Busca avançada
Ano de início
Entree

Automação do teste de acessibilidade em aplicações móveis Android

Processo: 18/12287-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Marcelo Medeiros Eler
Beneficiário:Marcelo Medeiros Eler
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Engenharia de software  Teste e avaliação de software  Acessibilidade  Android  Dispositivos móveis  Automação 

Resumo

Uma parcela significativa da população mundial possui algum tipo de deficiência e enfrenta barreiras para realizar atividades cotidianas, incluindo acesso a informações e serviços eletrônicos, o que torna evidente a necessidade de que todo software desenvolvido, seja para qual plataforma for, precisa ser acessível a todos, independentemente de condição física, mental ou intelectual. Infelizmente, estudos mostram que muitas aplicações do setor público e privado ainda apresentam problemas muito simples de acessibilidade, mas que representam uma grande barreira para diversos usuários. Diversos são os motivos da falta de acessibilidade em aplicações móveis: falta de conhecimento e treinamento dos desenvolvedores; prazos apertados e priorização de requisitos funcionais; alto custo da avaliação manual; e avaliação automatizada muito limitada pela baixa cobertura de diretrizes de acessibilidade e formas de exploração do aplicativo sob avaliação. Este projeto de pesquisa tem o objetivo de colaborar com a automação da avaliação de aplicações móveis de diversas maneiras: ampliação das diretrizes de acessibilidade automaticamente avaliadas por ferramentas de automação; investigação e avaliação de algoritmos para exploração automática de aplicações móveis; e identificação das necessidades de desenvolvedores para adaptar ferramentas para o teste automático de acessibilidade ao processo e ambiente de desenvolvimento de aplicações móveis. Em particular, a avaliação automática das diretrizes de acessibilidade, os algoritmos para exploração de aplicações e as adaptações ao contexto de desenvolvimento serão feitas na ferramenta MATE (Mobile Accessibility Testing), que foi recentemente desenvolvida em um projeto BPE da FAPESP. O projeto será desenvolvido com o apoio de colaboradores nacionais e internacionais, e alunos de mestrado da instituição sede. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Treinamento técnico em teste de software e acessibilidade digital com bolsa FAPESP 
Bolsista da FAPESP tem pesquisa premiada pelo Facebook 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.