Busca avançada
Ano de início
Entree

Processos de ocupação territorial e de definição de fronteiras: contato cultural no Mediterrâneo grego (sécs. IX -III a.C.)

Resumo

Este projeto de pesquisa pretende caracterizar processos de ocupação territorial e de definição de fronteiras no Mediterrâneo grego entre os séculos IX e III a.C., partindo de estudos setoriais na Sicília, na Península Itálica e em Creta. O nosso foco será dirigido mais precisamente para o relacionamento entre os diferentes grupos de helenos e entre estes e populações não gregas. Nossa contribuição partirá de alguns estudos de caso no Ocidente grego (Itália do Sul e Sicília) e em Creta, no Mediterrâneo oriental. Com este estudo pretende-se trazer uma contribuição à compreensão do papel desempenhado pelo contato cultural e pelo compartilhamento de traços culturais diversificados na formação da sociedade grega e na configuração de identidades no Mediterrâneo. Em última instância, pretende-se oferecer uma reflexão aprofundada sobre a natureza da sociedade grega em contexto mediterrânico, por um lado, compartimentada territorialmente em pequenos estados -as pólis- e, por outro, imbricada intensamente em relações múltiplas construídas em comum com as populações mediterrânicas.Deve-se ainda mencionar que os estudos realizados no Labeca contaram com o apoio de dois projetos temáticos da Fapesp que permitiram a manutenção do Laboratório em um patamar de referência nacional para estudos de arqueologia clássica. (Processos 04/14429-0 e 09/58543-1 - Consulte-se em documento anexo ao SAGE planilha com todos as pesquisas concluídas e em andamento no Labeca) (AU)