agricola, v. 64, n. 4, p. 384-392, Ago. 2007.
MILENE MOREIRA; DILMAR BARETTA; SIU MUI TSAI; SANDRA MARIA GOMES-DA-COSTA; ELKE JURANDY BRAN NOGUEIRA CARDOSO. Biodiversity and distribution of arbuscular mycorrhizal fungi in Araucaria angustifolia forest. Scientia Agricola, v. 64, n. 4, p. 393-399, Ago. 2007.
MOREIRA‚ M.; NOGUEIRA‚ M.A.; TSAI‚ S.M.; GOMES-DA-COSTA‚ S.M.; CARDOSO‚ E.J.B.N. Sporulation and diversity of arbuscular mycorrhizal fungi in Brazil Pine in the field and in the greenhouse. MYCORRHIZA, v. 17, n. 6, p. 519-526, 2007.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.