Busca avançada
Ano de início
Entree

Lesões tireoidianas foliculares: existe um potencial discriminatório na análise nuclear computadorizada?

Processo: 18/13523-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Gláucia Maria Ferreira da Silva Mazeto
Beneficiário:Gláucia Maria Ferreira da Silva Mazeto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Carcinoma  Adenocarcinoma  Histologia  Neoplasias da glândula tireoide 

Resumo

Fundamentos: A análise computadorizada de imagens parece representar uma possibilidade diagnóstica promissora para os tumores da tireoide. Nosso objetivo foi avaliar a eficiência diagnóstica discriminatória da análise computadorizada de imagens de núcleos celulares a partir de materiais histológicos de tumores foliculares. Métodos: Foram estudados materiais embebidos em parafina de 42 adenomas foliculares (FA), 47 variantes foliculares de carcinomas papilíferos (FVPC) e 20 carcinomas foliculares (FC) pelo software ImageJ. Com base na morfometria nuclear e textura da cromatina, as amostras foram classificadas como FA, FC ou FVPC usando o método de Classificação e Regressão em Árvore. Resultados: Observou-se altas taxas de sensibilidade e especificidade diagnósticas (FVPC: 89,4% e 100%; CF: 95,0% e 92,1%; AF: 90,5 e 95,5%, respectivamente). Quando os tumores foram comparados por pares (FC vs FA, FVPC vs FA), 100% dos casos foram classificados corretamente. Conclusão: A análise computadorizada de imagens de características nucleares mostrou ser uma ferramenta de apoio diagnóstico útil para a diferenciação histológica entre adenomas foliculares, variantes foliculares de carcinomas papilíferos e carcinomas foliculares. (AU)