Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização da Espectroscopia de Fluorescência na Detecção de Contaminação em Alimentos

Resumo

Papelão, carne estragada, aditivos químicos em concentrações acima do permitido, microrganismos, pesticidas, antibióticos, zoonoses, etc. Qual é a qualidade dos alimentos que consumimos? A intoxicação alimentar é um problema muito maior para os governos e para a indústria alimentar hoje, em comparação com a última década. Os relatórios da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que em todo o mundo, milhões de pessoas sofrem de doenças causadas por alimentos contaminados. A contaminação alimentar é geralmente definida como alimentos que são estragados ou contaminados por conterem microrganismos, como bactérias ou parasitas, ou substâncias tóxicas que os tornam inaptos para o consumo. Além disso, diferentes mecanismos químicos são responsáveis pela oxidação de gorduras e óleos durante o processamento, armazenamento e cozimento gerando espécies reativas de oxigênio (ROS) e radicais livres. O objetivo deste projeto é a utilização da espectroscopia de fluorescência na detecção de contaminantes (microrganismos, pesticidas e antibióticos) e processos oxidativos que deterioram a qualidade dos alimentos. A espectroscopia de fluorescência é uma técnica na qual a excitação de uma molécula é obtida através da absorção de fótons. Com esta técnica é possível determinar rapidamente propriedades bioquímicas e biofísicas dos alimentos. Podemos citar algumas propriedades importantes da fluorescência quando comparadas com outros métodos analíticos como: resposta rápida, alta sensibilidade, baixos limites de detecção, seletividade, simplicidade instrumental e baixo custo de manutenção e análise. Através de medidas de fluorescência é possível também se determinar a importância e a contribuição específica do oxigênio singleto na oxidação dos alimentos. O profundo conhecimento científico da formação, reações, mecanismos e cinética de geração/extinção do oxigênio singleto, pode melhorar significativamente a qualidade dos alimentos, reduzindo a oxidação durante o processamento e armazenamento. Com a aprovação deste projeto será possível realizar melhorias no fluorímetro Fluorolog 3 da Jobin Yvon, adquirido no processo Fapesp 06/06591-7 acrescentando um módulo de medida de aquisição na região do infravermelho e atualização do software. Também será possível a aquisição de numa nova fonte de excitação pulsada para o sistema de medida de tempo de vida da PicoQuant adquirido no processo Fapesp 10/16544-1. Estas ações permitirão a ampliação de possibilidade de medida dos equipamentos e novas colaborações. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORGES LOPES, CARLA REGINA; SANTOS JUNIOR, DARIO; DE OLIVEIRA SILVA, FLAVIA RODRIGUES; COURROL, LILIA CORONATO. High-sensitivity Hg2+ sensor based on the optical properties of silver nanoparticles synthesized with aqueous leaf extract of Mimusops coriacea. APPLIED PHYSICS A-MATERIALS SCIENCE & PROCESSING, v. 127, n. 4 APR 2021. Citações Web of Science: 0.
COURROL, LILIA CORONATO; VALLIM, MARCELO AFONSO. Spectroscopic Analysis of Chicken Meat Contaminated with E. coli, Salmonella, and Campylobacter. FOOD ANALYTICAL METHODS, v. 14, n. 3, p. 512-524, MAR 2021. Citações Web of Science: 0.
GONCALVES, KARINA DE OLIVEIRA; VIEIRA, DANIEL PEREZ; LEVY, DEBORA; BYDLOWSKI, SERGIO PAULO; COURROL, LILIA CORONATO. Uptake of silver, gold, and hybrids silver-iron, gold-iron and silver-gold aminolevulinic acid nanoparticles by MCF-7 breast cancer cells. Photodiagnosis and Photodynamic Therapy, v. 32, DEC 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.