Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação da intensidade da prática de atividade física e seus diferentes domínios na modulação autonômica cardíaca em indivíduos adultos: estudo epidemiológico

Resumo

Introdução: As doenças cardiovasculares são um grande problema de saúde pública e tem contribuído para elevado índice de mortalidade na população adulta. Um dos fatores precursores dessas enfermidades é a baixa modulação autonômica cardíaca. Dessa forma fatores que possam estar relacionados a maior modulação autonômica cardíaca devem ser investigados com o objetivo de prevenção das enfermidades cardiovasculares. Um desses fatores que pode contribuir para incrementos na modulação autonômica cardíaca é a prática de atividade física. Entretanto os estudos que investigaram essa relação têm sido controversos, geralmente avaliando a prática de atividade física por modo subjetivo, bem como não há clareza se os diferentes domínios de atividade física estariam relacionados de forma diferente com a modulação autonômica cardíaca. Objetivo geral: Analisar a relação da prática de atividade física medida de forma direta com a modulação autonômica cardíaca em adultos. Objetivos específicos: i) Testar a reprodutibilidade do questionário de prática de atividade física habitual de Baecke confrontando com os dados de atividade física do acelerômetro; ii) Verificar por meio do questionário de Baecke se os diferentes domínios de atividade física (trabalho, lazer e atividades ocupacionais) se relacionam da mesma forma com a modulação autonômica cardíaca; iii) Analisar se valores elevados de pressão arterial e frequência cardíaca de repouso são relacionados a pior modulação autonômica cardíaca independentemente do estado nutricional. Implicações: Os resultados desse estudo irão contribuir para esclarecer a relação entre a prática de atividade física e a modulação autonômica cardíaca considerando uma grande amostra de sujeitos (n=214), bem como se os diferentes domínios de atividade física estão relacionados com a modulação autonômica cardíaca. Esses resultados poderão auxiliar na elaboração de estratégias de promoção da saúde. Palavras-chave: Atividade física, modulação autonômica cardíaca, epidemiologia, saúde pública. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEBAR, WILLIAM R.; RITTI-DIAS, RAPHAEL M.; SARAIVA, BRUNA T. C.; GIL, FERNANDA C. S.; DELFINO, LEANDRO D.; DAMATO, TATIANA M. M.; AGUILAR, BEATRIZ A. S.; SILVA, STEFANY C. B.; MOTA, JORGE; VANDERLEI, LUIZ CARLOS M.; CHRISTOFARO, DIEGO G. D. The relationship between physical activity intensity and domains with cardiac autonomic modulation in adults An observational protocol study. MEDICINE, v. 98, n. 41 OCT 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.