Busca avançada
Ano de início
Entree

Função linfática em pacientes com circulação de Fontan

Processo: 18/03606-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Aída Luiza Ribeiro Turquetto
Beneficiário:Aída Luiza Ribeiro Turquetto
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Cesar Higa Nomura ; Daniela Regina Agostinho ; Fabio Biscegli Jatene ; João Bruno Dias Silveira ; Luciana Patrick Amato ; Luiz Fernando Canêo ; Marcelo Biscegli Jatene ; Maria Angélica Binotto ; Paulo Henrique Manso ; Walther Yoshiharu Ishikawa
Bolsa(s) vinculada(s):18/18625-0 - Função linfática em pacientes com circulação de Fontan, BP.TT
18/20313-7 - Função linfática em pacientes com circulação de Fontan, BP.TT
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos cardíacos  Cardiopatias congênitas  Técnica de Fontan  Sistema linfático  Espectroscopia de luz próxima ao infravermelho 

Resumo

Introdução: A operação de Fontan é o procedimento de escolha para pacientes nascidos com defeitos cardíacos congênitos complexos com um único ventrículo anatômico ou funcional. Infelizmente existem inúmeras complicações de curto e longo prazo associadas à circulação de Fontan, dentre elas a insuficiência linfática e maior predisposição para desenvolver o edema intersticial. Objetivo: identificar o estado funcional dos vasos linfáticos com imagens obtidas pela técnica de fluorecência por infravermelho (Near Infrared Fluorescence Imaging) em pacientes após a cirurgia de Fontan. Método: estudo prospectivo, transversal e controlado com pacientes após cirurgia de Fontan e um grupo controle saudável. O sistema linfático será avaliado do ponto de vista funcional pela técnica de fluorescência por infravermelho e anatômico por meio de ressonância magnética de pescoço, tronco e abdome. Pletismografia de oclusão venosa será realizada para avaliação do fluxo sanguíneo periférico, avaliação funcional pelo teste de esforço cardiopulmonar e avaliação humoral pela dosagem plasmática de norepinefrina e peptídeo natriurético cerebral (BNP). Resultados esperados: O estudo demonstrará a relação entre a doença cardíaca congênita e o funcionamento do sistema linfático. O maior entendimento desse sistema e sua correlação com a fisiopatologia da circulação univentricular contribuirá para o tratamento desses pacientes. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.