Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das vesículas extracelulares de Toxoplasma gondii modulando o sistema imune de hospedeiros infectados

Resumo

A toxoplasmose é uma das zoonoses mais difundidas no mundo, sendo que em algumas regiões, 40% a 70% da população apresentam positividade para toxoplasmose nos testes sorológicos. Estima-se que cerca de 2 bilhões de pessoas no mundo possam estar infectados por Toxoplasma gondii. O diagnóstico baseia-se na detecção de anticorpos anti-T. gondii e de DNA do parasita pela PCR nos tecidos/fluidos corporais ou visualização do parasita nos tecidos. Contudo, as ferramentas diagnósticas são pouco eficientes para demonstrar a infecção severa por T. gondii. Antígenos secretados/excretados de T. gondii diferenciam amostras clínicas de pacientes com toxoplasmose cerebral de indivíduos cronicamente infectados em ELISA e immunoblot. Contudo, ainda não são conhecidas quais moléculas destes antígenos que responsáveis pela diferenciação dos grupos de pacientes. Recentemente, estudos mostraram a importância das vesículas extracelulares (EVs) produzidas por células eucarióticas e procarióticas principalmente na comunicação celular. EVs são encontradas nos fluidos biológicos e estão envolvidas no carreamento de moléculas, como os micro-RNAs (miRNA), proteínas, lipídeos, DNA dentre outros. É cada vez mais evidente que elas exercem funções especializadas e desempenham um papel chave na coagulação, sinalização intercelular, gestão de resíduos dentre outros. Contudo a importância das EVs no mecanismo da infecção por T. gondii ainda não está totalmente elucidada. É possível que o parasita possa liberar diferentes moléculas via EVs para as células e/ou corrente sanguínea de seus hospedeiros. Com o objetivo de estudar o papel das EVs na patogênese da toxoplasmose, o presente projeto será dedicado ao estudo da participação das EVs liberadas por T. gondii na estimulação das respostas imune humoral e celular na toxoplasmose humana e murina. Inicialmente as EVs serão purificadas a partir de taquizoítos mantidos em culturas celulares. A seguir será investida a capacidade das EVs e miRNAs em estimular a resposta imune humoral de pacientes com toxoplasmose sintomática utilizando métodos imunológicos e moleculares para a determinação de possíveis marcadores. Serão utilizadas em amostras de soros positivos para toxoplasmose de pacientes com diagnostico clinico e laboratorial de toxoplasmose cerebral, ocular e gestacional. Paralelamente, no modelo animal serão realizados ensaios de imunização em camundongos com EVs para investigar a participação das mesmas na produção das citocinas inflamatórias a anti-inflamatórias. Ao mesmo tempo será estudada a resposta humoral, detectando-se as classes de anticorpos IgM e as subclasses de IgG (IgG1 e IgG2a) envolvidas na imuno-proteção. A seguir, os animais imunizados serão desafiados com T. gondii a fim de avaliar os índices de parasitemia e de sobrevida. Os resultados esperados serão importantes para compreender a relação patógeno/hospedeiro e avaliar a imune humoral e celular em hospedeiros infectados, bem como o papel das EVs na infecção sintomática. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MURATA, FERNANDO HENRIQUE ANTUNES; PREVIATO, MARIANA; FREDERICO, FABIO BATISTA; BARBOSA, AMANDA PIRES; NAKASHIMA, FABIANA; DE FARIA, JR., GERALDO MAGELA; SILVEIRA CARVALHO, APARECIDA PERPETUO; MEIRA STREJEVITCH, CRISTINA DA SILVA; PEREIRA-CHIOCCOLA, VERA LUCIA; CASTIGLIONI, LILIAN; et al. Evaluation of Serological and Molecular Tests Used for the Identification of Toxoplasma gondii Infection in Patients Treated in an Ophthalmology Clinic of a Public Health Service in Sao Paulo State, Brazil. FRONTIERS IN CELLULAR AND INFECTION MICROBIOLOGY, v. 9, . (13/10050-5, 13/15879-8, 12/07716-9, 18/09448-8, 14/05302-8, 12/07750-2, 18/04709-8)
MAIA, MARTA MARQUES; DA CRUZ, ALLECINEIA BISPO; PEREIRA, INGRID DE SIQUEIRA; TANIWAKI, NOEMI NOSOMI; NAMIYAMA, GISLENE MITSUE; PEREIRA-CHIOCCOLA, VERA LUCIA. Characterization of murine extracellular vesicles and Toxoplasma gondii infection. PARASITE IMMUNOLOGY, v. 43, n. 9, . (18/04709-8)
DA CRUZ, ALLECINEIA BISPO; MAIA, MARTA MARQUES; PEREIRA, INGRID DE SIQUEIRA; TANIWAKI, NOEMI NOSOMI; NAMIYAMA, GISLENE MITSUE; MAROCHI TELLES, JOAO PAULO; VIDAL, JOSE ERNESTO; JUNQUEIRA FRANCO SPEGIORIN, LIGIA COSENTINO; BRANDAO DE MATTOS, CINARA CASSIA; DE MATTOS, LUIZ CARLOS; et al. Human extracellular vesicles and correlation with two clinical forms of toxoplasmosis. PLoS One, v. 15, n. 3, . (18/04709-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.