Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese química e caracterização de sistemas contendo peptídeos antimicrobianos para aplicação na área da saúde

Processo: 18/03018-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2018 - 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Saulo Santesso Garrido
Beneficiário:Saulo Santesso Garrido
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Candida albicans  Antifúngicos  Anti-infecciosos  Peptídeos catiônicos antimicrobianos  Lipossomos  Liberação controlada de fármacos  Histatinas 

Resumo

A candidíase é uma infecção da mucosa oral e vaginal do organismo humano, provocado pelo microrganismo Candida albicans. A patogenicidade das espécies de Candida está relacionada com a formação de biofilmes, que agem como um revestimento impermeável e protetor, e torna o microrganismo resistente a medicamentos convencionais e ao sistema imune do hospedeiro. Neste caso, os antifúngicos mais comumente utilizados, como polienos (nistatina e anfotericina B) ou azóis (itraconazol, miconazol, fluconazol) não apresentam ação eficaz. Por esse motivo, a busca por novas opções de tratamento e por novos medicamentos estão em constante desenvolvimento principalmente na área da biotecnologia. Um exemplo disso são os peptídeos biologicamente ativos e antifúngicos da família das Histatinas, entre eles a Histatina-5. Trata-se de um peptídeo naturalmente encontrado na saliva humana, no interior das glândulas salivares parótidas, e possui como alvo de ação a mitocôndria das células de Candida albicans. No entanto, Histatina-5 sofre tanto a ação de proteases e de outras proteínas e enzimas que se ligam a este peptídeo e diminuem seus efeitos antimicrobianos. O objetivo deste projeto é o desenvolvimento e caracterização de um sistema lipossomal para promover o transporte e liberação controlada do peptídeo Histatina-5 e de peptídeos estruturalmente derivados da Histatina-5. Os lipossomas serão produzidos pelas técnicas de sonicação e extrusão e caracterizados por distribuição de tamanho e potencial zeta utilizando técnica de espalhamento de luz (light scattering). Será realizado estudo de eficiência de encapsulação dos peptídeos para cada técnica de preparo dos lipossomas e para cada formulação lipídica utilizada. Serão realizados ainda ensaios de liberação in vitro e microbiológicos in vitro. Pretende-se, ao final do projeto, obter uma formulação e uma forma de preparo ideal para que esse sistema lipossomal apresente potencial de aplicação desta nova classe de Peptídeos Antimicrobianos (PAMs) no tratamento da candidíase oral. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZAMBOM, CAROLINA R.; DA FONSECA, FAULLER H.; CRUSCA JR, EDSON; DA SILVA, PATRICIA B.; PAVAN, FERNANDO R.; CHORILLI, MARIUS; GARRIDO, SAULO S. A Novel Antifungal System With Potential for Prolonged Delivery of Histatin 5 to Limit Growth of Candida albicans. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 10, JUL 30 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.