Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre fatores epigenéticos e a ação do anestésico sevofluorano

Processo: 17/21306-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:José de Ribamar Costa Júnior
Beneficiário:José de Ribamar Costa Júnior
Instituição-sede: Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC). Fundação Adib Jatene (FAJ). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Caetano Nigro Neto ; Mario Hiroyuki Hirata
Assunto(s):Sevoflurano 

Resumo

Os anestésicos inalatórios halogenados, incluindo Sevoflurano, são amplamente utilizados em cirurgias cardíacas por apresentarem um efeito cardioprotetor. Vários benefícios têm sido atribuídos ao Sevoflurano em diferentes tecidos e com diferentes consequências. Considerando a ação do anestésico em órgãos distantes do principal sitio de ação, uma hipótese do nosso estudo é que esse medicamento esteja atuando de forma semelhante ao Pré-condicionamento Isquêmico Remoto do Miocárdio através da regulação epigenética. Além disso, variações epigenéticas na resposta ao fármaco, conhecidas como farmacoepigenética, são mecanismos a serem considerados e que podem explicar o despertar intraoperatório. Por essa razão, o objetivo desse estudo é avaliar a relação entre fatores epigenéticos e a ação do anestésico Sevoflurano através da avaliação do papel: do Sevofluorano na regulação epigenética na resposta anti-inflamatória durante a CEC em cirurgia cardíaca; e da epigenética na resposta dos pacientes ao Sevofluorano anestésico administrado em diferentes doses. Em ambas as situações, os pacientes serão randomizados em dois grupos: - SEVO (Com uso de sevoflurano no período da CEC) - CONTROLE (Sem uso de sevoflurano no período da CEC), dos quais serão coletadas amostras de sangue para a dosagem plasmática dos marcadores inflamatórios, análise de expressão gênica e miRNA e análise de metilação do DNA. A concentração plasmática dos marcadores inflamatórios IL-1², IL-6, IL-8, IL-10, IL-4, TNFa, TGF² e PMN elastase serão determinadas utilizando o sistema de detecção Luminex® 100TM (Luminex). A quantificação relativa da expressão do mRNA dos genes IL1B, IL6, IL8, IL10, IL4, TNFA, TGFB1, ELANE, RYR1 e dos genes que codificam para as subunidades do receptores GABA e nAChR (receptor colinérgico do tipo nicotínico) será realizada pela PCR em tempo real utilizando o sistema de detecção TaqMan® Gene Expression Assay (Applied Biosystems). Para a análise de expressão de miRNA, a plataforma Ingenuity® Pathway Analysis (IPA®) (Qiagen) será utilizada para a seleção dos miRNA que regulam os genes que estiverem diferentemente expressos. A expressão de miRNA será analisada pela PCR em tempo real utilizando o sistema de detecção TaqMan® MicroRNA Assays (Applied Biosystems). Os resultados da PCR serão analisados com a ajuda do programa Rotor-Gene Q - Pure detection (Qiagen). A análise de metilação de DNA será realizada por sequenciamento. O processo de conversão por bissulfito do DNA extraído será realizando utilizando o EpiTect Fast DNA Bisulfite Conversion Kit (Qiagen). Em seguida, o DNA convertido será amplificado utilizando os reagentes do PyroMark PCR Kit (Qiagen) e os iniciadores de amplificação para cada gene que será analisado, contidos nos ensaios PyroMark CpG Assays (Qiagen). Serão analisadas as ilhas CpG presentes na região promotora dos genes supracitados. O processo de purificação e desnaturação do produto da PCR será realizado no PyroMark Vacuum Workstation (Qiagen) e para a reação de sequenciamento será utilizada a plataforma PyroMark Q24 (Qiagen). Tendo em vista todos esses efeitos clínicos associados ao Sevoflurano, e a possível participação da epigenética tanto como mecanismo de ação do fármaco a longa distância, quanto sendo responsável pela variabilidade na resposta ao Sevofluorano, uma maior compreensão desse universo da epigenética associada a ação do anestésico mostra-se como uma grande promessa nessa era molecular, para o desenvolvimento de ferramentas profiláticas, diagnósticas e terapêuticas na conduta do paciente cardiopata. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.